HIM: "Hey, nós ainda existimos!", diz Ville Valo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por John Wins, Fonte: Broken Record Online, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


540 acessosHIM: petição para show de turnê de encerramento no Brasil5000 acessosLed Zeppelin: as crianças da capa de "Houses Of The Holy"

Dando sequência a série de entrevistas que o HIM vem dando desde a sua volta aos holofotes, o vocalista Ville Valo falou com a jornalista Michelle Michalski do site Broken Records Magazine. Acompanhe abaixo um pouco de Heartagram, Chris Isaak e futuros planos abordados na conversa:

BRM teve o prazer de falar com Ville Valo, vocalista da banda HIM. Uma das bandas mais populares e bem sucedidas da Finlândia, o nome HIM não é tão escuro e sombrio como a banda aparenta.

Com um pouco de amor/horror e romance, Ville e banda descobriram como aproveitar sombras e luz de um romance para transformar em uma assombração, que adicionada por música se torna algo realmente viciante de se ouvir. Esta banda finlandesa não só roubou os corações de seus fãs em sua terra natal, como estourou na cena nos Estados Unidos com seus sons melódicos inesquecível Heartagram.

Perguntamos para Ville sobre sua interpretação e significado do Heartagram, uma vez que teve um enorme impacto sobre os seus fãs em todo o mundo. "Eu cresci com bandas como o Kiss, que tiveram um grande impacto visual. Eles tiveram que criar sua própia vibe e eu estava esperando a chance de ter algo similar." Ele explicou que o símbolo aconteceu por acidente. "Eu estava rabiscando por aí com uma caneta e foi isso que aconteceu, basicamente." Eu era um fã de filmes de terror e, ao mesmo tempo, eu era um romântico incurável, então eu acho que isso é basicamente o que aconteceu. "

Não é apenas o símbolo memorável que fez de nós fãs, mas a música é claro - nos viciando com canções anteriores ao Razorblade Romance, como a canção cover de "Wicked Game".

"É uma das melhores músicas já escritas. Então, eu estou sempre feliz e abençoado por cantá-la, que um dia espero ter a oportunidade de conhecer Chris Isaak e dizer: "Você nos fez". Ville continuou, "Sua canção foi importante para nós porque um monte de bandas começam fazendo covers e músicas de diferentes pessoas e todos os artistas diferentes querem uma canção popular, sem saber qual será a vibe Ying e Yang que terá."

"Wicked Game" pode ter colocado eles no mapa, mas foi com o álbum 'Dark Light', que a banda recebeu um disco de ouro aqui nos EUA vendendo 500.000 cópias.

Por cerca de 20 anos, ele tem feito música juntos. Quando perguntado sobre sua longevidade, Ville diz: "Eu acho que a coisa mais importante é que nós crescemos juntos, o baixista, Migé e o guitarrista, Linde, nós realmente crescemos juntos - e isso é um grande negócio vindo de um país pequeno, nunca tive a idéia de que seria dada a oportunidade de ser bem sucedido internacionalmente e issou ajudou muito,"

Para comemorar seu vigésimo aniversário da sua contribuição sombria e romântica para o mundo da música, HIM está lançando uma nova compilação que sai em 26 de outubro, intitulado 'XX - Two Decades of Love Metal'. O título do álbum é tão apropriado sendo que, desde seu início no início dos anos 90, a banda colocou um nome para a sua grande loucura de talento musical, chamando-o de "Love Metal". A compilação é, naturalmente, a carreira da banda com o que se tem de melhor e mais puro, com uma faixa nova chamada "Strange World". Este é o primeiro material novo da banda desde 2010.

Então, o que a banda tem feito nos últimos dois anos e por que saiu uma coletânea? Ville diz: "É uma maneira nossa de dizer 'Hey, nós ainda existimos como uma banda e estamos trabalhando em algo novo também."

A banda entrou em estúdio no início de setembro passado para trabalhar em seu álbum novo e oitavo inédito, "Tears On Tape". Embora HIM esteja sob nova gerência há boatos de que o som da banda está retornando às suas raízes. "Vamos tentar esticar as coisas mais distantes - fazendo o yin mais longe da yang. Eu gostaria de tocar tanto quanto eu posso gostar de Roy Orbinson e eu estou esperando, ao mesmo tempo que a banda soe como Black Sabbath. "

A canção preferida de Ville no novo álbum é uma canção chamada, "Lips Go Blue". Ele falou sobre esta ser sua faixa favorita, que ajudou a dar um toque para o CD como um todo.

"É enérgico e na sua cara, mas ainda tem melancolia, meio crooney, meio Sinatra, meio uma vibe com ela."

Recentemente o HIM lançou uma coletânea intitulada "XX - Two Decades of Love Metal" com todos os sucessos dos vinte anos de carreira.

O novo CD de inéditas intitulado "Tears On Tape" com produção de Hilli Hiiesmaa e mixagem de Tim Palmer será lançado no primeiro semestre de 2013.

A banda voltou aos palcos no Helldone 2012 com quatro shows e tem sua próxima apresentação marcada para 31 de Maio no Ursynalia Festival 2013, Polônia.

Para mais informações acesse: HIM Brasil (facebook.com/himbrasil) O maior conteúdo sobre HIM em português!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

540 acessosHIM: petição para show de turnê de encerramento no Brasil0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "HIM"

Bandas de rockBandas de rock
O logo pode ser tão memorável quanto o maior hit

EsquisiticesEsquisitices
Algumas exigências bizarras de astros para shows

Sedentos por SangueSedentos por Sangue
Confira 5 belas canções sobre Vampiros

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "HIM"

Led ZeppelinLed Zeppelin
As crianças da capa de "Houses Of The Holy"

Futebol e rockFutebol e rock
As paixões de Harris, McCartney, Daltrey e outros

MotorheadMotorhead
Perguntas dos fãs respondidas por Lemmy

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19855000 acessosRockstars: as filhas mais lindas dos astros do rock5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19865000 acessosHistóricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars5000 acessosPhil Anselmo: Lord Ezec desafia vocalista para duelo na porrada5000 acessosAlice In Chains: Layne Staley quase assumiu vocal do Audioslave

Sobre John Wins

John Wins é aspirante a jornalista, além de ser designer e escritor. Trabalha como roteirista/apresentador no Heavy Talk e como administrador/editor no HIM Brasil. Grande pesquisador do metal nacional e principalmente do metal finlandês. Para mais informações, acesse: twitter.com/johnwins. Força Sempre!

Mais matérias de John Wins no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online