Embers, do Lamb of God: Reflexões íntimas de muitas destruições

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Contrera
Enviar correções  |  Ver Acessos

O show do Lamb of God está próximo, e nesse ínterim caiu em minhas visões o vídeo que a banda fez de Embers, com a presença de Chino Moreno. Não conhecia a faixa nem o vídeo, e ambas me surpreenderam. Porque passei por algo assim. Mas mais, porque o vídeo expressa claramente um estado de coisas que pode levar à loucura (mas que muitas vezes leva mesmo à separação).

Metallica: corrigindo a injustiça contra Jason NewstedPearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vídeo é ambientado numa casa, em que um casal mora ou se aguenta. Atrai muito a escolha do negro e do vermelho para narrar a história, muito cruenta, pela qual muitos de nós já passamos. Muito interessante, desde já, a disposição dos membros dessa família como que girando em torno de algo que parecem desconhecer.

Vemos em seguida ambos no sofá vendo tv, fumando e discutindo. É quando a casa, que aparece de uma forma bem tradicional, mas envolta em uma negritude dominante, pega simplesmente fogo. O casal não parece se entender, e enquanto isso vemos tudo caindo por terra. O relacionamento, o possível amor, em meio a acusações que destroem a casa, partida em diversos pedaços, viajando no tempo sem que nada consiga fazer-nos crer que algo há algo que se sustente.

É quando tudo aos poucos pega fogo, e em que o casal, junto pela primeira vez, foge. Quando sentimos que eles realmente estão juntos, enquanto ao longe um bebê ou uma boneca aparece em chamas. Algo claro havia de errado no entorno, no estilo de vida deles. Sendo que eles entram em contato consigo mesmos no campo, numa fogueira, e sendo que ali é que eles se entendem.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Curioso como no meu relacionamento mais longo foi a tv o começo do fim, bem quando meus sogros nos deram esse artefato. Curioso como nada avançou porque não conseguíamos conversar mais, e quando nos ativemos aos problemas, cada um com os seus, sem podermos nos entender. Um vídeo este bastante doloroso, que deixa muito para pensar. Ou para lamentar.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Lamb Of God"


Lamb of God: recebendo elogios de Metallica, Slash e SlipknotLamb of God
Recebendo elogios de Metallica, Slash e Slipknot

Kerrang!: álbuns fantásticos com capas constrangedorasKerrang!
álbuns fantásticos com capas constrangedoras


Metallica: corrigindo a injustiça contra Jason NewstedMetallica
Corrigindo a injustiça contra Jason Newsted

Pearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desistePearl Jam
Banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste


Sobre Rodrigo Contrera

Rodrigo Contrera, 48 anos, separado, é jornalista, estudioso de política, Filosofia, rock e religião, sendo formado em Jornalismo, Filosofia e com pós (sem defesa de tese) em Ciência Política. Nasceu no Chile, viu o golpe de 1973, começou a gostar realmente de rock e de heavy metal com o Iron Maiden, e hoje tem um gosto bastante eclético e mutante. Gosta mais de ouvir do que de falar, mas escreve muito - para se comunicar. A maioria dos seus textos no Whiplash são convites disfarçados para ler as histórias de outros fãs, assim como para ter acesso a viagens internas nesse universo chamado rock. Gosta muito ainda do Iron Maiden, mas suas preferências são o rock instrumental, o Motörhead, e coisas velhas-novas. Tem autorização do filho do Lemmy para "tocar" uma peça com base em sua autobiografia, e está aos poucos levando o projeto adiante.

Mais matérias de Rodrigo Contrera no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280