Neal Morse: Mike Portnoy é incrível. Eu me rendo às opiniões dele

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva
Enviar correções  |  Ver Acessos

São Paulo vai receber em 18 de junho um verdadeiro dream team do rock progressivo. A banda capitaneada por Neal Morse (vocal/guitarra/teclado - TRANSATLANTIC, ex-SPOCK'S BEARD) e que recebe seu nome, THE NEAL MORSE BAND, traz ninguém menos que um dos mais conceituados bateristas do rock e metal progressivo, Mike Portnoy (bateria - THE WINNERY DOGS, TRANSATLANTIC, ex-DREAM THEATER), além de Randy George (baixo - TRANSATLANTIC, Spock's Beard, Alajon), Bill Hubauer (teclado - Ten Point Ten) e Eric Gillette (guitarra). A apresentação no Carioca Club será a única em solo brasileiro. No show, o foco é o recém lançado "The Similitude of a Dream", que será tocado na íntegra. O álbum, na verdade, dois CDs, é uma obra conceitual baseada no livro "O Peregrino", ("Pilgrim's Progress", no original em inglês), de John Bunyan, cultuada obra cristã do século 17 e o segundo livro mais publicado do mundo (só perde para a própria Blíblia). O livro é cheio de personagens que são metáforas para sentimentos e atitudes, tanto coisas boas quanto más, da vida do cristão como Hipocrisia, Ajuda, Boa-Vontade, Invejoso, Superstição. O personagem principal, chamado Cristão, tem uma longa jornada, desde a "Cidade da Destruição" até a "Cidade Celestial" no que é também uma metáfora para a vida do cristão em busca da santidade. Nesta entrevista, Neal Morse evita alongar-se em assuntos pertinentes à sua fervorosa fé, mas dá detalhes sobre o show, o álbum, seus artistas preferidos (tanto cristãos quanto do rock progressivo em geral) e sobre a amizade com Mike Portnoy, parceiro de várias bandas. Neal também fala sobre os serviços de streaming de música: "Eles não pagam nada aos artistas e eu não acho que seja um serviço justo para os artistas". Sobre transmitir a mensagem de Jesus Cristo em sua música, Neal arremata: "Eu acho que a música fala sem respeito a visões específicas ... Quero dizer, você pode expressar sua visão em uma música ... mas às vezes as pessoas podem tirar da música o que elas querem. Se as pessoas são inspiradas por aquilo que fazemos, então ótimo!". Confira a entrevista na íntegra logo abaixo.

Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaDimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músico

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Daniel Tavares: As primeiras coisas primeiro. A questão inevitável: no próximo dia 18 de junho a NEAL MORSE BAND vai tocar em São Paulo. Como esse show vai ser? O que os fãs brasileiros de boa música podem esperar deste show?

Neil Morse: Nós estamos empolgados para tocar o "Similitude of a Dream" na íntegra! Temos um par de canções mais velhas para a hora do bis.

Daniel Tavares: Tem chance de termos algo do TRANSATLANTIC, FLYING COLORS ou do SPOCK'S BEARD

Neil Morse: Não. Esta é a Neal Morse Band e, uma vez que nosso catálogo é muito mais largo que essas bandas, nós realmente não sentimos como se precisássemos tocar alguma dessas canções. Gostamos de salvar estas para eventos especiais, como o Morsefest.

Daniel Tavares: Como você tem visto a recepção ao "The Similitude of a Dream"?

Neil Morse: Maravilhosa... é o álbum de maior sucesso que já fiz, com certeza. Nós ficamos no sétimo lugar na lista da Billboard e a imprensa ficou muito empolgada com ele... os shows tiveram ingressos esgotados, então, eu acho que as pessoas gostaram dele!

Daniel Tavares: Ele é baseado no livro "O Peregrino", de John Bunyan que é um dos livros mais lidos em todo o mundo, mas para alguma pessoa que não tenha lido, ou mesmo ouvido falar nele, o que você falaria?

Neil Morse: Ele é um livro antigo, escrito no final do século XVI. Eu também não o tinha lido antes, mas recebi essa sugestão. Pra falar a verdade, nós cobrimos apenas as primeiras 80 páginas em nossa adaptação.

Daniel Tavares: Os dois CDs do "Similitude..." não cobrem a estória inteira, então, podemos esperar um próximo "Similitude..." para o futuro próximo?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Neil Morse: Bem, nunca se sabe. Estou disposto a isso, mas vamos ter que esperar e ver o que a banda vai querer fazer em seguida.

