Paixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cleyton Lutz
Enviar Correções  

O futebol é paixão nacional... na Inglaterra. Engana-se quem pensa que a paixão pelo esporte se resume ao Brasil ou aos países latinos. Quando o assunto é futebol, até os contidos britânicos saem do sério. Apesar de existirem relatos de jogos similares ao futebol praticados em regiões como a China e cidades onde fica hoje a Itália, o futebol como nós conhecemos e praticamos hoje surgiu na Inglaterra. Em 1848, surgem às primeiras regras com o intuito de diferenciar o futebol do rúgbi, outro esporte bastante praticado na Inglaterra. Alguns anos mais tarde, em 1863, é criada a "The Football Association", a Federação Inglesa de Futebol. Com ela as regras do esporte começam a se consolidar, dando origem ao futebol moderno.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assim como a idéia de criar um jogo no qual se chuta bola (ou algo parecido), o Rock 'n' Roll também não foi invenção britânica. Mas é inegável, que desde que o gênero musical foi inventado ainda na década de 1950, a contribuição dos ingleses para a evolução do rock foi grande. Na ilha surgiram o Pop-Rock dos Beatles, o Rock Progressivo, o Hard Rock, algumas das bandas mais importantes do Punk, o Heavy Metal tradicional, o Britpop e por aí vai...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Nos BEATLES, primeira banda britânica ao atingir em cheio o mercado norte-americano, o membro mais interessado no esporte era Paul McCartney, embora não se saiba ao certo para que time ele torce. Há quem diga que McCartney torce pelo Everton, outros afirmam que o coração dele bate mais forte pelo Liverpool – ambos são os principais times de Liverpool. Especula-se inclusive que exista uma gravação do Beatle cantando o hino do Everton. O que se sabe comprovadamente é que entre as personalidades que fazem parte da capa do clássico "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", aparece Albert Stubbins, meio-campo do Liverpool. E se os roqueiros britânicos sempre são associados ao futebol, o inverso também acontece. George Best, grande astro do Manchester United na década de 1960, foi apelidado de o "quinto Beatle". O jogador, falecido há dois anos, sempre foi associado a uma imagem de sucesso e rebeldia, no mesmo período em que os Beatles conquistavam o mundo.


No THE WHO, outro banda inglesa da década de 1960, o vocalista Roger Daltrey é simpatizante do Arsenal, um dos mais tradicionais clubes londrinos. No jogo de despedida do estádio Highbury, antiga casa do clube, entre Arsenal e Wigan, Daltrey cantou uma música em homenagem ao estádio, prestes a ser demolido. A canção se chamava "Highbury Highs" e sua letra cita personalidades que se destacaram na história do clube. No mesmo evento, o vocalista do THE WHO cantou ainda "My Generation", um clássico da banda.


Daltrey não é o único roqueiro famoso a torcer pelos "Gunners", forma como o time também é conhecido na Inglaterra. A lista se estende por Roger Waters, baixista do PINK FLOYD, David Gilmour, guitarrista, também do PINK FLOYD, Johnny Rotten, vocalista do SEX PISTOLS. Roger Waters, inclusive, não se limitava a ser um simples torcedor do clube. No livro "The Dark Side Of The Moon – Os bastidores da obra-prima do Pink Floyd", escrito pelo jornalista John Harris, Waters relata que, entre 1968 e 1975, ia a todos os jogos que o Arsenal realizava em casa. Isso chegou a interferir na gravação do álbum "The Dark Side Of The Moon", a grande obra-prima do Pink Floyd. "Eu literalmente sonhava em jogar no Arsenal naqueles dias", afirma o músico. A paixão de Waters pelo futebol pode ser percebida em uma passagem da música "Money": "Think I'll buy me a football team" (Acho que comprarei um time de futebol para mim). Na mesma época o Pink Floyd tinha um próprio time para jogar suas "peladas".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outro torcedor do Arsenal é Roger Glover, baixista do DEEP PURPLE. Ainda na banda, um dos expoentes do Hard Rock britânico, o vocalista Ian Gillan torce pelo Queens Park Rangers, clube londrino que disputa a "Football League Championship", que equivale à segunda divisão do futebol inglês; e o tecladista Don Airey torce pelo Sunderland, recém-promovido a "Premier League", primeira divisão inglesa, e clube da cidade onde nasceu. Inclusive, os membros do DEEP PURPLE podem ser visto batendo uma bolinha no clipe de "Perfect Strangers".


No LED ZEPPELIN, outra banda do hardão setentista, o guitarrista Jimmy Page é simpatizante do Chelsea, time do magnata russo Roman Abramovich. Já o vocalista Robert Plant torce pelo Wolverhampton Wanderers, time da segunda divisão inglesa, e clube pelo qual torce o baixista/vocalista Glenn Hughes (DEEP PURPLE, BLACK SABBATH).

