Matérias Mais Lidas

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemVangelis, compositor de cinema e lenda do prog rock grego, morre aos 79 anos

imagemDez músicas muito legais do Iron Maiden que não são cantadas por Bruce Dickinson

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemO segredo da longevidade do baixista do Guns N' Roses tem inspiração nos Stones

imagemTico Santta Cruz sai em defesa de Juliette na polêmica com Samantha Schmutz

imagemJames LaBrie fala sobre a possibilidade de trabalhar novamente com Mike Portnoy

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemClassic Rock lista 15 músicas do saudoso Chris Cornell que você precisa conhecer

imagemComo o Lollapalooza desmereceu Ozzy Osbourne e ele deu a volta por cima

imagemStratocaster: A espada dos deuses

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa


PRB

GNR: entrevista com Ryan Corey, diretor do "Chinese Democracy"

Por Victor Barros
Fonte: Axl Rose - Fã Clube
Em 10/06/16

Dias atrás o usuário "Fedex", do mygnrforum, entrou em contato com Ryan Corey, diretor artístico do álbum Chinese Democracy, para uma pequena entrevista a respeito de seu trabalho no último disco lançado pelo Guns N’ Roses. A mesma pode ser conferida a seguir, na íntegra, em tradução feita por Mateus Velloso.

Quando você começou a trabalhar na arte do álbum?

Nós só começamos a trabalhar neste projeto pouco antes de seu lançamento. Tivemos um pouco mais de tempo para nos concentrarmos na capa, mas uma vez que foi decidido, o restante do pacote deveria ser concluído em questão de dias. (A mim só foi permitida uma longa noite para completar 99% do trabalho.)

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Você teve um telefonema do Axl ou de seus empresários? Digo, como começou o relacionamento?

Tivemos uma série de reuniões com os empresários do Axl, mas nenhum contato direto com ele. Ele é muito recluso.

Sobre o trabalho. Você recebeu instruções claras sobre ele? Você teve liberdade no processo criativo?

Axl tinha a foto da bicicleta, para começar. Entendi que era isso o que ele tinha em mente para a capa do álbum por muitos anos antes de seu lançamento. Por isso, tivemos instruções claras de que aquela foto seria usada na capa. Trabalhamos em muitas opções diferentes de capa e, por fim, Axl tomou a decisão sobre o que seria lançado. Depois disso, a questão era mais sobre descobrir como o restante das peças deveriam se assemelhar de acordo com a estética da capa e como trabalhar em todas as fotos dos membros da banda, letras, etc; dentro das páginas distribuídas. Em seguida, houve algumas instruções bastante específicas quanto ao local onde algumas coisas deveriam aparecer e a inclusão das pinturas que aparecem no encarte, etc.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Talvez você não seja um fã de GN’R, mas este álbum foi cercado de mistério ao longo dos anos. O que significou para você fazer este trabalho? Digo, este foi o retorno de Axl Rose.

Eu estava ciente da magnitude e da mística em torno deste projeto, então me senti orgulhoso de ser capaz de fazer parte disto. Eu sabia que muita gente poderia vazar esse registro. Em determinado momento a arte do álbum vazou na internet antes de seu lançamento, o que quase foi um grande fiasco. Como a arte foi recebida pelos fãs do GN’R? Eles gostaram ou não?

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O que dizer sobre as capas alternativas? Há bastante delas online, algumas delas são supostamente falsas, mas a capa "mão vermelha" é mostrada no site Smog como uma peça original do trabalho. Qual a história por trás das diferentes capas? Qual é a sua favorita? A bicicleta ou a mão?

As únicas duas capas que eu conheço são a bicicleta e a mão vermelha, ambas tendo sido oficialmente lançadas pela Geffen. Após a capa com a bicicleta ter sido lançada, Axl queria fazer uma "edição de arte" especial que contou com a arte que ele, pessoalmente, selecionou a partir de várias fontes. Isso resultou num pacote completamente alternativo e acredito que tenha sido um lançamento muito limitado. Na medida em que as capas entraram em discussão, foi difícil de escolher entre uma e outra. Talvez, por ter focado na bicicleta por tanto tempo, que tenha sido reanimador olhar para algo diferente. E eu gosto da mão vermelha pois acho que o artista fez um trabalho interessante. Mas a bicicleta também tem boas características.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Steven Adler: é difícil para ele ver o Frank Ferrer tocar suas músicas



Sobre Victor Barros

Cearense, 16 anos, ator, ex-músico (por falta de talento), roqueiro de berço, influenciado pela mãe a ouvir o Hard Rock do Bon Jovi e Guns N' Roses. É diretor da Cia de Teatro de sua cidade. Fundou o V. B. Communities e o atual Falando D Rock.

Mais matérias de Victor Barros.