Mente aberta: músicos de metal que tocam ou já tocaram em outros estilos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar Correções  

Mesmo que aquele determinado músico seja reconhecido como o heavy metal em pessoa, o que muitos fãs não sabem é que a diversidade musical está muito presente nas vidas de qualquer artista que aprecia, em primeiro lugar, a música em si. Alguns desses roqueiros sempre deixaram a mostra suas influências de outros estilos musicais. Todos sabemos que o jazz, blues, música clássica, pop, entre diversos outros estilos fizeram parte do aprendizado desses músicos que iremos citar a seguir. Na carreira musical de um artista, chega o momento que ele precisa variar, não necessariamente trocar de ramo, mas gravar algo diferente. O próprio músico de rock sente a hora de fazer trabalhos voltados a outros estilos, como produzir, compor ou até mesmo gravar um disco totalmente fora do rock/metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O blog Metal da Ilha elaborou uma lista de alguns artistas que dedicaram um espaço em seus trabalhos corriqueiros para darem uma palinha baseada em algumas de suas influências, ou que preferiram seguir decididamente um outro estilo musical. Confira:

Andre Matos (VIRGO):

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vocalista mais aclamado do metal nacional, que fez seu nome no ANGRA e SHAMAN, viu um ponto em sua carreira onde quis gravar algo diferente do habitual. Mais precisamente em 2001, o vocalista se uniu com o guitarrista alemão Sascha Paeth para trabalhar em um disco de rock progressivo. Os dois músicos são extremamente ligados ao power metal, só que desta vez quiseram diminuir um pouco a pegada. O nome Virgo, tem a ver com o signo dos dois artistas, Virgem, então a combinação também aconteceu desta forma. Foi apenas um projeto passageiro, mas que ficou marcado como algo novo na carreira do cantor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Alexei Leão (XEI):

O vocalista da banda de "Raw Prog-Metal" Stormental, Alexei Leão, é um ótimo compositor e produtor. Depois de ter lançado um disco, além de singles e EP´s com sua principal banda, o músico resolveu se desplugar e gravar um álbum mais acústico. Em 2015, o vocalista lançou seu mais novo projeto solo, sob o nome XEI. O disco "#320 on Hart Street" é uma viajem totalmente nova, completamente fora do metal. O músico mostrou um lado mais obscuro e que deixaria meros fãs de metal chocados. Foi uma idéia ambiciosa do vocalista, que deu muito certo. Um ponto forte que destaco, é como a voz de Alexei Leão soa bem em músicas assim. Todos os instrumentos foram gravados pelo próprio Alexei, voz, violão e teclados, exceto a bateria em uma faixa do disco, que foi gravada por Marcelo Moreira (ex-ALMAH, CIRCLE II CIRCLE).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Alexandra Liambos (MIDNIGHT FUNKERS):

A bela vocalista brasileira é um belo exemplo de versatilidade dentro da música. Apesar de ter cantado power-metal na banda THALION, uma banda rápida com influências de prog-metal, Alexandra Liambos hoje preferiu conhecer a novos horizontes. O seu forte sempre foi canto erudito, participou do elenco de várias óperas, e naturalmente seu talento vocal pode ser conferido na banda Midnight Funkers, banda que ela participa desde 2013, que conta com um repertório variado, desde o pop-rock passando pelo blues, jazz e soul. Como a banda apresenta um repertório diversificado para diferentes eventos, a cantora se aventura por vários estilos musicais dentro da música pop. A banda cria versões "funkeadas" para os clássicos do pop, como no caso desta versão de "You Oughta Know" de Alanis Morissette.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Christian Passos (LIGGA):

Enquanto não estava envolvido com o WIZARDS, Christian Passos gravou umas demos para um projeto paralelo intitulado LIGGA, com músicas autorais voltadas para o pop e com letras em português. Ao contrário do que faz no Wizards, Christian entoa músicas mais românticas, com um repertório suave, onde ele usa as linhas mais melódicas de seu vocal. Com este material de sua autoria (letra e música), ele passou a se apresentar em bares e eventos do tipo. Em certos casos o músico se apresenta sozinho, apenas violão e voz, e garante uma noite de boa música nos lugares que toca. Ainda assim o vocalista não deixa de executar clássicos do rock em suas apresentações, Christian também dá umas palinhas de SKID ROW, BON JOVI, IRON MAIDEN, METALLICA, e claro, do próprio Wizards.

