Resenha - Bruce Dickinson (Rio de Janeiro, 20/04/1999)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Fraga Bomfim
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Terça Feira, dia 20 de abril. Véspera de feriado. E com show do mestres Bruce Dickinson e Adrian Smith no Metropolitan! Uma semana não poderia começar melhor. Depois do já clássico atraso nos shows, começa uma apoteose metálica que IMO a muito não se vê. Primeiro porque Bruce ainda corre, se mexe e canta como se fosse um garoto de 16 anos. Claro que a voz também já não é mais a mesma, mas continua maravilhosa (e olha que ele estava gripado)! Adrian Smith continua um dos maiores monstros da guitarra no Metal. Segundo porque depois de um álbum fraco (Skunkworks) ele conseguiu lançar dois discos extremamentes pesados e bons, ao contrário de sua antiga banda (e agora atual novamente). Isso se deve a duas pessoas: Roy Z e Adrian Smith. O primeiro é além de um excelente guitarrista, um grande compositor. O segundo creio que dispensa comentários. Estamos falando de um dos guitarristas mais influentes do Heavy Metal.

4 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosOzzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separação

Voltando ao que importa, o espetáculo. Ele foi dividido em partes, começando pelas músicas do novo álbum, Chemical Wedding: Trumpets Of Jericho, King In Crimson, Chemical Wedding, Gates Of Urizen, Killing Floor e The Book Of Thel mostraram bastante o peso do novo álbum e como ele se porta ao vivo. Melhor ainda quando Bruce anunciou que o show estava sendo gravado para virar um álbum ao vivo! A galera que já estava no máximo, superou todos os limites físicos e gritou, cantou e agitou de maneira exemplar! Depois Bruce e banda nos troxeram músicas mais antigas da carreira solo do cantor e até mesmo (como era de se esperar ), clássicos do Iron Maiden: Tears Of The Dragon, Accident Of Birth, Darkside Of Aquarius, Powerslave e Laughing At The Hiding Bush, terminando com outra do Chemical Wedding: The Tower.

O som do show estava bastante bom, especialmente pelo fato do show estar sendo gravado. Pra quem pensava que era só isso (se bem que eu não creio que alguém chegou a pensar ser só isso) ele voltou mais duas vezes ao palco. No primeiro bis rolou 2 Minutes To Midnight e Tattooed Millionaire. No segundo, Road To Hell e Flight Of Icarus. Um show que certamente merece ficar na nossa memória e em breve, nos nosso cd-players.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

4 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores287 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Dave MurrayDave Murray
Seu melhor solo de guitarra em "Powerslave"

Iron MaidenIron Maiden
Final de Copa do Mundo retratada em capa de álbum?

Heavy MetalHeavy Metal
Qual a música mais influente para o gênero?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Bruce Dickinson"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

Ozzy x SharonOzzy x Sharon
Conheça a mulher que supostamente causou a separação

GuitarraGuitarra
Ouça o riff mais popular de todos os tempos

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Bon Scott, do AC/DC, muito antes da fama

5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosMick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo5000 acessosGuns N' Roses: Sebastian Bach ficou surpreso com reunião5000 acessosDavid Lee Roth: strippers, cocaína, maconha e Jack Daniel's5000 acessosEvanescence: mãe de Amy Lee pensou em levá-la ao psiquiatra

Sobre Pedro Fraga Bomfim

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Pedro Fraga Bomfim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online