Matérias Mais Lidas

imagemTitãs: traído, o baterista destruiu o quarto; Paulo Ricardo viu na TV a traição

imagemPaulo Ricardo e a loucura em hotel nos anos 1980: "Eu já tinha perdido o pudor!"

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemO maior álbum de todos os tempos, na opinião do saudoso Ronnie James Dio

imagemMetallica: se você achou caro o pacote do Titãs, fuja dos preços da turnê de Hetfield & Cia

imagemWandinha, da Netflix, resgata banda icônica do Rock em canção com letra sacana

imagemO curioso ritual do Fleetwood Mac antes de subir ao palco, revelado por Christine McVie

imagemGene Simmons relembra como passagem pelo Brasil levantou o Kiss em 1983

imagemMarko Hietala anuncia retorno ao mundo da música e fãs pedem volta ao Nightwish

imagemPor que Bono é odiado por muitos mas sobrevive a tanto hate? Regis Tadeu analisa

imagemMatt Sorum: ex-baterista do Guns N' Roses conta porque não deseja voltar à banda

imagemBandas de rock que lançaram poucos discos, mas continuam fazendo muito sucesso

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemIggor Cavalera diz que o metal às vezes é muito conservador

imagemKiko Zambianchi foi proibido de ir no Silvio Santos após apresentador errar seu nome


Stamp
Summer Breeze

O Sepultura honrou nossos ancestrais bem antes do pessoal da Noruega lembrar dos vikings

Por Bruce William
Postado em 05 de outubro de 2022

Durante participação no podcast "Brutally Delicious", o baterista original do Sepultura, Igor Cavalera, falou sobre a influência que sua antiga banda, em particular o clássico álbum de 1996 "Roots", teve em bandas de metal moderno como Gojira. A transcrição foi feita pela Blabbermouth.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Conhecemos os caras (do Gojira), somos amigos deles. Vejo uma influência enorme nas coisas que fizemos. E percebo como algo muito inovador. Pois não lembro que houvesse, na época, essa coisa com bandas de metal, até mesmo as bandas norueguesas invocando os vikings, não era algo que rolava naqueles tempos. Mais tarde se tornou comum a coisa de: 'Podemos olhar para o nosso passado e trazer algumas dessas coisas que trazem sentido para a música que fazemos hoje'. E isso é algo que nós fizemos, e eu me sinto muito, muito orgulhoso disso, porque pra mim esse é um dos legados do 'Roots'".

Igor diz ainda: "Algumas pessoas observam o 'Roots' como nosso disco mais vendido, o que é bom, mas eu gosto de olhar para 'Roots' sob outra ótica, onde estávamos tentando coisas que, na época, eram muito arriscadas. Não era a coisa típica que toda banda de metal estava fazendo. Estávamos forçando os limites e entrando em áreas que poderiam dar completamente errado. Era um risco gravar com a tribo Xavante e trazer todos aqueles elementos, poderia não dar certo, não tínhamos ideia como isso funcionaria. Apenas tínhamos aquela sensação de que era a coisa certa a fazer. E ver uma banda como o Gojira usando esses elementos hoje em dia, totalmente relacionado ao trabalho que fizemos há 30 anos, ficamos 100% orgulhosos disso. Não apenas o Gojira, mas há muitas pessoas voltando às ideias... muitas bandas de black metal hoje em dia que fazem muitas coisas com suas raízes, especialmente com as raízes dos índios americanos, e essas coisas naquela época não eram comuns. Então eu me sinto muito orgulhoso disso, nós meio que lançamos essa ideia".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy


[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]

Iggor Cavalera diz que o metal às vezes é muito conservador

Bandas de heavy metal que lançaram discos em cinco décadas diferentes

Sepultura e Nightwish fizeram sucesso no Metal pelo mesmo motivo, afirma Regis Tadeu

Troops of Doom: Jairo Guedz conta como faz para transitar entre Sepultura e irmãos Cavalera

Trintões: 10 discos de heavy metal que completarão 30 anos em 2023

The Troops of Doom: Jairo Guedz escolhe seus três álbuns favoritos do Iron Maiden.

Jovens, mas nem tanto: 10 discos de heavy metal que completarão 20 anos em 2023

Alex Meister: "Brasil ouvia Barão Vermelho e pulava para Sepultura, sem ouvir hard rock"

A importância da gravadora do Sepultura ter acolhido Pato Fu para impulsionar a banda

Jean Dolabella é o novo baterista de banda da cantora Pitty

Cinco separações entre bandas e músicos que foram muito marcantes

Gloria Cavalera afirma que pediu para Max continuar no Sepultura em 1996

Max Cavalera explica porque o Sepultura nunca seria como o Metallica

Produtor que vive nos EUA explica como Angra e Sepultura são percebidos por americanos

Jairo Guedz ensina Rafael Bittencourt a tocar riffs de death metal

Andreas Kisser explica por que o Sepultura mistura Metal com música brasileira

O Sepultura honrou nossos ancestrais bem antes do pessoal da Noruega lembrar dos vikings

Max Cavalera: ele diz ser "mais Metal" que seu irmão Igor

Black Sabbath: Tony Iommi explica diferença entre Dio e Ozzy

Cranberries: A triste história da letra de "Zombie"


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.