Skid Row: o apelo a Steven Adler em "Wasted Time"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar Correções  

Ao abrir para os ROLLING STONES em Los Angeles em 18 de outubro de 1989, AXL ROSE disse no palco: "A menos que certas pessoas nesta banda recolham sua merda juntos, estes serão os últimos shows da porra do GUNS N 'ROSES que vocês verão. Eu estou cansado de muitas pessoas nesta organização dançando com a maldita Mr. Brownstone". Sendo AXL historicamente ligado a STRADLIN (usuário contumaz à época), os alvos principais foram ADLER e SLASH. Esse, no show seguinte (e usando uma camiseta da renomada Betty Ford- a clínica das celebridades) disse: "Heroína não é tudo que existe. Ninguém nesta banda defende o uso de heroína. Isso não é tudo o que há. Não vamos ser uma dessas bandas fracas, que acabam por causas das drogas".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


A continuidade da história todo mundo sabe: ADLER demitido no ano seguinte, STRADLIN partindo um ano depois e o desmantelamento total da banda ao longo daquela década. Contudo, sem dúvida as sequelas do vício em heroína foram veementemente arrebatadores para ADLER: derrames, recaídas, problemas financeiros e a participação em um patético reality de rehab, se tornaram o cotidiano daquele que havia sido membro da (então) potencial maior banda do planeta.

Em 1991, o SKID ROW lançava "Slave To The Grind", disco sobre o qual eu resenhei em 2012 ("Skid Row: A banda que chutou a porta dos anos noventa"), onde disse que: "o disco mostra uma faceta bem mais madura da banda, registrando um número maior de referências e dando vários passos a frente em termos de composição" (...) "antes de ser uma continuidade do primeiro álbum, o disco representa o redirecionamento da banda - menos hard grudento e mais metal- mostrando fortes influências do JUDAS (do começo dos anos 90) e do PANTERA (vide a monstruosa faixa título)". Nesse processo de amadurecimento musical, "Wasted Time" ("Tempo desperdiçado") pode, em retrospecto ser observada como um retrato cinzento dos fatos à época- e um vaticínio do que viria a ocorrer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

BACH escreveu a composição tendo em vista o aumento voraz do vício de ADLER: "Você e eu juntos / vidas entrelaçadas / Laços sagrados que nunca deveriam se desfazer / Então por que me deixo contar mentiras / E te ver morrer todo dia / Eu relembro tempos atrás / Quando os sonhos eram o que importavam / Papo difícil jovem ingênuo / Você disse que nunca me decepcionaria / Mas o cavalo debanda e se enfurece / Em nome do desespero".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Cavalo" é uma das inúmeras gírias para heroína e, quando questionado se ADLER sabia que a música era para ele, BACH foi enfático: Sim, ele sabe que é sobre ele. Ele contou isso para várias pessoas. A escrevi quando eu estava saindo com ele por volta de 1991- eu não conseguia acreditar na quantidade de drogas que ele usava à época".

Fidelizando o recorte trágico da letra, o clipe de "Wasted" utiliza uma fotografia sombreada e distorcida, alternando cenas da banda com atores quase subliminarmente inseridos- e uma polêmica cena de um preparo de "pico" de heroína. Sobre o registro, BACH complementou: "Eu não gosto do vídeo. Para mim, ele glamouriza drogas um pouco demais. Mas os fãs realmente gostam. Eu não acho que eu era um grande compositor naquela época como me considero agora. Eu melhorei. Mas se você gosta, ótimo. Eu não vou dizer a você o que não gostar".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Qual o maior hit da era de ouro do Skid Row?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Robert Plant: desdenhando Liam Gallagher, do OasisRobert Plant
Desdenhando Liam Gallagher, do Oasis

Guns N' Roses: Qual o patrimônio dos músicos da banda?Guns N' Roses
Qual o patrimônio dos músicos da banda?


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n'roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: [email protected]

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336 Goo336