Beatles: padres cantores homenageiam capa de "Let It Be"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Breno Airan, Fonte: Rock na Velha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Depois do período de fartura da Semana Santa, não só os ovos de Páscoa e barras de chocolate entraram em promoção.

Rachel Sheherazade: cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The NoiteFotos de Infância: Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Muitos artigos religiosos também estão em liquidação e vários deles são postos à venda justamente nesses períodos ditos sacros.

Pois bem. Em uma das inúmeras Lojas Americanas pelo país - esta em questão em Maceió, capital de Alagoas -, o Rock na Velha pôde flagrar uma cópia escancarada, a um preço promocional.

Uma coletânea com músicas de cunho religioso, intitulada "Erguei as Mãos", um dos sucessos do padre Marcelo Rossi, mostra a mesma perspectiva usada para a capa de "Let It Be", último play dos Beatles.

Há canções como a faixa-título, "O Senhor Tem Muitos Filhos", "Mil Vezes Santo", "Tudo É do Pai", "Deus de Promessas", "Autor da Fé (Noites Traiçoeiras)", "Cura Senhor" e até um bônus track, a "Ave Maria", de Gounod, interpretada por Agnaldo Rayol.

"Semelhança"

O décimo terceiro disco dos Fab Four tem John Lennon de lado, logo à esquerda, e do outro lado, Paul McCartney quase que de frente.

Embaixo, Ringo Starr e George Harrison estão com os olhares para o mesmo caminho.

Na capa de "Erguei as Mãos", o 1º volume das várias compilações promovidas pela LGK Music, pode-se notar que o padre Marcelo Rossi e o padre Fábio de Melo, revelação da música católica, estão nos mesmos limiares de John e Paul. Bem como o padre Juarez de Castro e padre Antônio Maria estão para Ringo e George.

No mosaico de rostos, como pano de fundo, a cor preta, também usada em "Let It Be", de 1970. A mesma fonte do título do CD do quarteto de Liverpool foi 'aproveitada' em "Erguei as Mãos".

Mas, e aí? Deixa estar?!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Beatles"


Paul McCartney: músico relembra sofrimento com vícios após fim dos BeatlesPaul McCartney
Músico relembra sofrimento com vícios após fim dos Beatles

2016: o ano das mortes de impacto no rock/metal2016
O ano das mortes de impacto no rock/metal


Rachel Sheherazade: cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The NoiteRachel Sheherazade
Cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The Noite

Fotos de Infância: Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie PaulFotos de Infância
Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul


Sobre Breno Airan

Acima de tudo, um forte. Ser roqueiro no Nordeste é estar cercado de olhares de soslaio. Mas ele sabe ser simpático. Começou a escutar Heavy Metal ainda na barriga da mãe. A seu pai, uma verdadeira enciclopédia do estilo, deve tudo. Aos 14 anos, pediu para uma tia R$ 12 de presente de Natal, foi a uma loja de CDs usados e catou logo o "Rust in Peace", do Megadeth - em perfeito estado, inclusive. Daí por diante, a paixão só vem aumentando. É editor do blog Rock na Velha, integrante do blog Combe do Iommi e colaborador da revista alagoana Rock Meeting. Ainda tem tempo para ser jornalista e de tocar baixo em sua banda de Hard Rock, a Azul Manteiga.

Mais matérias de Breno Airan no Whiplash.Net.

Goo336x280