Matérias Mais Lidas

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemO comportamento de Kirk Hammett que facilitou o trabalho de seu professor Joe Satriani

imagemApós resposta de Malmsteen, Jeff Scott Soto rebate guitarrista e diz que deseja paz

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio


Stamp

Michael Schenker: em entrevista, a promessa de um show especial

Por Vicente Reckziegel
Fonte: Witheverytearadream
Em 08/06/13

Em resumo, Scorpions (Lonesome Crow e Lovedrive), UFO (Phenomenon, Force It, No Heavy Petting, Lights Out, Obsession, Walk on Water, Covenant, Sharks), sem contar o Michael Schenker Group e outros tantos álbuns solo. Nestes mais de 40 anos de carreira (o primeiro disco do Scorpions ele gravou quando tinha apenas 16 anos) Michael Schenker fez de tudo um pouco, e sempre o que desejava fazer, ganhando o respeito de todos no mundo musical. Prestes a tocar no Brasil com o projeto Temple of Rock/Lovedrive, com ex-companheiros das citadas bandas, no que será, sem dúvida alguma, um evento inesquecível, Michael concedeu esta entrevista onde fala sobre como surgiu o projeto, o que espera dos shows no Brasil e os planos futuros da sua carreira. E, quem puder, participar dessa celebração do rock é quase uma obrigação. Afinal, é a história do Rock ao nosso alcance...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vicente - Você vai tocar aqui no Brasil no mês de junho, juntamente com seus velhos parceiros de banda. Como nasceu este projeto chamado Lovedrive?

Michael Schenker - Alguns anos atrás Herman e eu nos tornamos vizinhos de modo que começamos a tocar, fazer algumas jams juntos. Queria tocar coisas do UFO que eu não tocava a um bom bocado de tempo. Pete também foi ao bairro e por isso decidimos tocar adiante um projeto ao vivo executando canções populares do meu passado. Simultaneamente, eu estava trabalhando no meu próximo álbum de estúdio. Quando Herman e Pete ouviram a demo eles queriam fazer a seção rítmica nele. Eventualmente começamos uma turnê sob o nome do meu álbum, Temple Of Rock. Pete não se saiu bem e então eu perguntei a Herman o que Francis estava fazendo. Nós descobrimos que ele estava disponível e muito interessado em fazer a turnê européia no ano passado. Agora nós somos 3 membros originais do disco Lovedrive do Scorpions. Foi assim que nós acabamos chamando a turnê de Temple of Rock / Lovedrive Reunion Tour.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vicente - O que você espera desses shows aqui? E o que os fãs daqui podem esperar do Lovedrive?

Michael Schenker - Eu realmente tento não criar expectativas, mas espero que os fãs apreciem a nossa banda, tanto quanto nós. Eu sei que os fãs do Brasil agitam muito, então deverá ser um evento incrível. Uli estará se apresentando com a sua própria banda bem como se juntará a nós (Temple Of Rock) em nosso set tocando músicas do Tokyo Tapes, de seus dias com Herman e Francis com o Scorpions e o Temple Of Rock vai tocar muita coisa do Lovedrive, bem como MSG, UFO e coisas novas, desde o primeiro disco, Temple of Rock, e alguma coisa do segundo álbum - que sai em novembro...

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Vicente - Para você, quais são as músicas que nunca podem estar fora dos seus shows em especial?

Michael Schenker - Com esta formação: Lovedrive, Another Piece Of Meat, Holiday, Coast to Coast, Rock You Like A Hurricane, Blackout, Armend and Ready, Into the Arena, Rock Bottom, Doctor Doctor e muitas outras músicas clássicas.

Vicente - Você já tocou em muitos países no mundo nos últimos anos. Você acha que esses dias são melhores ou piores para as bandas em geral?

Michael Schenker - Eu realmente não sei como é para as outras bandas. Eu nunca fui parte de um movimento, mas é muito divertido estar de volta no circuito de rock n roll celebrando a era do rock clássico.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Vicente - Depois de muitos álbuns e músicas marcantes, o seu nome ficará na memória de muitos fãs ao redor do mundo para sempre. Quais são os seus maiores objetivos a partir de agora, talvez algo que você ainda não alcançou em todo esse tempo?

Michael Schenker - Eu tenho um novo álbum que sairá com a minha banda Temple Of Rock. Este será o próximo objetivo. Será rápido e pesado.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Vicente - O seu último álbum de estúdio foi "Temple of Rock". Como você vê o álbum depois de todo esse tempo? Como foi a gravação de "Temple of Rock"?