Daniel Tavares: Eu procurei pelo álbum hoje no Spotify e descobri que é difícil encontrar seu trabalho nesse serviço de streaming. Tenho que confessar que não cheguei a checar os outros serviços. Você não acredita neste tipo de distribuição de música?

Neil Morse: Eles não pagam nada aos artistas e eu não acho que seja um serviço justo para os artistas. Então, nós não estamos lá.

Daniel Tavares: Você é um roqueiro cristão. Quais são os seus artistas favoritos neste cenário?

Neil Morse: Bem, para dar alguns nomes, eu gosto de Chris Tomlin e Chris Rice ... Jars of Clay...

Daniel Tavares: Você acha que a música é uma das melhores formas de difundir a mensagem de Cristo?

Neil Morse: Eu acho que a música fala sem respeito a visões específicas ... Quero dizer, você pode expressar sua visão em uma música ... mas às vezes as pessoas podem tirar da música o que elas querem. Se as pessoas são inspiradas por aquilo que fazemos, então ótimo!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Daniel Tavares: Vamos falar sobre Mike Portnoy. Vocês têm uma parceria de longo prazo e trabalharam juntos em três ou quatro bandas. Como você definiria sua amizade com ele?

Neil Morse: Bem, Mike é uma pessoa incrível e ele tem sido uma grande ajuda para mim ao longo dos anos. Eu acho que ele tem uma ótima perspectiva sobre as coisas e eu me rendo às opiniões dele em muitas coisas. Esta é uma banda incrível porque Randy, Bill e Eric são igualmente surpreendentes.

Daniel Tavares: Existe uma pergunta que eu sempre faço para todos os meus entrevistados. Existe algum artista brasileiro ou banda que você goste, que você escute na sua casa ou mesmo que tenha tido alguma influência no seu som?

Neil Morse: Não que tenha tido uma influência, mas você deve conhecer o guitarrista brasileiro Adson Sodré, que esteve em nossa banda por um curto período de tempo há alguns anos. Ele era um guitarrista incrível e eu realmente gostei da sua música!

Daniel Tavares: E no Rock Progressivo em geral? Que bandas ou artistas você considera os mais importantes para este estilo, hoje e no passado?

Neil Morse: Bem, GENTLE GIANT, YES, GENESIS e ELP estão entre os meus favoritos. Mas há toda uma série de bandas mais recentes que são realmente talentos. Como The Flower Kings e Marillion, bem como bandas mais novas como Haken e The Fringe. Há muitos...

Daniel Tavares: Agora, sinta-se à vontade para deixar uma mensagem para todos os fãs brasileiros.

Neil Morse: Estamos ansiosos para tocar este álbum para os nossos fãs no Brasil! Vocês são os melhores públicos! Por favor, venha para o show!

SERVIÇO SAO PAULO
Overload orgulhosamente apresenta: The Neal Morse Band em São Paulo
Neal Morse, Mike Portnoy, Eric Gillete, Randy George e Bill Hubauer
Data: 18 de junho de 2017
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 - próximo ao Metrô Faria Lima
Hora: 18h30 (open doors) | 20h (showtime)
Imprensa: [email protected]
Evento Fb:
https://www.facebook.com/events/704138563100054/
Classificação etária: 16 anos (14 e 15 anos: entrada permitida com responsável legal, mediante apresentação de documento)
Duração: Aproximadamente 120 minutos
Estacionamento: nas imediações (sem convênio)
Estrutura: ar condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria

SETORES/VALORES:
PISTA - R$ 130 (meia-entrada e promocional*) | R$ 260 (inteira)
CAMAROTE: R$ 200 (meia-entrada e promocional*) | R$ 400 (inteira)
*O ingresso promocional antecipado é válido mediante a entrega de 1 kg de alimento não-perecível na entrada do evento.

# PONTO DE VENDA (sem taxa de conveniência - pagamento apenas em dinheiro):
Carioca Club: segunda/sábado: 12h às 20h

# VENDA ONLINE (com taxa de conveniência - pagamento em cartão de crédito ou boleto):
http://www.clubedoingresso.com/thenealmorseband
Mais pontos de venda autorizados em São Paulo, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, Curitiba e Rio de Janeiro com taxa de conveniência:
http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar

Comente: Vai ao show?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Neal Morse"Todas as matérias sobre "Mike Portnoy"Todas as matérias sobre "Transatlantic"Todas as matérias sobre "Dream Theater"


Dream Theater: Jordan Rudess comenta pior show de sua vidaDream Theater
Jordan Rudess comenta pior show de sua vida

Dream Theater: o habilidoso baixista caladãoDream Theater
O habilidoso baixista caladão


Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaHit Parader
Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revista

Dimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músicoDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida e a morte do músico


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280