Matérias Mais Lidas

imagemPrika Amaral esclarece por que contratou apenas mulheres europeias para a Nervosa

imagemA opinião de Dave Mustaine sobre a clássica "The Unforgiven", do Metallica

imagemLegião Urbana e a surpreendente música que serviu de base para "Ainda é Cedo"

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell

imagemCinco músicos que começaram vida nova após saírem de grandes bandas de heavy metal

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemVocalista do Anvil afirma que Rob Halford e Ian Gillan são personagens

imagemNando Reis relembra curioso único game que jogou na vida, durante gravação dos Titãs

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemO show do Black Sabbath que acabou em tumulto por conta de uma garrafa

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer


Stamp

Resenha - Revelation - Armored Saint

Por Haggen Kennedy
Em 06/06/00

Nota: 8

Nove anos: foi o tempo que o Armored Saint levou para lançar esse disco. Depois do sucesso "Symbol of Salvation", de 1991, a banda desapareceu aparentando ser apenas mais daquelas diversas outras que dão a impressão de ter o sucesso agendado - ficam no ar por um ou dois discos e caem no esquecimento.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O Armored, porém (e ainda bem!), resolveu não embarcar nessa regra: demorou, mas saiu! "Revelation" é um disco que não se pode definir de outra forma se não sendo Armored Saint.

O álbum é grande - pudera, nove anos é tempo o suficiente para compor.São 12 músicas recheando o petardo e mais uma faixa bônus chamada "Medieval Nightmares" (sugestiva, não?), totalizando 13 composições.

"Pay Dirt", a que abre o disco, é boa mas não chega a convencer osantigos fãs. O destaque vai para os grooves interessantes e para a linha de baixo bem tocada. Mas a coisa ainda melhora na segunda música, "The Pillar", que traz um peso maior e uma cara mais agressiva.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Os destaques, em geral, vão para "After Me, The Flood", "Den of Thieves", "Control Issues", "Deep Rooted Anger" (maravilhosa), "What's Your Pleasure", "Upon My Departure" - que no começo tem uma carinha bem Led Zeppelin - e para a faixa bônus "Medieval Thoughts" (kicks ass!). Ah!, e ainda tem "No Me Digas", uma balada cantada em Espanhol (!!).

Em geral, o disco é bom. A produção - encarregada de Joey Vera - está bem legal. A banda continua pela Metal Blade Records, pequeno selo que assinou com eles no EP "Armored Saint", primeiro registro auditivo da carreira do grupo.

E assim vão. Resta esperar que o velho e bom Armored continue na ativa por muito tempo ainda.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Material cedido por:
Laser Company Records

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Armored Saint: 10 músicas para conhecer a banda de John Bush, ex-vocalista do Anthrax

Em live, Joey Vera relembra trajetória e fala sobre a turnê com o Mercyful Fate

Metal: dez álbuns dos anos 90 que todos deveriam ouvir ao menos uma vez - Parte 2

Metallica: John Bush relembra quando foi chamado para ser o vocalista

Armored Saint: "uma vida dedicada ao Heavy Metal"

O Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais

Iron Maiden: o vocal que quase substituiu Bruce Dickinson em 93


Sobre Haggen Kennedy

Nascido ao fim dos anos 70 e adolescido em meio ao universo metálico, Haggen Heydrich Kennedy já trabalhou e atuou numa vultosa gama de atividades, como o jornalismo, o desenho, a informática, o design e o ensino, além de outros quefazeres. Atualmente vive em Atenas, Grécia, onde estuda História, Arqueologia e Grego Antigo na Universidade de Atenas. A constante nesse turbilhão de ofícios, todavia, sempre constituiu-se de dois fatores: as línguas (ainda hoje trabalha com tradução e interpretação) e a música - esse último elemento, definitivo alimento espiritual.

Mais matérias de Haggen Kennedy.