Matérias Mais Lidas

Raimundos: Canisso reforça que Digão surtou pois chama até João Gordo de pela sacoRaimundos
Canisso reforça que Digão surtou pois "chama até João Gordo de pela saco"

Loudwire: o pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe DivitaLoudwire
O pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe Divita

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Alter Bridge: a postura de Eddie Van Halen ao ir a show da banda, segundo MylesAlter Bridge
A postura de Eddie Van Halen ao ir a show da banda, segundo Myles

Nightwish: Tuomas admite que pensou em acabar com a banda após Marko Hietala sairNightwish
Tuomas admite que pensou em acabar com a banda após Marko Hietala sair

Kiss: as cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnêsKiss
As cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnês

Black Sabbath: Bill Ward deveria ter feito show final com eles? Tommy Clufetos respondeBlack Sabbath
Bill Ward deveria ter feito show final com eles? Tommy Clufetos responde

Motörhead: Mikkey Dee pensa em Lemmy de uma forma totalmente positivaMotörhead
Mikkey Dee pensa em Lemmy de "uma forma totalmente positiva"

Anthrax: Scott Ian diz que ficou louco de ciúmes quando ouviu Metallica a primeira vezAnthrax
Scott Ian diz que ficou "louco de ciúmes" quando ouviu Metallica a primeira vez

Black Sabbath: as músicas com as melhores atuações do lendário Bill Ward, pela KerrangBlack Sabbath
As músicas com as melhores atuações do lendário Bill Ward, pela Kerrang

Bruce Dickinson: novo filme sobre o show de 1994 durante a guerra em SarajevoBruce Dickinson
Novo filme sobre o show de 1994 durante a guerra em Sarajevo

Eduardo Costa: ele diz que se inspirou em Cazuza e Renato Russo para sertanejo políticoEduardo Costa
Ele diz que se inspirou em Cazuza e Renato Russo para sertanejo político

Cannibal Corpse: Corpsegrinder diz que ninguém bate cabeça melhor que ele no mundoCannibal Corpse
Corpsegrinder diz que ninguém "bate cabeça" melhor que ele no mundo

Alice In Chains: para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogasAlice In Chains
Para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogas

Capital Inicial: comercial com Dinho Ouro Preto na final do BBB 21 é criticado na webCapital Inicial
Comercial com Dinho Ouro Preto na final do BBB 21 é criticado na web


Arte Musical
Stamp
Korzus

MP3: A história do formato até a popularização

Por P. F. Neiklot
Em 17/04/02

Tudo começou há mais tempo do que muitos imaginam. Foi em meados da década de 80, quando uma empresa alemã se predispôs à árdua tarefa de criar uma compactação de áudio usando baixas taxas de compressão, baseando-se na manipulação da escuta humana.

Depois de três anos de desenvolvimento, a Fraunhofer IIS-A registrou a patente em 1989, na Alemanha. Em 1992, o formato foi aceito pela International Standards Organization (ISO, ou Organização Internacional de Padrões) e integrado ao Moving Picture Experts Group (MPEG), o padrão para compressão de vídeo, áudio e sistemas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em janeiro de 1995, o Moving Pictures Experts Group Audio Layer III, ou simplesmente MP3, foi patenteado nos Estados Unidos e dois anos depois a Fraunhofer procurou alguns produtores de software independentes e milhares de encoders (rippers, ex.: audiograbber) e decoders (players, ex.: winamp) foram aparecendo. E sendo que, como a Fraunhofer detinha a patente do algorítmo, qualquer empresa que quisesse produzir seus programas baseando-se no MP3, teriam que conseguir licença junto à própria.

Em 1997, Tomislav Uzelac, da AMP (Advanced Multimedia Products), criou o primeiro "Tocador de MP3" e o batizou de AMP.

Logo em seguida, dois estudantes universitários americanos, Justin Frankel e Dmitry Boldyrev, pegaram a AMP Engine usada no AMP Player, adicionaram uma interface para windows e criaram o conhecidíssimo "Winamp."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando o Winamp foi oferecido gratuitamente na Internet, a loucura do MP3 começou. No começo de 1999, algumas gravadoras disponibilizaram músicas na Internet antes de seu lançamento nas lojas, o que estimulou a criação de incontáveis ferramentas para codificar e decodificar MP3.

Os mecanismos de busca facilitavam a procura de qualquer música específica. Não havia programas de compartilhamento de arquivos, como o Napster, até então. MP3s eram encontradas por toda a parte na Internet e nenhuma gravadora pensou no estrago que isso causaria anos depois.

Então surge o "Napster."

Quando o Napster apareceu na Internet, em 1999, tornou-se possível qualquer pessoa, com qualquer tipo de conexão, achar qualquer música e baixá-la em poucos minutos. Conectando múltiplos usuários entre si, Napster criou uma comunidade virtual que cresce sem parar até hoje.

O Napster com certeza será lembrado mais do que qualquer outro Software de MP3 que já foi feito. E isso tem uma razão óbvia, pois além de ter sido o primeiro, também tornou-se o mais famoso por um simples motivo: a ganância de algumas pessoas.

As MP3 eram trocadas livremente sem que ninguém fizesse nenhuma objeção, até que uma gravadora, unida à algumas bandas, dentre elas o Metallica, resolve tentar acabar com a festa musical na Internet.

Depois de muitos "Fuck You" ditos por Hetfield e companhia para os fãs que queriam ouvir a música deles de graça, o resultado não poderia ter sido outro: as MP3 popularizaram-se mais ainda, e enquanto a batalha do Napster corria na justiça, outros milhares de programas, exatamente como ele, foram criados.

A troca de arquivos online continua desenfreadamente e não vai parar tão cedo. Não que eu apóie a quebra dos direitos autorais, mas tentar acabar estes formatos é absurdo. Não vejo nada demais em ter meus CD originais todos gravados em MP3 no meu PC, todos nós temos que concordar que é muito mais prático.

Sempre comprei CDs originais, mesmo no clímax da festa musical. Todos que têm condições de acessar a Internet, supostamente têm condições de comprar um CD original e muitas das pessoas que eu conheco, agiram exatamente como eu: baixavam o CD na Internet e caso gostassem compravam o original, mesmo não concordando com o preço absurdo deles.

Depois do rebuliço causado pelas gravadoras e suas bandas aliadas, O MP3 tornou-se parte do dia-dia de muitos Internautas. E muita gente soube aproveitar-se disso, como é o caso da Rio, que fabricou os primeiros MP3 Players Portáteis. A Fasttrack desenvolveu um sistema, conhecido com peer-to-peer (pessoa para pessoa) que possibilita a troca não só de MP3, e sim jogos, filmes e software piratas.

A indústria fonográfica, ao invés de ter criado todo esse escândalo, poderia ter se aproveitado do formato. Há inúmeras possibilidades, como por exemplo, o lançamento de novas bandas ou novos estilos musicais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu particularmente, comecei a gostar do estilo de música que gosto hoje (Heavy Metal) depois de um amigo enviar-me uma MP3 de ninguém menos que o Metallica. Aí depois conheci outras bandas mais sérias e que adequam-se mais ao estilo, e em um intervalo de menos de três anos comprei muitos CDs, e digo muitos mesmo. Se por acaso meu amigo não tivesse me enviado aquela MP3 do Metallica eu poderia não ser fissurado por música hoje. Isso é uma coisa a se pensar.

Comente: Em qual formato você ouve música hoje?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos