RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemA inesperada banda brasileira que não sai dos ouvidos de Jeff Scott Soto

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemManowar no Brasil? Banda posta bandeira brasileira e fãs ficam empolgados

imagemOzzy Osbourne aparece em público pela primeira vez após anunciar aposentadoria das turnês

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemJoe Satriani revela o guitarrista que ele ouve e diz: "Eu jamais alcançarei isso!"

imagemA inesperada opinião de Bell Marques (ex-Chiclete com Banana) sobre o rock progressivo

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemRamones: C.J. conta que Johnny se recusou a visitar Joey em seu leito de morte

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA nostálgica canção de Raul Seixas que propõe abolir a divisão entre o bem e o mal

imagemZakk Wylde tira o corpo fora ao ser questionado sobre cancelamento de shows do Pantera


Stamp

AC/DC: Brian Johnson refuta "teoria de conspiração" sobre letras do "Back in Black"

Por André Garcia
Postado em 30 de novembro de 2022

Substituir um dos mais carismáticos frontman do rock sempre soa como uma missão impossível, mas Brian Johnson foi um dos poucos que conseguiram, quando entrou no AC/DC, substituindo Bon Scott. E conseguiu em grande estilo, já estreando com "Back in Black" (1980) — um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos.

Foto: Josh Cheuse
Foto: Josh Cheuse

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde que se juntou aos irmãos Young, entretanto, Brian é perseguido por um rumor que ele define como "teoria de conspiração". Segundo dizem as más línguas, ele não escreveu as letras do álbum, e sim usou letras deixadas por seu antecessor. Conforme publicado pelo Daily Mail, em sua autobiografia, The Lives of Brian, Johnson pôs fim as especulações.

"Eu sei que teve um indivíduo com uma teoria da conspiração, que saiu falando 'Ah, foi o Bon que escreveu aquelas letras'. Que banda deixaria alguém dizer que as letras de outra pessoa são suas? Pô, isso é absolutamente sem sentido."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"É por isso que ponho isso no livro, para esclarecer de uma vez por todas: 'Todas aquelas letras vieram da minha mão direita empunhando uma caneta. Certas pessoas nunca vão acreditar na verdade. Eu me senti horrível depois de jogar isso no ventilador, mas foi algo que tive que fazer, porque estava entalado na minha garganta faz muito tempo."

"Eu amo as letras fantásticas de Bon: seu duplo sentido, suas tiradas cômicas… Eu não conseguiria fazer aquilo", concluiu.

Os irmãos Malcolm e Angus Young diversas vezes corroboraram a versão de Brian. Segundo eles, Bon Scott de fato possuía um caderno com esboços de letras, mas eles devolveram à família do falecido e não utilizaram seu conteúdo no 'Back in Black'.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre sua autobiografia, Brian Johnson disse que a decisão de escrevê-la "não foi tanto para validar minha vida, foi mais para validar as vidas de todas as pessoas incríveis que conheci, e que moldaram minha vida — amigos de escola, das fábricas, na música…"

"The Lives of Brian" foi lançado em outubro e ainda não saiu oficialmente no Brasil.

AC/DC

O AC/DC foi formado no começo dos anos 70 na Austrália pelos fanáticos por rock e blues irmãos Young — Angus e Malcolm formavam a dupla de guitarra, enquanto George, o mais velho, fazia papel de produtor e mentor. Com a entrada do icônico e carismático vocalista Bon Scott, a banda gravou seus primeiros álbuns, soberbas demonstrações de rock pauleira e sem frescuras.

Após anos de ralação emendando turnês e gravações sem parar, a banda finalmente chegou ao mainstream com "Highway to Hell" (1979). Por outro lado, recebeu um baque enorme com a trágica e inesperada morte de Bon Scott, superada em grande estilo com "Back in Black" (1980). Estreia de Brian Johnson no vocal, o sucesso foi tanto que o álbum está entre os mais vendidos de todos os tempos com dezenas de milhões de cópias vendidas.

Com o passar do tempo, a banda se manteve na primeira prateleira do rock com constantes lançamentos e turnês. O legado que construiu, até hoje é mencionado por quase tudo que é banda de rock pesado e heavy metal como uma das principais influências. Nos últimos anos sofreu duas grandes baixas entre 2016 a 2018 que colocaram a banda em cheque: a morte de Malcolm Young e o afastamento de Brian Johnson, substituído temporariamente por Axl Rose.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Exilio Angel


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.