Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"


Stamp

Ídolos imortais: Alexi Laiho, um gênio que jamais será esquecido

Por Mateus Ribeiro
Em 15/02/21

A série "Ídolos imortais", que conta um pouco da carreira de grandes nomes do rock e metal que se foram, desta vez, aborda um personagem se foi muito cedo: Alexi Laiho, guitarrista, vocalista e compositor do CHILDREN OF BODOM. O músico faleceu repentinamente, no último dia 29 de dezembro, aos 41 anos. A notícia, divulgada alguns dias depois, deixou o mundo do metal em choque.

Markku Uula Aleksi Laiho (nome verdadeiro de Alexi) nasceu em 8 de abril de 1979, na cidade finlandesa de Espoo. Em 1993, ele fundou o CHILDREN OF BODOM junto com o baterista Jaska Raatikainen. O primeiro disco, "Something Wild", foi lançado em 1997 e a banda rapidamente se tornou um fenômeno, com seu melodic death metal extremamente rápido, pesado, melódico e acima de tudo, muito técnico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não demorou muito para que o CHILDREN OF BODOM virar assunto entre os headbangers brasileiros. Este que vos escreve, particularmente, teve a oportunidade de ouvir pela primeira vez o som da banda por volta de 2002. O disco em questão era "Follow The Reaper", terceiro álbum do quinteto, lançado dois anos antes. Três letras resumem meus sentimentos após ouvir "Follow The Reaper" pela primeira vez na vida: "PQP".

Na época, eu estava começando a me enveredar pelo mundo do death metal melódico, ouvindo bandas como IN FLAMES e SOILWORK. Quando ouvi "Bodom After Midnight", "Hate Me!" e "Everytime I Die", fiquei assustado com a mistura de riffs rápidos, vocal rasgado, solos cheios de melodia e a maneira como o CHILDREN OF BODOM utilizava os teclados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com o passar do tempo, comecei a conhecer melhor a obra da banda. Obviamente, fiquei impressionado com os magníficos "Hatebreeder", "Hate Crew Deathroll" e "Are You Dead Yet?". Músicas como "Downfall", "Sixpounder", "Living Dead Beat", "Needled 24/7", "Hate Crew Deathroll" e "In Your Face" foram trilha sonora de muitos momentos que vivi quando tinha meus 20 e poucos anos.

Todas as músicas e discos acima citados são obras de Alexi Laiho, que se tornou um dos maiores guitarristas e compositores não só da sua geração, mas da história do metal. Alexi Laiho começou sua carreira muito cedo e passou mais da metade de sua vida na estrada. O músico era dono de um estilo próprio de tocar guitarra, misturando velocidade, agressividade e muita técnica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não é exagero algum afirmar que através das músicas que escreveu, Alexi Laiho mudou para sempre a história da música pesada. Basta notar que antes do lançamento de "Something Wild", ninguém fazia nada parecido. Passados quase 25 anos, ninguém chegou nem perto do que o CHILDREN OF BODOM fazia. Alexi Laiho foi um monstro, um gênio, um gigante, que era deus e demônio ao mesmo tempo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Infelizmente, em dezembro de 2019, o CHILDREN encerrou as suas atividades. Alguns meses depois, Alexi resolveu fundar o BODOM AFTER MIDNIGHT. A nova banda chegou a fazer algumas apresentações ao vivo.

Existia a expectativa de a banda excursionar e lançar um trabalho autoral em 2021. Porém, o sonho virou pesadelo no dia 4 de janeiro, quando foi anunciada a morte de Alexi Laiho. Segundo as informações divulgadas, o músico foi vítima de uma doença (não especificada) de longo prazo que o acompanhava nos últimos anos.

A morte de Alexi Laiho foi sem sombra de dúvidas, uma das piores notícias dos últimos tempos. Quem é fã de heavy metal sabe como a perda de um ídolo abala um fã. Neste caso, a tristeza é maior ainda, pois ao contrário de rockstars do passado, Alexi foi um ícone da minha geração, que eu tive o prazer de acompanhar praticamente toda a trajetória, desde o início promissor até o final amargo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tudo o que posso fazer como fã é agradecer pela sua contribuição com o metal e ouvir suas músicas no último volume. Obrigado, Alexi. Esteja onde estiver, saiba que você mudou não só a história da música, mas também, a minha vida.

Nome: Markku Uula Aleksi Laiho (Alexi Laiho)
Data de nascimento: 08/04/1979
Data de falecimento: 29/12/2020

DISCOGRAFIA

"Something Wild" (1997)
"Hatebreeder" (1999)
"Follow The Reaper" (2000)
"Hate Crew Deathroll" (2003)
"Are You Dead Yet?" (2005)
"Blooddrunk" (2008)
"Relentless Reckless Forever" (2011)
"Halo Of Blood" (2013)
"I Worship Chaos" (2015)
"Hexed" (2019)
"Paint The Sky With Blood" (EP que será lançado pelo BODOMAFTER MIDNIGHT em abril de 2021)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.

Mais matérias de Mateus Ribeiro.