Stratovarius: a verdadeira origem do nome da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Rocha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Todos nós que acompanhamos a história do STRATOVARIUS sabemos como a banda assim foi batizada. O grupo finlandês foi fundado em 1984 sob o nome BLACK WATER e mudou o nome em 1985. A ideia veio do baterista fundador Tuomo Lassila, que mesclou o nome da famosa marca de violinos Stradivarius com o do modelo de guitarra Stratocaster, da Fender. Assim, o nome da banda passou a indicar as influências de seu som, um Heavy Metal com influências de música clássica. Mas a boa sacada de Lassila, todavia, não era original. O nome "Stratovarius" já havia sido moldado no início dos anos 70 por uma das mais inovadoras instituições musicais de todos os tempos.

Stratovarius: página da Skol responde guitarrista após ele reclamar de cervejaSlipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O KRAFTWERK, sem sombra de dúvidas, é um dos grupos musicais mais influentes de toda a história. Se por acaso você comete o pecado por omissão de não conhecer o KRAFTWERK, te deixo aqui uma rápida explicação: o conjunto alemão ostenta tão-somente o título de criador da música eletrônica. E este é um título da mais alta patente, considerando o quanto esta faceta musical se espalhou a partir do fim dos anos 70, tanto independentemente como parasitando outros estilos musicais. Eles simplesmente criaram todos os equipamentos e desenvolveram todas as técnicas de música eletrônica que depois inundaram o mundo como dilúvio incessante desde o começo dos anos 80. No Pop, no Rock/Metal Industrial... Seja onde for. Até no Funk carioca. Onde quer que você ouça sons eletrônicos, tenha certeza que foi o KRAFTWERK quem inventou esses sons. Mas no comecinho da carreira da banda, o som deles era mais orientado para o Rock.

O Krautrock foi um movimento musical alemão que viveu seu auge no fim dos anos 60 e começo dos anos 70. As bandas do Krautrock faziam uma espécie de Rock Progressivo, mas com doses reforçadas de psicodelia à la PINK FLOYD, experimentações, viagens musicais e minimalismos. O segundo álbum do KRAFTWERK, autointitulado, o primeiro da banda com o nome pelo qual ficou conhecida, foi lançado em 1970 e é uma excelente amostra da sonoridade do Krautrock. A faixa nº 2 deste álbum se chama "Stratovarius", e a ideia do nome foi a mesma que Lassila teve ao batizar a banda de Power Metal: um híbrido de Stratocaster e Stradivarius. Confira o som viajado e altamente experimental da música "Stratovarius". Estes eram tempos anteriores aos quais o KRAFTWERK tomaria de assalto o mundo da música com suas criações eletrônicas.

Assim como os alemães nem sempre foram eletrônicos, os finlandeses nem sempre tiveram Timo Kotipelto nos vocais. Confira a música "Future Shock", faixa nº 1 do debut do STRATOVARIUS "Fright Night", de 1989. Aqui, os vocais estavam sob responsabilidade do fenômeno bipolar Timo Tolkki e a bateria era ocupada pelo fundador Tuomo Lassila. Estes eram tempos anteriores aos quais o STRATOVARIUS tomaria de assalto o mundo do Heavy Metal com suas músicas movidas a bumbos duplos.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Stratovarius"Todas as matérias sobre "Kraftwerk"


Stratovarius: página da Skol responde guitarrista após ele reclamar de cervejaStratovarius
Página da Skol responde guitarrista após ele reclamar de cerveja

Stratovarius: em turnê pelo Brasil, guitarrista reclama da cerveja localStratovarius
Em turnê pelo Brasil, guitarrista reclama da cerveja local

Resenha - Stratovarius (Carioca Club, São Paulo, 22/11/2019)Stratovarius: Timo Kotipelto convoca fãs para show em São Paulo nesta sexta

Stratovarius: Timo Tolkki acusa banda sueca de plágioStratovarius
Timo Tolkki acusa banda sueca de plágio

Stratovarius: Entrevista com o vocalista brasileiro da banda de Timo Tolkki

Ademir Vieira: Dono de uma admirável coleção do StratovariusAdemir Vieira
Dono de uma admirável coleção do Stratovarius

Stratovarius: por onde anda o ex-baterista Jorg Michael?Stratovarius
Por onde anda o ex-baterista Jorg Michael?


Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Loudwire: as 10 melhores músicas do Slipknot segundo o siteLoudwire
As 10 melhores músicas do Slipknot segundo o site


Sobre Bruno Rocha

Cearense de Caucaia, professor e estudante de Matemática, torcedor do Ferroviário e cafélotra. Entrou pelas veredas do Heavy Metal na adolescência e hoje é um aficionado e pesquisador de todos os gêneros mais tradicionais desta arte e de suas épocas. Tem como forte o Doom Metal, não obstante o sol de sua terra-natal.

Mais matérias de Bruno Rocha no Whiplash.Net.

adGoo336