Saxon: Banidos Oriente Médio por conta de canção "Crusader"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago El Cid Cardim, Fonte: Webbanger
Enviar correções  |  Ver Acessos

Hoje (16) à noite, acontece a edição 2006 do festival Desert Rock, na cidade de Dubai, no Oriente Médio. São esperados 25.000 fãs para conferirem as apresentações de bandas como Testament, Reel Big Fish, 3 Doors Down e o Megadeth, grande atração da noite.

Saxon: shows cancelados por cirurgia cardíaca de Biff ByfordHumor: oito razões pra dormir com um baterista

Os ingleses do SAXON também estavam confirmados para tocar na festa, principalmente depois do ano passado, quando eles cancelaram o seu show no mesmo festival graças ao incêndio na casa do vocalista Biff Byford - e que forçaria, inclusive, o cancelamento das apresentações aqui no Brasil. Mas graças a um editorial publicado em um veículo local da Arábia, os músicos britânicos foram taxados de "racistas" por conta da canção "Crusaders", de 1984, que relata as cruzadas contra os árabes considerados "infiéis" pelos templários durante a Idade Média.

"A questão, para a banda e para os organizadores, é o que o Saxon vem fazer aqui, em Dubai e nas areias da Arábia?", comentou o enraivecido jornalista. "Eles vão tentar fazer com que nós, pagãos sarracenos, recebamos sua música como se suas guitarras fossem espadas feitas de aço?". Logo, o Saxon seria sumariamente cortado do line-up do Desert Rock.

O grupo não tardou a relatar o fato com tristeza em seu site oficial, dizendo que a letra de "Crusader" foi lida completamente fora de contexto. "Muitas das canções que escrevemos são baseadas em eventos históricos, como 'Dallas 1 Pm' (sobre a morte de Kennedy), 'Conquistador' (a conquista da América do Sul) e 'Crusader' (sobre o século 12). As canções não devem ser entendidas como forma de propaganda. Trata-se apenas de um pequeno pedaço de um evento histórico, a letra tem como intenção dar um sabor do que deve ter sido estar no exército naquela época. Saladin, líder dos sarracenos, também foi um poderoso guerreiro e daria uma excelente canção de heavy metal. O jornalista que escreveu sobre 'Crusader' estava obviamente tentando causar tanto problema quanto fosse possível. Não escrevemos letras para incentivar o ódio e o racismo, temos fãs de todas as cores e religiões ao redor do mundo. A música deveria ser usada para quebrar barreiras, e não para erguê-las". "Crusader", faixa-título de um dos álbuns mais importantes da carreira da lendária banda inglesa, traz na canção o seguinte trecho, principal alvo da crítica do jornalista árabe: "We're marching, we're marching, to a land far from home / No one can say who'll return / For Christendom's sake, we'll take our revenge / On the pagans from out of the east / We Christians are coming, with swords held on high / United by faith and the cause / The Saracen heathen will soon taste our steel / Our standards will rise 'cross the land" (Estamos marchando, estamos marchando, para uma terra longe de casa / Ninguém pode dizer quem vai retornar / Em nome do cristianismo, vamos ter a nossa vingança / Sobre os pagões que vêm do leste / Os cristãos estão chegando, com as espadas erguidas / Unidos pela fé e pela causa / Os selvagens sarracenos vão sentir o nosso aço em breve / Nossas bandeiras serão erguidas por toda a terra).




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Saxon"


Saxon: shows cancelados por cirurgia cardíaca de Biff ByfordSaxon
Shows cancelados por cirurgia cardíaca de Biff Byford

Wacken 2019: assista a todos os shows que tiveram transmissãoWacken 2019
Assista a todos os shows que tiveram transmissão

Top 10: Os mais influentes álbuns de Metal TradicionalTop 10
Os mais influentes álbuns de Metal Tradicional

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1980

Metal Hammer: dez estranhas colaborações no metalMetal Hammer
Dez "estranhas" colaborações no metal


Humor: oito razões pra dormir com um bateristaHumor
Oito razões pra dormir com um baterista

Whiplash.Net: O site é um site lucrativo?Whiplash.Net
O site é um site lucrativo?

Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidasMetallica
James Hetfield explica suas tatuagens preferidas

Dr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis TadeuDr. Sin
Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu

Guns N' Roses: ex-guitarrista admite que era difícil tocarGuns N' Roses
Ex-guitarrista admite que era difícil tocar

Black Sabbath: Aposto que você não sabe, por Regis TadeuBlack Sabbath
"Aposto que você não sabe", por Regis Tadeu

Iron Maiden: Steve Harris nunca gostou de Flight of Icarus?Iron Maiden
Steve Harris nunca gostou de "Flight of Icarus"?


Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336