Resenha - Kyuss Lives (Carioca Club, São Paulo, 13/11/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo Contro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No último domingo, dia 13 de novembro, o Kyuss fez sua primeira apresentação no Brasil. Apesar dos seus 23 anos de estrada, o grupo de Palm Springs (Califórnia), formado em 1988, jamais tinha feito uma apresentação no País, talvez por duvidar da capacidade de lotar uma casa no "País do Samba". Longe disso, a banda teve uma recepção muito calorosa dos fãs brasileiros. Casa cheia e público apreensivo para assistir um dos melhores shows de 2011. Isso mesmo!

Foo Fighters: Dave Grohl revela as as canções que definiram a sua carreiraAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal

Por: Eduardo Contro
Fotos: Divulgação

Apesar de não tão longa, a apresentação, que começou às 20h10 e terminou às 21h40, foi realmente grandiosa desde o início. Simpáticos, ao subirem ao palco os americanos já fizeram algo inusitado, ao menos para mim: aplaudiram o público, que retribuiu com bastante carinho.

A casa cheia, aliás, deixou o clima muito bacana. Via-se no rosto de Nick Oliveri, baixista, a alegria de ver a agitação do público brasileiro, que é realmente de contagiar. Elogiada sempre e com muita justiça, a galera pulou o tempo todo.

Apesar das diversas modificações de integrantes, o Kyuss jamais perdeu sua essência ao longo da carreira, e em sua passagem por aqui não foi diferente, mandando um show potente, pesado e por que não dizer devastador.

A formação atual da banda nesta retomada conta com o baixista Nick Olivieri (ex-QOTSA e famoso por ter sido preso ao tocar pelado no Rock In Rio), o vocalista John Garcia, o guitarrista Bruno Fevery, além do baterista Brant Bjork.

A superinfluente banda californiana, ou o que restou dela, agora usando o nome Kyuss Lives!, nos anos 90 criou o "desert rock" e viria a gerar o grande Queens of the Stone Age (e o Fu Manchu, o Eagles of Death Metal, o Dwarves, entre outras).

Esta influência realmente não é por acaso. O grupo ganhou status de cult pois em pouco tempo lançou álbuns aclamados. Pois eles aproveitaram a oportunidade para mostrar um set praticamente composto por todos os hits do grupo e não ofereceram sequer um momento de morosidade para o público.

A lista foi realmente intensa do início ao fim. "Gardenia" abriu a noite com muito peso e incendiou o público. Na sequência, os californianos mandaram "Hurricane" e "One-inch Man". Pontos altos também foram "Supa Scoopa and Mighty Scoop" e "Whitewater".

Muitas "jams sessions" entre as músicas também fizeram parte do repertório, mas sempre sem deixar a temperatura cair. "Green Machine", a mais esperada da noite, verdadeiro petardo, fechou a apresentação em altíssimo nível.

Ao final todos saíram esgotados com tanto peso. Falei com um fã, Roberto Araújo, de 27 anos, que comentou: "Gostaria de dar os parabéns pessoalmente pra banda, foi incrível". No que respondi: "Posso dizer que minha percepção não foi diferente".
Realmente, o paulista, assim como muitos outros que puderam presenciar o show, recebeu um grande presente: apresentação de gala.

Além do Brasil a banda também passa por Chile e Argentina em novembro, tudo com show único em cada país. Sorte dos Hermanos!

SET LIST
Gardenia
Hurricane
One Inch Man
Thumb
Freedom Run
Asteroid
Supa Scoopa and Mighty Scoop
Whitewater
Odyssey
Conan Troutman
El Rodeo
100°
Bis
Fatso Forgotso
Allen's Wrench
Green Machine




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Kyuss"Todas as matérias sobre "Queens Of The Stone Age"


Foo Fighters: Dave Grohl revela as as canções que definiram a sua carreiraFoo Fighters
Dave Grohl revela as as canções que definiram a sua carreira

QOTSA: Dave Grohl comenta de quando gravou a bateria para elesQOTSA
Dave Grohl comenta de quando gravou a bateria para eles

Them Crooked Vultures: "Praticamos uma vez por década"

Banda de casamento: veja Kirk Hammett e Robert Trujillo tocando Sabbath, AC/DC e outrosBanda de casamento
Veja Kirk Hammett e Robert Trujillo tocando Sabbath, AC/DC e outros

Mondo Generator: Banda de ex-QOTSA fará cinco datas no Brasil

Dave Grohl: ouça bateria isolada no Nirvana, Foo Fighters e QOTSADave Grohl
Ouça bateria isolada no Nirvana, Foo Fighters e QOTSA

Pagando mico: 10 maneiras de ser expulso ou humilhado em um showPagando mico
10 maneiras de ser expulso ou humilhado em um show

QOTSA: se é racista, misógino ou homofóbico, nossa música não é para vocêQOTSA
"se é racista, misógino ou homofóbico, nossa música não é para você"


Alfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de MetalAlfabeto do Rock
As 15 melhores músicas de Metal

Church of Satan: A maioria dos músicos de Black Metal são cristãosChurch of Satan
"A maioria dos músicos de Black Metal são cristãos"

Queen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian RhapsodyQueen
10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

AC/DC: "Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"King Diamond: O que significa ser Satanista?Metallica: banda faz batucada durante show - veja vídeoDream Theater: "Foi embora de vez, para sempre", diz Mangini sobre Portnoy

Sobre Eduardo Contro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.