No BLACK SABBATH, outra banda famosa que surgiu nos anos 1970 e que dispensa comentários, as atenções estão voltadas para a cidade de Birmingham, local onde a banda foi fundada. Tanto o baixista Geezer Butler quanto o vocalista Ozzy Osburne torcem pelo Aston Villa, uma das equipes mais tradicionais do futebol inglês, fundada em 1874, e detentora de sete títulos ingleses, além de uma Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões da Europa). Na cidade, o Aston Villa divide as atenções da cidade com o Birmingham, outra equipe do local. Esta temporada, os dois clubes fazem parte da primeira divisão inglesa. Inclusive, em agosto de 2007 chegou a ser noticiado que Butler estariam interessado em comprar o Aston Villa, informação desmentida logo em seguida. Pouco depois da Copa de 2006, o baixista do BLACK SABBATH publicou uma nota no seu site no qual dizia: "O futebol é uma verdadeira religião, aleluia".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Já Ozzy leva seu nome em uma equipe de futebol, o "Ozzy Powered Football Club", um time para jovens jogadores, criado por pelo fã Garry Raybould. O time conta com a "benção" de Ozzy e o uniforme foi desenhado por ele e por Sharon. E Ozzy não é o único a patrocinar um time de futebol. O guitarrista do QUEEN Brian May e o baixista/vocalista do MOTORHEAD Lemmy Kilmster também tem seus times, ambos na categoria sub-10 – para jogadores de até 10 anos. May apóia o Purley Jubilee, que possui um uniforme similar ao do Barcelona da Espanha. Já Kilmster colabora com o Greenback FC, cuja camisa (preta) carrega o Snaggletooth, o símbolo da banda.


Outra banda britânica caracterizada pela sua paixão pelo futebol é o IRON MAIDEN. O baixista Steve Harris talvez seja o músico mais ligado ao esporte. Torcedor fanático do West Ham, outra equipe tradicional de Londres, Harris chegou a integrar as categorias de base do clube. Mais tarde o baixista acabou optando pela música. O guitarrista do IRON MAIDEN Janick Gers é quem assina o perfil de Harris presente no site oficial da banda. Gers escreve: "Ele é um grande jogador de futebol e tinha que escolher jogador futebol profissionalmente ou tocar música quando era criança, mas eu acho que ele tomou a decisão certa".

Já o vocalista Bruce Dickinson se notabilizou no mundo do futebol por pilotar um vôo que levava a equipe escocesa do Glasgow Rangers para uma partida da Copa da UEFA – segunda competição mais importante da Europa. Ainda no IRON MAIDEN, Janick Gers torce pelo Newcastle, Adrian Smith, outro guitarrista, torce pelo Manchester United – apesar de ter nascido em Londres – e Dave Murray torce pelo Tottenham, equipe do bairro homônimo de Londres. Outro torcedor do Tottenham é Mick Box, guitarrista do URIAH HEEP. Certa vez em uma entrevista, perguntado sobre o que gostaria de fazer se não fosse músico, Box cravou sem dúvida: "Jogador do Tottenham".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


E para encerrar, é impossível falar de futebol no Reino Unido sem falar dos irmãos Liam e Noel Gallagher, do Oasis. Vindos de Manchester, eles são fanáticos torcedores de um time da cidade e se engana quem apostar no Manchester United. Eles preferem o Manchester City, o primo pobre do lugar. Realmente, partindo dos marrentos irmãos Gallagher não se poderia esperar outra coisa...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Listed: TV americana elege os maiores bad boys da músicaListed
TV americana elege os maiores bad boys da música

Music Radar: Os maiores frontmen de todos os temposMusic Radar
Os maiores frontmen de todos os tempos


Sobre Cleyton Lutz

Estudante de Jornalismo, mora em Guarapuava, PR. Adora escrever sobre futebol e rock 'n' roll. Sobre música, adora o Hardão Setentista (Grand Funk, Uriah Heep, Deep Purple, Led Zeppelin) e o progressivo (Yes, Jethro Tull, Focus). Para música acha que nasceu pelo menos uns 30 anos atrasado. Das bandas atuais gosta de White Stripes, Wolfmother e Hellacopters. Mas sua paixão é o som trascendental do Pink Floyd. Os seus grandes sonhos são ver ao vivo uma reunião dos quatro novamente, como ocorreu no Live 8, além de comprar uma moto com a primeiro dinheiro que ganhar com o jornalismo.

Mais matérias de Cleyton Lutz no Whiplash.Net.

GooInArt Goo336 Cli336 Goo336 Goo336 CliIL