Resenha - Journey 2001 Live (DVD) - Journey

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

10


Uma máquina bem azeitada, com perfeita sintonia. Este é o Journey de 2001. A banda foi formada nos anos 70 e de início tinha um pé no progressivo. Depois, com a entrada do carismático vocalista Steve Perry acabaria se tornando um dos ícones do chamado AOR (Adult Oriented Rock), o rock com toques pop, que alguns sarcasticamente chamam de "rock de cigarro", pois muitas marcas de cigarro já usaram em seus jingles músicas deste tipo de banda. Nada disso tira o mérito desta competentíssima banda, que executa com maestria seu rock, ora pesado, ora pop.

publicidade

A banda perdeu Steve Perry por problemas de saúde em 1993, mas recrutou para seu lugar o Ex-Tyketto Steve Augerri, e também incluiu em suas fileiras o excelente batera Deen Castronovo (Ozzy Osbourne). Essa formação, somada ao guitarrista Neil Schon, o baixista Ross Valory e o tecladista Jonathan Cain, lançou em 2001 o cd "Arrival", obtendo boa repercussão, e emplacou uma tour muito bem sucedida, que culminou com a gravação deste show de Las Vegas, para lançamento em DVD/VHS.

publicidade

O que dizer? São 20 músicas, 20 clássicos. A banda optou por limar músicas mais recentes e incluiu seus maiores sucessos, tocando apenas uma música do cd "Arrival", a rockeira "Higher Place", e uma música antiga do guitarrista Neil Schon, a excelente "La Raza del Sol". Ambas mantém o nível do show em alta, que já começa com o super sucesso "Separate Ways", passando pela mágica "Ask the Lonely". Destaques? Todas as músicas, com direito a empolgação geral em "Any Way You Want It", "Be Good to Yourself", "Wheel in the Sky" e a blueseira "Livin’, Touchin’, Squeezin’", além do excelente dueto vocálico de Augerri e Cain no final de "Don’t Stop Believing", além das obrigatórias "Faithfully", "Escape" e "Send Her My Love". De cara um Showzaço!

publicidade

A banda está em sua melhor forma. Castronovo detona na bateria, demonstrando intensa empolgação com batidas técnicas e massacrantes. O tecladista Jonathan Cain é um show à parte, com seus teclados bem colocados, dando o ar pop e às vezes progressivo que a banda precisa, além de tocar guitarra base em algumas faixas. Neil Schon dispensa comentários, puta guitarrista. Mas o destaque maior fica para Augerri, dono de uma voz maravilhosa e de um carisma contagiante. Ele tem o público nas mãos, e chega a irritar de tão tranqüilo que parece. Mas em sua tranquilidade ele manda no show. Steve Perry faz falta, e sempre fará, mas Augerri segura a onda numa boa.

publicidade

O DVD é caprichado, com uma qualidade sonora fantástica e edição de imagens perfeita, pecando apenas por possuir poucos extras como bibliografia e álbum de fotos. Tudo isso é compensado pela qualidade do show, que contagia o público, às vezes deixando-o em êxtase. E o melhor, já está disponível em versão nacional.

OBRIGATÓRIO!

Detalhes do DVD:

publicidade

Dolby Digital 5.1 Sound ou PCM Stereo
Menus Interativos
Acesso instantâneo às músicas
Biografia
Galeria de Fotos
Multi-Região – NTSC.

Músicas:

01 – Intro
02 – Separate Ways
03 – Ask The Lonely
04 – Guitar Solo
05 – Stone in Love
06 – Higher Place
07 – Send Her My Love
08 – Who’s Crying Now
09 – Piano Solo
10 – Open Arms
11 – Fillmore Boogie
12 – All The Way
13 – Escape
14 – La Raza del Sol (Intro)
15 – La Raza del Sol
16 – Wheel in the Sky
17 – Be Good to Yourself
18 – Any Way You Want It
19 – Don’t Stop Believing
20 – Lovin’, Touchin’, Squeezin’
21 – FaithFully

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mundo AOR: dicas de álbuns do gênero para se ouvirMundo AOR
Dicas de álbuns do gênero para se ouvir

Journey: Steve Perry era um fenômeno humano, diz baixista do StyxJourney
"Steve Perry era um fenômeno humano", diz baixista do Styx


Separados no nascimento: Lady Gaga e EddieSeparados no nascimento
Lady Gaga e Eddie

Spike: os sete piores solos de guitarraSpike
Os sete piores solos de guitarra


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin