Ozzy Osbourne: Sem drogas antes de subir no palco... só depois!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabio Rondinelli, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Em entrevista para a revista Details, em junho de 2007, OZZY OSBOURNE comentou sobre o Reality Show "The Osbournes", o acidente de quadriciclo, o jantar na Casa Branca e outros temas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre filmar o Reality Show "The Osbournes":

OZZY OSBOURNE: "Ainda acredito no Rock and Roll"

Sobre a popularidade do programa>:

"Havia uma porrada de câmeras por toda a parte. Mas eu disse a eles que deveria ter um quarto seguro. Um lugar onde eu pudesse coçar meu saco, tirar meleca do nariz ou espremer uma espinha sem ser filmado pelas câmeras."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Meu filho [Jack Osbourne] disse para mim um dia: 'Pai, deixe-me fazer uma pergunta. Você gosta de pessoas rindo de você?' E eu disse: 'Sabe, Jack, desde que estejam rindo, não dou a mínima.' Eu na hora não compreendi bem o que ele queria dizer, mas agora acho que ele estava dizendo, de uma maneira mais gentil, que todo mundo me achava uma grande piada."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre seu passado com as drogas:

"Eu raramente ia pro palco sob o efeito delas. Ao fim do show, aí sim, eu me enchia de Vicodin."

Sobre cheirar uma fileira de formigas:

"Não me lembro disso - [na turnê com o MÖTLEY CRÜE] estava totalmente fora de controle. Mas eu não poderia continuar com aquele estilo de vida, pois não queria morrer. Você tem que ficar puto consigo mesmo antes de procurar ajuda."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre suas permanentes posições contrárias ao estabelecido "pela sociedade":

"Não gosto de frequentar casas noturnas. Ainda acredito no rock and roll. E meu filho já está bem velho para ser convocado, mas eu sempre digo que se trouxessem de volta o alistamento involuntário, faria de tudo para que ele não fosse chamado. Não gosto da idéia de meu filho ser convocado para lutar numa guerrinha estúpida no Iraque por causa da porcaria do petróleo."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre comparecer a um jantar na Casa Branca em 2002:

"Eu estava bebadaço, totalmente chapado".

Quanto a sobreviver ao acidente de quadriciclo:

"Eu estava indo a não mais de três ou quatro milhas por hora e acabei em coma por oito dias... Se eu estivesse a 120 milhas por hora, seria um jeito legal de morrer - mas quatro milhas por hora? Ozzy Osbourne!?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Reb Beach: Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bostaReb Beach
"Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bosta"

Slipknot: Corey não entende tristeza dos colegas e diz ter pouco em comum com elesSlipknot
Corey não entende tristeza dos colegas e diz ter pouco em comum com eles


Sobre Fabio Rondinelli

É paulistano e tem 22 anos. Há cerca de uma década conheceu o Rock através de Aerosmith e The Offspring. Um pouco depois, com uma ajudinha básica do Iron Maiden, descobriu o Metal e seus derivados. Hoje é devoto de ambos e aprecia bandas das mais diversas vertentes: de Beatles, Queen e Pink Floyd, passando por Engenheiros do Hawaii e Radiohead, até Angra, Blind Guardian e System of a Down. Visita o Whiplash faz alguns anos e certo dia resolveu traduzir algumas notícias para o site.

Mais matérias de Fabio Rondinelli no Whiplash.Net.

GooAdHor Goo336 Cli336 Goo336 Goo336 Cli336