Michael Schenker - Meu primeiro álbum Temple Of Rock foi uma situação interessante. Quando eu comecei não sabia o que eu ia fazer, mas se transformou em um álbum incrível com participações de grandes músicos. Até mesmo William Shatner acabou nele, mas o meu novo álbum do Temple Of Rock está fantástico. Com Doogie White cantando surpreendentemente e com Francis e Herman (A seção rítmica original do Scorpions em Rock You Like a Hurricane) e Wayne "Neptune" Findlay, nosso "7String" e o homem dos teclados (meu companheiro de muitos anos com o MSG) está emocionante e eu não posso esperar para o lançamento em Novembro. A turnê mundial vai começar em seguida...

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Vicente - Este álbum traz um "time dos sonhos" do Hard Rock, com grandes músicos participantes. Como foi a seleção de todos eles para "Temple of Rock"?

Michael Schenker – O primeiro álbum do Temple Of rock com todos estes grandes músicos não foi fácil de organizar, mas deu tudo certo com a grande ajuda do meu representante Dr.Kauffmann e o co produtor e cantor Michael Voss, no fim deu tudo certo.

Vicente - Como foi o início de Scorpions para você?

Michael Schenker - Emocionante! Foi a primeira gravação que fiz e foi mágico.

Vicente – Sua saída foi o inicio de sua participação em outra banda lendária, UFO. Quais são suas melhores lembranças daquela época?

Michael Schenker - UFO foi um grande passo no desenvolvimento da minha música. Álbum após álbum mantive esse desenvolvimento e cada álbum deixou uma marca nas minhas lembranças. Eu me recordo de tudo como um grande episódio na minha música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vicente - Quando você começou na música, quais foram suas maiores influências, que te inspiraram a ser um músico profissional?

Michael Schenker - A primeira vez que vi esta guitarra que está aqui no quarto e toquei em suas cordas, eu sabia que isso era isso. Jimmy Page, Jeff Beck, Eric Clapton, Leslie West, Rory Gallagher, Johnny Winter e todos os grandes guitarristas do final dos anos 60 foram as minhas inspirações finais.

Vicente - Em poucas palavras, o que você pensa sobre estes guitarristas:

Jimi Hendrix: grande
Pete Townshend: ritmo
George Harrison: Não é o tipo de coisa que eu queria fazer.
Jimmy Page: Fantástico
Ritchie Blackmore: Grande

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vicente - Finalmente, por favor, deixe uma mensagem para todos os brasileiros que gostam de toda a sua carreira.

Michael Schenker - Obrigado pelo seu grande apoio durante todos estes anos e para todos os próximos que virão. Keep on rockin’ e vejo vocês no show.

20/06 - Goiânia/GO
Local: Bolshoi Pub
Ingressos: Lojas Fran's Café

21/06 - Belo Horizonte/MG
Local: Music Hall - Av. do Contorno, 3239 - Santa Efigênia
Ingressos: Cogumelo Record - Av. augusto de Lima 555, lj 32 -Centro
Patti Songs - Galeria Praça Sete, lj 52 - Centro
Pelo site Ticket Brasil
Menores de 16 anos, somente acompanhados dos pais ou responsável legal.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

22/06 - São Paulo/SP
Data – 22 de junho, às 22h; a abertura da casa será às 20h
Local – HSBC Brasil – Rua Bragança Paulista, 1281, Chácara Santo Antonio, São Paulo
Ingressos e vendas
De R$130,00 a R$280,00
Bilheteria do HSBC Brasil – de segunda a sábado, das 12h às 22h e domingos e
feriados, das 12h às 20h
Pontos de venda na capital, interior e outros estados: consultar
http://www.ingressorapido.com.br
Censura: 14 anos (desacompanhados). Menores dessa idade somente acompanhados
dos pais ou responsáveis.
Duração: Aproximadamente 1h30
Aceita dinheiro e cartões de débito e crédito (Visa, Mastercard, Credicard e Diners)
Acesso para deficientes físicos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagem"Ozzy teria se arrependido", diz guitarrista convidado para entrar no lugar de Rhoads


Scorpions: Michael Schenker "não pode" confiar na banda

Michael Schenker: os convites que recebeu de Ozzy, Aerosmith e Deep Purple

Michael Schenker: o álbum que fez as pessoas o chamarem de "deus da guitarra"



Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel.