Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemBrian May revela o inesperado álbum do Queen que é o seu favorito

imagemPink Floyd: Em entrevista de 1984, David Gilmour falou sobre "The Final Cut"

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure


Stamp

Motorhead: o cover de "Sympathy For The Devil" dos Stones

Por Ricardo Bellucci
Em 06/06/18

Se existe uma música que marcou profundamente a carreira dos Stone's foi "Sympathy for The Devil". "Sympathy for the Devil" foi lançada como a faixa de abertura do sétimo álbum de estúdio dos Stones, Beggars Banquet, de 1968. Ela foi escrita por Mick Jagger e creditada a Jagger e Richards. A revista Rolling Stone classificou-a na 32ª posição em sua lista das 500 melhores canções de todos os tempos.

"Sympathy for the Devil" foi composta por Mick Jagger, inspirado no livro O Mestre e Margarida, do escritor soviético Mikhail Bulgakov, e no poeta francês Charles Baudelaire.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Jagger escreveu-a como canção folk. Existem muitas lendas ao redor da faixa. A letra de Jagger foi musicada por Keith Richards, marcada pela forte presença de percussão. A polêmica canção motivou várias acusações de satanismo feitas contra a banda ao redor do mundo.

O Motorhead a inclui como faixa do seu 22º álbum, Bad Magic, mantendo a estrutura rítmica básica da música, mas com seu toque pesado, e é claro, a inconfundível voz de Lemmy Kilmister.

Longa vida ao Rock!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Buaiteoir: Ouça versão de "1916" em álbum tributo ao Motorhead




Sobre Ricardo Bellucci

Math teacher, pesquisador, vocalista frustrado, historiador amador e economista por acaso. Um eterno aprendiz.

Mais matérias de Ricardo Bellucci.