Matérias Mais Lidas

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemOzzy achou que integrantes do Metallica estavam tirando uma com sua cara durante turnê

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemQuando Pete Townshend faltou a um show do The Who pra ir assistir o Pink Floyd

imagemA surpreendente maneira que Nando Reis ficou sabendo da morte de Marcelo Fromer

imagemComo o Lollapalooza desmereceu Ozzy Osbourne e ele deu a volta por cima

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemStratocaster: A espada dos deuses


PRB

Ayreon: The Final Experiment é sem dúvida uma Rock Opera deveras interessante

Resenha - Final Experiment - Ayreon

Por Michel Sales
Em 08/07/20

A Europa possui um legado literário milenar, onde cada país acentua sua cultura temporal, referindo características e conceitos específicos, também fabulosos sobre costumes, política, economia, crenças, bruxaria, magia, o universo e outros assuntos, ou seja, esse vasto leque de qualidade literária quando disperso na cabeça do europeu só o deixa fortalecido de conhecimentos, agregando também virtudes e experienciais diferenciadas, propiciando, sobretudo, imaginação e perspicácia para criar e recriar situações do passado, presente e futuro, resumindo a literatura com a música, por exemplo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E assim, as histórias da música e também da pintura referem o vai e vem do tempo. Mas somente a música compartilha de elementos sonoros que reviram tua cabeça e teu espirito, te deixando estático numa viagem universal. Então, reluzindo ocasiões distintas, de forma ficcional, sob o flerte da literatura e da música, surge na Terra um cara que realmente parece viajar no tempo, o holandês Arjen Lucassen. Mas seria Lucasen um ser humano real ou talvez um alienígena interferindo na vida dos terráqueos com sua inteligência sobrenatural?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No mais, o importante desse enredo é que no ano de 1995 o multi-instrumentista Arjen Lucassen inaugurou o projeto #Ayreon, lançando a Rock Opera Progressiva - ‘The Final Experiment’, disco de mais de 70 minutos que conta a história do personagem Ayreon, um menestrel cego que viveu na Bretanha do século VI (d.C), replicando visões do futuro sobre a destruição da Terra pela humanidade.

O vidente subsiste no ano de 2084, mas foi enviado por cientistas para transmitir mensagens especificas ao povo da ilha de Avalon. Nas canções, o cego sinaliza a todos que causas diversas provocadas pelo homem vão acabar com a Terra e que sua presença no passado é uma esperança para adverti-los de um destino trágico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No Ato I do disco, o menestrel viaja cantando canções sobre guerras, desastres naturais e tecnologia computadorizada, histórias que assustam os aldeões. E logo sendo expulso da cidade, no Ato II, Ayreon vai até o castelo do rei Artur e dentro da corte o cego canta sobre suas visões. Porém, o enciumado Merlin verifica suas habilidades e atrita com o menestrel, o categorizando de farsante, esse é o Ato III. Mas Merlin, então no Ato IV, amaldiçoa o cego, porém o mago toma ciência de seu erro, prevendo que a mensagem chegará à mente de outro menestrel que vive no final do século XX (d.C).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Final Experiment é sem dúvida uma Rock Opera deveras interessante de apreciar seu desenrolar literário e musical. O disco contou com a participação de treze cantores e sete músicos. Vale ressaltar que em toda a discografia do genial Arjen Lucasse, o multi-instrumentista inventa e reescreve situações diversas, sobretudo, replicado referências sonoras de bandas consagradas, além de trilhas sonoras de filmes impactantes e da música folclórica e clássica. Sendo assim, aprecie com carinho este trabalho que comumente trilha fora da curva do gosto habitual de muitos fãs de Rock/Metal, mas saiba que Arjen Lucassen é um verdadeiro ‘Alien’ Lucassen.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Resenha - Revel in Time - Star One


Gigantes do Rock e Metal: alguns músicos muito, muito altos



Sobre Michel Sales

Jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima (UFRR), com pós-graduação em Teologia Pastoral pelo Instituto Padre Calleri/UFRR. Atualmente está concluindo a graduação de Licenciatura em Educação Física pela Universidade Estadual de Roraima (Uerr). Começou a escrever sobre Cultura em 2004, iniciou em blogs, depois atuou na equipe de redação da revista Somos, da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Roraima), trabalhou na assessoria de Comunicação do Sesc-RR (Serviço Social do Comércio) e na redação do Jornal Folha de Boa Vista. Tem colaborado com o portal Whiplash.Net desde 2020, nutre gosto por fotografia e colecionismo de Discos, Quadrinhos, Figuras de Ação e Filmes. Nas redes sociais: michel.sales.33 ; @mythospoetico #hellfireclub #rrclubehq .

Mais matérias de Michel Sales.