Resenha - Bruce Dickinson (Rio de Janeiro, 20/04/1999)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Fraga Bomfim
Enviar correções  |  Ver Acessos

Terça Feira, dia 20 de abril. Véspera de feriado. E com show do mestres Bruce Dickinson e Adrian Smith no Metropolitan! Uma semana não poderia começar melhor. Depois do já clássico atraso nos shows, começa uma apoteose metálica que IMO a muito não se vê. Primeiro porque Bruce ainda corre, se mexe e canta como se fosse um garoto de 16 anos. Claro que a voz também já não é mais a mesma, mas continua maravilhosa (e olha que ele estava gripado)! Adrian Smith continua um dos maiores monstros da guitarra no Metal. Segundo porque depois de um álbum fraco (Skunkworks) ele conseguiu lançar dois discos extremamentes pesados e bons, ao contrário de sua antiga banda (e agora atual novamente). Isso se deve a duas pessoas: Roy Z e Adrian Smith. O primeiro é além de um excelente guitarrista, um grande compositor. O segundo creio que dispensa comentários. Estamos falando de um dos guitarristas mais influentes do Heavy Metal.

Canal Barbônico: Bruce Dickinson, a voz que elevou a história do Iron MaidenMusas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmente

Voltando ao que importa, o espetáculo. Ele foi dividido em partes, começando pelas músicas do novo álbum, Chemical Wedding: Trumpets Of Jericho, King In Crimson, Chemical Wedding, Gates Of Urizen, Killing Floor e The Book Of Thel mostraram bastante o peso do novo álbum e como ele se porta ao vivo. Melhor ainda quando Bruce anunciou que o show estava sendo gravado para virar um álbum ao vivo! A galera que já estava no máximo, superou todos os limites físicos e gritou, cantou e agitou de maneira exemplar! Depois Bruce e banda nos troxeram músicas mais antigas da carreira solo do cantor e até mesmo (como era de se esperar ), clássicos do Iron Maiden: Tears Of The Dragon, Accident Of Birth, Darkside Of Aquarius, Powerslave e Laughing At The Hiding Bush, terminando com outra do Chemical Wedding: The Tower.

O som do show estava bastante bom, especialmente pelo fato do show estar sendo gravado. Pra quem pensava que era só isso (se bem que eu não creio que alguém chegou a pensar ser só isso) ele voltou mais duas vezes ao palco. No primeiro bis rolou 2 Minutes To Midnight e Tattooed Millionaire. No segundo, Road To Hell e Flight Of Icarus. Um show que certamente merece ficar na nossa memória e em breve, nos nosso cd-players.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Bruce Dickinson"Todas as matérias sobre "Iron Maiden"


Canal Barbônico: Bruce Dickinson, a voz que elevou a história do Iron Maiden

Iron Maiden: Blaze nunca pensou que ele seria escolhido para substituir Bruce DickinsonIron Maiden
Blaze nunca pensou que ele seria escolhido para substituir Bruce Dickinson

Iron Maiden: Brasil é o país que mais ouve a banda no mundo, revela estudoIron Maiden
Brasil é o país que mais ouve a banda no mundo, revela estudo

Children Of The Beast: versão ao-vivo de "Empire of the Clouds" com a orquestra SP PopsIron Maiden: o atemporal Somewhere in Time (vídeo)

Kerrang!: álbuns fantásticos com capas constrangedorasKerrang!
álbuns fantásticos com capas constrangedoras

Rock in Rio 2019: qual headliner é o mais popular no Brasil, segundo o GoogleRock in Rio 2019
Qual headliner é o mais popular no Brasil, segundo o Google

Iron Maiden: veja Flight Of Icarus e Run To The Hills tocadas em Los AngelesIron Maiden
Veja "Flight Of Icarus" e "Run To The Hills" tocadas em Los Angeles

Incubus: eles querem emprestar o cenário do Iron Maiden, incluindo Eddie

Grandes covers: cinco versões para The Number Of The BeastGrandes covers
Cinco versões para "The Number Of The Beast"

Iron Maiden em Campinas: O dia em que o Brinco de Ouro virou campo de guerraIron Maiden em Campinas
O dia em que o Brinco de Ouro virou campo de guerra

Rock in Rio 2019: apenas 2 dias do festival estão com ingressos esgotadosRock in Rio 2019
Apenas 2 dias do festival estão com ingressos esgotados

Bruce Dickinson: em vídeo, um review da autobiografia

Iron Maiden: Nicko McBrain não usa pedal duplo pois já acha um difícil o bastanteIron Maiden
Nicko McBrain não usa pedal duplo pois já acha um difícil o bastante

Iron Maiden: cinco versões do clássico Hallowed Be Thy NameIron Maiden
Cinco versões do clássico "Hallowed Be Thy Name"

Regis Tadeu: Maiden, Bowie, Stones, discos Ruins que ele adoraRegis Tadeu
Maiden, Bowie, Stones, discos "Ruins" que ele adora

Iron Maiden: fã toca todos os instrumentos de The TrooperIron Maiden
Fã toca todos os instrumentos de The Trooper

Steve Grimmett: o quinto colocado para substituir BruceSteve Grimmett
O quinto colocado para substituir Bruce


Musas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmenteMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Metal: Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gêneroMetal
Gibson.com enumera 50 melhores músicas do gênero

Os Headbangers não praticantesOs Headbangers não praticantes

Iron Maiden: Bruce Dickinson e sua preferência pelo BrasilIron Maiden
Bruce Dickinson e sua preferência pelo Brasil

Mr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)Mr Catra
Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)

Guns N' Roses: brasileiro grava as linhas de baixo do AppetiteGuns N' Roses
Brasileiro grava as linhas de baixo do "Appetite"


Sobre Pedro Fraga Bomfim

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Pedro Fraga Bomfim no Whiplash.Net.

adClioIL