Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemJoão Gordo compara anarcocapitalistas com quem acredita em terraplanismo

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemMegadeth lançará mais uma música nova nesta sexta-feira; ouça prévia

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemSe não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

imagemPrika diz que fez "tudo errado" na primeira turnê da Nervosa, mas aprendeu lição

imagemGeddy Lee e Alex Lifeson tocam clássica do Rush em evento nos EUA


Dream Theater 2022

1966 no Rock: do Monochrome ao Technicolor

Por Vitor Bemvindo
Fonte: MOFODEU
Em 06/02/10

"Em 1966, a década deixou de ser monochrome para virar technicolor". A frase de Keith Richards, destacada pela edição de setembro de 2006 da Poeira Zine (www.poeirazine.com.br), define com precisão o que aconteceu de mais importante naquele ano para o Rock and Roll. A estética das bandas da "invasão britânica" tinha encontrado o seu ponto de saturação em 1965, e, no ano seguinte, diversos grupos passam a buscar um novo caminho, que levaria à psicodelia.

Um fator determinante para essa transição acontecida no Rock a partir de 1966 se sustenta principalmente no que havia anos antes. O grande sucesso comercial alcançado por bandas como THE BEATLES, THE ROLLING STONES, THE WHO entre outras, garantiu uma consolidação desses nomes no mercado fonográfico, que permitiu que estes pudessem ser mais exigentes com suas produções.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os Beatles, por exemplo, eram tão poderosos na indústria fonográfica da época, que qualquer de suas exigências era atendida sem maiores discussões. Isso chegou ao ponto em que o grupo se reservou ao direito de não realizar mais turnês, e restringir seu trabalho somente ao processo criativo e de produção dos seus álbuns. Tal atitude, impensável nos dias de hoje, nos quais as turnês são uma das principais fontes de renda das bandas, mostra a importância que esses artistas tinham na época.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No dia 29 de agosto de 1966, os Beatles realizaram o último show da última turnê da história do grupo, no Candlestick Park, em São Francisco, Califórnia. O curioso é que a turnê, que divulgou o disco lançado no ano anterior, "Rubber Soul", havia sido um enorme sucesso, com apresentações memoráveis como a no Shea Stadium, em Nova Iorque (quando se apresentaram para o seu maior público, poucos dias antes do derradeiro concerto na Costa Oeste) e a no Budokan, em Tóquio, Japão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem se dedicar às turnês, os Beatles passariam a ter mais tempo para ser dedicar às experimentações musicais, que resultariam no histórico "Sgt. Pepper", lançado no ano seguinte. Porém, a veia experimentalista do quarteto de Liverpool já aparecia presente nos álbuns lançados entre 1965 e 1966. "Rubber Soul" e principalmente o "Revolver" apontavam para o caminho que a banda parecia querer trilhar a partir daquele momento. Isso fica claro na introdução de elementos orquestrais, no flerte com a música indiana e as experimentações instrumentais características de "Revolver".

Os Beatles e muitas outras bandas começavam a se aproximar da psicodelia, com base principalmente na obra do guru do LSD, Timothy Leary. O livro "The Psychedelic Experience" estava na cabeceira de nove entre dez roqueiros que viviam em grandes metrópoles como Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco ou Londres.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Essas idéias influenciaram grandes grupos, como os Beatles, mas também outros não tão conhecidos como os texanos do 13th FLOOR ELEVATORS, responsáveis por um álbum apontado como a primeira obra musical totalmente dedicada às experiências difundidas por Leary: o clássico Cult "The Psychedelic Sounds of 13th Floor Elevators". Apesar do pouco sucesso comercial, o disco é apontado como um marco da transformação do rock e é tido como o precursor do que se convencionou chamar "Psychedelic Sounds".

Na onda psicodélica, surgiram também bandas como os esquizofrênicos THE MOTHERS OF INVENTION, capitaneados pelo não menos surtado e talentoso Frank Zappa. Em 1966, o grupo estreou com o aclamado "Freak Out!", tido pro muitos como o primeiro álbum conceitual da história do Rock. O disco era uma grande gozação com os valores em voga naquele momento. Zappa debocha constantemente tanto da cultura de consumo americana, como da contra-cultura, imposta como um paradigma de oposição a sociedade de consumo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1966 é um ano importante também para bandas como o Who e os Stones, que se não se encaminharam por vias tão experimentais, conquistaram maior independência, com álbuns totalmente autorais e bastante elogiados ("A Quick One" e "Aftermath").

