Matérias Mais Lidas

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Nervosa: é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católicoNervosa
"é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católico"

Gilby Clarke: Axl Rose foi quem te demitiu, certo?Gilby Clarke
"Axl Rose foi quem te demitiu, certo?"

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Pantera: e se Vulgar Display Of Power fosse gravado pelo Metallica?Pantera
E se "Vulgar Display Of Power" fosse gravado pelo Metallica?

Ozzy Osbourne: O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!Ozzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

Metallica: Bob Rock vendeu direitos de várias músicas, incluindo faixas do Black AlbumMetallica
Bob Rock vendeu direitos de várias músicas, incluindo faixas do "Black Album"

Angra: banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico RebirthAngra
Banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico "Rebirth"

Nervosa: ouça o novo álbum Perpetual Chaos, primeiro com nova formaçãoNervosa
Ouça o novo álbum "Perpetual Chaos", primeiro com nova formação

Dallton Santos: Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetasDallton Santos
Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetas

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Fear Factory: carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentosFear Factory
Carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentos

Jon Bon Jovi: veja-o cantar Here Comes the Sun, hit dos Beatles, na posse de BidenJon Bon Jovi
Veja-o cantar "Here Comes the Sun", hit dos Beatles, na posse de Biden

Lista: 15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metalLista
15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metal

Kerrang: do grunge ao death metal, 20 álbuns clássicos que farão 30 anos em 2021Kerrang
Do grunge ao death metal, 20 álbuns clássicos que farão 30 anos em 2021


Matérias Recomendadas

Como batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidosComo batizar a criança
Os nomes de bandas mais estúpidos

Intrigas: Bandas em família que terminaram malIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

Pattie Boyd: o infernal triângulo com George Harrison e Eric ClaptonPattie Boyd
O infernal triângulo com George Harrison e Eric Clapton

Emo: gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nadaEmo
Gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada

Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parteRockstars
As esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Tunecore
Malvada

Astafix: fruto das brigas internas no CPM22

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

Quem diria que, um dia, um dos caras do CPM22 iria gerar um grupo furioso como o Astafix... Wally reuniu um time de ótimos músicos – o guitarrista Paulo Schroeber (Almah), o baixista Ayka (Chipset Zero) e o baterista Thiago Caurio – e liberou um álbum de estréia que responde pelo título "End Ever", que é puro Heavy Metal com grande aproximação de sua faceta extrema, e que mostra como o guitarrista estava artisticamente deslocado em sua ex-banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


O trabalho é respeitável e vem chamando a atenção da mídia especializada, e o Whiplash! foi saber um pouco mais sobre a banda. Mas só um pouco, pois, como é de conhecimento de (quase) todos, Wally tem grande propensão a respostas curtas e diretas!

Whiplash!: Olá Wally. Antes de mais nada, quero parabenizá-lo pelo álbum "End Ever", que está matador! Bom, gostaria de começar nosso papo pelo óbvio: desavenças pessoais, musicais, decepção com a indústria fonográfica... Algo que nunca ficou claro foi o real motivo de sua saída do CPM22. O que aconteceu, afinal?

Wally: Valeu velho! Fiquei muito satisfeito com o resultado final de "End Ever". Falando sobre a minha saída, foi uma soma de tudo o que rolou nos últimos anos, o desgaste da convivência, brigas internas, eu pensava muito diferente e por isso decidi seguir o meu caminho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash!: É claro que você deve manter seus contatos na indústria musical, mas, considerando toda a estrutura por trás do sucesso comercial de sua antiga banda, como é recomeçar do zero, e com uma sonoridade tão anticomercial como a do Astafix? Quais os prós e contras em ser uma banda independente no Brasil?

Wally: É ducaralho! Estou fazendo algo que me agrada, então eu acho que isso já vale muito a pena. Os prós são a liberdade de compor e gravar, do seu jeito, sem pressões externas. Os contras são a falta de espaço em geral, como tocar em rádios e TV.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash!: "End Ever" vem tendo uma excelente recepção por parte do público e mídia especializada, e sei que muitos consideram o Astafix como uma das revelações de 2009. Neste sentido, nenhum selo ou gravadora se dispôs a lançar o disco?

Wally: O "End Ever" está sendo distribuído pela Voice Music no Brasil, e estamos fazendo contatos para tentar distribuir o disco em outros países.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Whiplash!: O fato de o guitarrista Paulo Schroeber (Almah) e o baterista Thiago Caurio morarem na distante Caxias do Sul (RS), não atrapalha os ensaios e criação de novas canções?

Wally: Não atrapalha, a gente acaba se encontrando todo mês e fazemos alguns ensaios, e existem planos de eles se mudarem para SP em breve.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash!: Agora que o Astafix é uma banda real, qual o caminho a seguir? Vocês possuem alguma preocupação em desenvolver um estilo próprio ou continuarão com a liberdade de flutuar por vários subgêneros mais extremos do Heavy Metal, como foi apresentado no repertório de "End Ever"?

Wally: Com certeza vamos sempre estar inovando nosso som, procurando cada vez mais um estilo próprio.

Whiplash!: "End Ever" é um tanto quanto pessimista em relação ao rumo que a raça humana vem seguindo. Para você, em sua posição como músico, é importante explicitar toda essa desesperança, ou esses temas estão aí, superficiais, apenas para complementar todo o clima sombrio das composições?

Wally: Sim, e muito importante. O mundo está doente!

Whiplash!: O Astafix realizou sua primeira apresentação no Festival Palco do Rock, em pleno carnaval de Salvador (BA). Como foi a reação do público ao novo estilo musical que você adotou? Suponho que muitos não aceitem um cara que passou por uma banda que fez grande sucesso comercial entre o público adolescente esteja agora tocando um Heavy Metal tão denso, não?

Wally: A aceitação do público foi muito boa. O Astafix é uma banda nova, tenho músicos espetaculares ao meu lado. Acho que o público, em sua grande maioria, vê desse jeito.

Whiplash!: Os formatos digitais veem preocupando escritores, cineastas e, principalmente, os músicos. É consenso que a internet ajuda em muito a divulgação das novas bandas, mas o quanto você acha que os downloads ilegais realmente prejudicam a profissionalização do artista?

Wally: Eles prejudicam muito, mas até agora todos parecem estar perdidos em relação ao futuro da música, gravadoras, artistas. O que fazer? E uma questão bem complicada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash!: E os planos para 2010? Turnês, novo álbum, o que o público pode esperar por parte do Astafix?

Wally: Shows. Queremos mostrar agora o "End Ever" ao vivo.

Whiplash!: Ok, cara. O Whiplash! agradece pela entrevista. O espaço é de vocês para os comentários finais.

Wally: Valeu todos do Whiplash! E todos que curtem o Astafix!

Contato: www.myspace.com/astafix


Dead Daisies
Stamp
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


AC/DC: Axl conta por que Angus vive correndo no palcoAC/DC
Axl conta por que Angus vive correndo no palco

Boatos no rock: auto-felação, satanismo, sexo bizarro?Boatos no rock
Auto-felação, satanismo, sexo bizarro?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.