Igor Cavalera (MIXHELL):

O ex-baterista do SEPULTURA sempre teve uma quedinha por elementos de música eletrônica. Com um ouvido ligado em gêneros como o hip-hop e industrial, o músico revelou suas outras paixões musicais. Ao lado da esposa Laima Leyton e com a adição do amigo de longa data, Max Blum, eles integram o Mixhell, projeto até então inovador para Igor, que deixou muito headbanger de cabelo em pé. Com a idéia, o baterista decidiu unir sua bateria em paralelo com elementos característicos da cena eletrônica, como sintetizadores.

Léo Mancini (solo):

Para quem está acostumado com os riff´s pesadões de Léo Mancini nas bandas TEMPESTT, SHAMAN, e NOTURNALL, irá se surpreender com o que o músico fez em seu disco solo "Acoustic Hits" de 2010. Neste álbum solo o músico expõe um repertório de alguns dos maiores sucessos do rock e pop-rock internacional em versões regravadas por ele. Em formato acústico, o guitarrista demonstra toda sua versatilidade como cantor, produtor, além de mixar e masterizar o disco. O disco não é um álbum voltado para o heavy metal, o músico se empenhou em reproduzir versões dos clássicos dos anos 80 e 90, como "Mr. Jones" (COUNTING CROWS), "Wonderwall" (OASIS), "Kiss From A Rose" (SEAL). Recentemente Léo gravou uma versão para "She Drives Me Crazy" do FINE YOUNG CANNIBALS, veja como ficou:

Marco Bavini (Sérgio Reis):

Pra quem conhecia Marco Bavini apenas das bandas ANJOS DA NOITE e TORK, saiba que o vocalista e guitarrista é filho do cantor sertanejo Sérgio Reis. Marco Bavini já tem um bom tempo em sua carreira como músico, além de trabalhar também como fotógrafo profissional. Marco participou do DVD Sérgio Reis e Filhos, obviamente tocando ao lado de seu irmão, Paulo Bavini, e com o pai, o 'grande' Sérgio Reis. Na época, Marco seguiu turnê com o cantor sertanejo, para divulgar a parceria musical, algo que deu muito certo.

Yves Passarell (CAPITAL INICIAL):

Yves faz parte da história do metal nacional, sendo um dos fundadores de uma das bandas mais importantes do cenário, o VIPER. Apenas com 14 anos de idade, ele já fazia parte da banda que ajudou a moldar o metal melódico. O músico ficou um bom tempo no Viper, além se ter feito outros trabalhos paralelos, mas em 2001 Yves Passarell foi convidado a integrar uma das maiores bandas de rock do Brasil. Yves havia entrado para o Capital Inicial. O guitarrista ocupou o posto de Loro Jones, e então do heavy metal Yves passou a fazer pop-rock ao lado de Dinho Ouro Preto e companhia. Obviamente que ele não deixou de lado seu lado headbanger, tendo participado inclusive de alguns shows da turnê comemorativa do Viper.

Tarja Turunen (disco natalino):

Tarja Turunen nunca foi uma mulher totalmente fã de heavy metal, sua carreira no NIGHTWISH se consolidou pelo extremo sucesso da banda, revelando assim então a soprano para o mundo. Vindo de uma escola referente a música clássica, a cantora não tinha o porque deixar escondido suas principais influências, algo que é bem vindo para o metal. Mas após 9 anos se dedicando ao Nightwish, a cantora foi demitida. Depois de muita polêmica em cima de sua demissão, Tarja decidiu se lançar em uma carreira solo. Então, após alguns singles lançados, a cantora divulgou seu primeiro disco solo, "Henkäys Ikuisuudesta", de 2006. O álbum é composto por músicas natalinas, cantado todo em finlandês e que fez os fãs se conformarem de que ela não era mais a vocalista do Nightwish. O que marcou também a fase pós-Nightwish, foram diversos concertos ao lado de orquestras filarmônicas e performances com músicos eruditos.

Se você, amigo leitor, sentiu falta de algum músico nesta lista, que tenha gravado algo fora do metal, fique à vontade e indique-o nos comentários.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musicalBandas Iniciantes
17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fãFrances Bean Cobain
Assustada com tatuagem de fã


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 CliHo Goo336 GooInArt Cli336 Goo336 Goo336