Outra banda que atingiu um patamar de maturidade criativa interessante foram os BEACH BOYS. Assim como os Beatles, eles resolveram se dedicar com mais empenho às composições e produção dos álbuns, mas no caso do grupo californiano, um membro da banda foi eleito para cuidar desses aspectos: Brian Wilson. Enquanto os outros garotos praianos seguiam na estrada, Wilson se dedicava a produção da obra-prima da banda: o "Pet Sounds".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Graças a essa dedicação exclusiva ao processo criativo, Brian Wilson pode se empenhar nas experimentações musicais, incorporando elementos orquestrais e outros não tão convencionais ao álbum. A variedade de elementos usados no álbum, rendeu ao disco o rótulo de um dos precursores do "art-rock", ao mesmo tempo incoporava elementos do rock psicodélico, chegando a ser taxado por alguns como "sunshine pop".

Além do sucesso de crítica e público de "Pet Sounds", a dedicação de Wilson ao estúdio rendeu algumas faixas que seriam lançadas num disco posterior ("Smile", que nunca chegou a sair, por conta de problemas com a saúde mental do músico). A principal delas era "Good Vibrations", que foi lançada como single ainda em 1966, chegando ao todo das principais paradas de sucesso e sendo considerada o maior sucesso comercial daquele ano. A faixa trazia boa parte dos elementos introduzidos em "Pet Sounds", como, por exemplo, o uso de sitentizadores, mas também trazia a levada melódica que catapultou a carreira dos Beach Boys nos anos anteriores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro fenômeno interessante no ano de 1966 foi a explosão das bandas de folk rock. Impulsionados pela eletrificação do folk empreendida por BOB DYLAN um ano antes em "Highway 61 Revisited", grupos como THE BYRDS e BUFALLO SPRINGFIELD, conquistaram o público e a mídia especializada com álbuns como "Fifth Dimension" e "Buffalo Springfield".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro aspecto a ser ressaltado em 1966 é o surgimento do SMALL FACES, que trouxe para o rock elementos que mais tarde se tornariam referência. O disco de estréia (que leva o nome da banda) traz um peso e distorções nas guitarras incomuns para aquele momento do rock. Eles aprofundaram as experiências do The Who, com linhas de baixo poderosas e uma bateria tão ensandecida como a de Keith Moon. A parceria entre Ronnie Lanne e Steve Marriot começava a fazer história.

Quer ouvir alguns dos sons que marcaram o ano de 1966? Ouça o MOFODEU #078, o segundo da série "Anuário MOFODEU", que pretende demonstrar a história do Rock ano a ano. Para ouvir, basta acessar o link abaixo.

http://www.mofodeu.com

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os textos do MOFODEU, que você costuma ler aqui no Whiplash, podem ser lidos também, no MOFOBlog.

http://www.mofodeu.com/moblog

Leia o primeiro artigo da série "Anuário MOFODEU", sobre 1965, no link abaixo.

https://whiplash.net/materias/especial/097463-beatles.html

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Janis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

Dez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria - Parte II

As músicas de John Lennon favoritas de Paul McCartney - nos Beatles e solo

Robb Flynn diz que números do Spotify "não representam seus fãs" e cita caso dos Beatles

Cinco bandas que lançaram discos por três (ou mais) anos consecutivos - Parte 1

Dez músicas gravadas por bandas de rock e metal que não têm refrão, em lista do Loudwire

Ringo Starr lança EP3 em setembro; veja capa, nomes das músicas e ouça prévia

Beatles: Para John Lennon e George Harrison ser um beatle se tornou "chato"

Um documentário do Queen estilo Get Back? Brian May responde se é possível

Peter Jackson está planejando outro filme sobre os Beatles

Paul McCartney comenta o impacto de Elvis Presley no começo de sua carreira

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de Beatles e Rolling Stones

Beatles: Para John Lennon as filmagens de "Let it Be" foram "um inferno"

Autoramas lança cover inédito dos Beatles dentro do projeto Um Rock no Estúdio

The Beatles: As 4 músicas com Paul McCartney na bateria

The Beatles: e se os quatro estivessem vivos e juntos em 2030? (vídeo)

The Beatles: As 10 canções mais (injustamente) subestimadas

A resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Vitor Bemvindo

Historiador de formação, tem verdadeira adoração pelo Rock and Roll desde sua infância. Seu instinto de pesquisador fez com que "se especializasse" em bandas velhas, especificamente as das décadas de 1960 e 1970. Produz e apresenta o MOFODEU (www.mofodeu.com), o Programa que tira o MOFO do ROCK, juntamente com seu parceiro Luiz Felipe Freitas (a Enciclopédia do Rock). O Programa está no ar desde 2007, tocando só bandas sessentista e setentistas sempre com muita informação e bom humor.

Mais matérias de Vitor Bemvindo.