Resenha - Tribute to the Priest - Vários

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E a Nuclear Blast não pára de produzir tributos. Depois do bom tributo ao Iron Maiden, a gravadora reúne vários artistas (nem todos de seu “cast”) e prepara este tributo ao grande Judas Priest. Nada mais merecido, para um dos grandes nomes do heavy metal.
9 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosAC/DC: as 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

Tributos costumam ser discos complicados de serem ouvidos, principalmente pelas diversas opções que as bandas possuem ao gravar suas versões: manter fidelidade ao original, mexer um pouco (adicionando seus elementos pessoais), ou simplesmente recriar a música, dando-lhe roupagem diferente. Neste caso, a maioria das bandas se manteve fiel a música original, com resultados bem parelhos e constantes.

Ouvir o Annihilator tocando “Hell Bent for Leather” (extraída de seu terceiro disco “Set the World on Fire”) é bem agradável. Os vocais, na época executados por Aarom, são bem agressivos e a competência da banda impera pela faixa. Isso se repete na primorosa versão de “Metal Gods” pelo Primal Fear. Ralph Scheepers realmente tem uma voz muito influenciada por Rob Halford, e isso fica evidente na faixa. Ouso dizer que ele se sai melhor que Ripper Owens, principalmente nos agudos, mas é algo pessoal. O Skid Row também se sai bem com “Delivering the Goods”, ao vivo e com Mr Halford como convidado.

Ouvir também bandas mais death metal como o saudoso Death (com uma versão matadora de “Painkiller” – os vocais de Chuck se encaixaram bem, muito bem), o Siebenburgen (com uma versão death/black para “Jawbreaker” muito bem adaptada ao estilo da banda, com vocais guturais) é bem interessante. Mas o mesmo não se repete com a enfadonha versão do Benediction para “Eletric Eye” e com o Witchery para “Riding on the Wind” (os vocais não ficaram bons... embora o instrumental seja fiel ao original).

O resto do tributo não compromete, mas também não empolga tanto. O Iced Earth faz bem sua parte com “Screaming for Vengeance” (embora os gritos de Mathew Barlow sejam um tanto irritantes) e Dc Cooper e o Silent Force arrebentam em “All Guns Blazing”. Já o Steel Prophet fica devendo em “Dreamer,Deceiver”. Dada a competência da banda, a música ficou um tanto quanto entediante. O que também acontece em menor escala com o Armored Saint em “Never Satisfied”. Apesar da banda ser habilidosa, os vocais de John Bush não se encaixaram bem à música. Para finalizar o Therion faz uma versão bem fiel de “Green Manalish” (com belos vocais de Chirstopher Johnsson) e o Thunderstone cumpre burocraticamente o seu papel com uma “fede nem cheira” versão para “Diamonds and Rust”. O Hammerfall apresenta “Breaking the Law”, com a mesma troca de instrumentos que costuma fazer ao vivo, e com os vocais pífios de Oscar Dronjak, que se esforça, mas não consegue apresentar um resultado além de razoável.

O tributo é bem interessante, mas peca pelo fato da maioria das músicas já terem sido lançadas em outros discos, seja em versões japonesas ou no próprio produto. Apenas Therion e Primal Fear (que gravou sua versão nas sessões de “Black Sun” com a participação de Mike Chlasciak do Halford). De que vale um tributo sem originalidade, sem músicas novas... mesmo que o material seja de qualidade (e em boa parte o é) seria legal ver outras bandas fazendo novas versões, como aconteceu com os dois tributos lançados em 1995, que só traziam versões inéditas. Mas mesmo assim é um bom produto, valendo a conferida.

Material Cedido por:
Nuclear Blast/Century Media Latina
Cx Postal 1240 – São Paulo Sp – Cep:01059-970
http://www.nuclearblast.de
http://www.centurymedia.com.br

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MastodonMastodon
Dailor sofreu após Hinds dizer que Judas Priest não é metal

9 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1481 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's456 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

Ellen JabourEllen Jabour
Slayer, Metallica, Guns e Judas no Top10 da modelo

MetallicaMetallica
"Master of Puppets" é eleito o álbum de metal mais influente

Rob HalfordRob Halford
"Não sou a mesma pessoa quando estou no palco!"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

AC/DCAC/DC
As 10 melhores músicas da banda com Bon Scott

NirvanaNirvana
Site elege as dez melhores músicas do grupo

Pain Of SalvationPain Of Salvation
Daniel Gildenlöw fala sobre os Mamonas Assassinas

5000 acessosEm 16/08/1977: Morre Elvis Presley5000 acessosGuitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história5000 acessosMetallica: os segredos de "Enter Sandman"5000 acessosBlack Sabbath: pouco importa se Deus está vivo ou morto5000 acessosJoe Satriani: "Kirk Hammett foi um ótimo aluno"5000 acessosGuns N' Roses: qual a porcentagem de Axl, Slash e Duff no butim?

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online