Matérias Mais Lidas

Steve Vai: Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como eleSteve Vai: "Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como ele"

Bruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atençãoBruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atenção

Malas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citaçõesMalas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citações

Lemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do RockLemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do Rock

John Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com YokoJohn Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com Yoko

O sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitidoO sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitido

Raul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositorRaul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositor

Capital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do ViperCapital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do Viper

A opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano BrownA opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano Brown

Vocalista do Saxon acha um pouco maluco Judas Priest tocar como um quartetoVocalista do Saxon acha "um pouco maluco" Judas Priest tocar como um quarteto

A opinião de Chester Bennington e Travis Barker sobre o MetallicaA opinião de Chester Bennington e Travis Barker sobre o Metallica

Capital Inicial: quem é a pessoa que inspirou o sucesso NatashaCapital Inicial: quem é a pessoa que inspirou o sucesso "Natasha"

Homem rouba guitarra de R$ 43 mil enfiando-a nas calças; veja vídeoHomem rouba guitarra de R$ 43 mil enfiando-a nas calças; veja vídeo

Por que Renato Russo não deixava ninguém sorrir no palco, segundo Carlos TrilhaPor que Renato Russo não deixava ninguém sorrir no palco, segundo Carlos Trilha

COVID: nunca mais vamos nos livrar disso, diz Ian Anderson do Jethro TullCOVID: nunca mais vamos nos livrar disso, diz Ian Anderson do Jethro Tull


Stamp

Baterista do Quiet Riot comenta novo CD

Por César Enéas Guerreiro
Fonte: Blabbermouth
Em 06/12/06

O site MetalEpicenter.com entrevistou recentemente o baterista do QUIET RIOT, Frankie Banali. Alguns trechos desse papo:

MetalEpicenter.com: Vamos começar perguntando sobre seu projeto atual, o novo álbum "Rehab", e sobre a sua recente participação no tributo "Butchering The Beatles - A Headbashing Tribute". Fale um pouco sobre os dois, se possível.

Frankie: Para as novas gravações, Kevin DuBrow e eu tivemos a participação de Tony Franklin no baixo (ex-THE FIRM e BLUE MURDER), do ótimo guitarrista de estúdio Neil Citron e da voz do rock, Glenn Hughes (ex-DEEP PURPLE e BLACK SABBATH), que participou de um dueto com Kevin na música "Evil Woman" (1969) do SPOOKY TOOTH e também contribuiu com a linha de baixo para aquela música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Rehab" já está disponível nos EUA, através do selo independente Chavis Records e o lançamento mundial será feito pelo selo britânico Demolition Records; a data do lançamento no Japão será anunciada em breve. O lançamento nos EUA conta com 11 músicas, enquanto o europeu e o sul-americano terão as mesmas faixas, mas também incluirão uma faixa bônus. O lançamento no Japão incluirá uma faixa bônus diferente dos outros lançamentos internacionais.

No CD "Butchering The Beatles", eu toquei bateria na faixa "Magical Mystery Tour", juntamente com Jeff Scott Soto (YNGWIE MALMSTEEN, SOUL SIRKUS) nos vocais, Yngwie Malmsteen (RISING FORCE, ALCATRAZZ) na guitarra solo, Bob Kulick (MEAT LOAF, PAUL STANLEY BAND) na guitarra base e Jeff Pilson (DOKKEN, FOREIGNER) no baixo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

MetalEpicenter.com: Já ouvimos algumas das faixas do "Rehab" que você postou em seu site e parece que vocês se esforçaram para conseguir um som diversificado no disco. Nossa suposição está correta?

Frankie: "Rehab" é o melhor álbum do QUIET RIOT que lançamos em quase duas décadas. É o melhor material musical e lírico que já fizemos. Nele há músicas que diferem de tudo o que já fizemos no passado. Há músicas como "Free" e "Blind Faith", que são modernas e mais pesadas do que qualquer coisa que já gravamos. Também há músicas que demonstram não só as incríveis habilidades vocais de Kevin, como em "Old Habits Die Hard", como a minha própria paixão por ritmos constantes e pesados, como em "South of Heaven" e "Evil Woman", que contam, tanto no baixo como no vocal, com o incrível talento de Glenn Hughes, que já esteve no DEEP PURPLE e no BLACK SABBATH. É uma ótima seleção de músicas.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Há uma música semelhante, em estilo e abordagem musical, às músicas antigas. É "It Sucks To Be You", composta por Kevin DuBrow, e é uma música bem divertida. Quando Kevin tocou a demo dessa música para mim, nós concordamos em gravá-la para ver como ficaria. Depois, quando mixamos as músicas e estávamos decidindo sobre o que seria colocado no lançamento dos EUA e quais seriam as faixas bônus dos lançamentos internacionais, eu quis incluir a música "Wired To The Moon", que parecia mais adequada em estilo para o lançamento dos EUA e colocar "Sucks" como faixa bônus nos lançamentos internacionais, mas Kevin não concordou. Mas é uma faixa divertida.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Além de ter o prazer de trabalhar com Tony Franklin, que é meu baixista favorito, e com o guitarrista Neil Citron, que é incrivelmente talentoso, eles tornaram possível a gravação deste álbum. Nenhum outro grupo de músicos com os quais Kevin já trabalhamos no passado poderia ter conseguido o fazer "Rehab", devido à diversidade do material e de estilos.

Leia a entrevista completa neste link.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Beto Alone: A ligação entre o Palmeiras, Iron Maiden, Slade, Ozzy e FNM? (vídeo)


Rudy Sarzo: por que ele deixou banda de Ozzy Osbourne após morte de Randy RhoadsRudy Sarzo
Por que ele deixou banda de Ozzy Osbourne após morte de Randy Rhoads

Kelly Garni: Randy Rhoads não era feliz com Ozzy OsbourneKelly Garni
Randy Rhoads não era feliz com Ozzy Osbourne

Rock e Metal: dez covers que são melhores que as originaisRock e Metal
Dez covers que são melhores que as originais


Slipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?Slipknot
Como são os membros da banda sem as máscaras?

Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre

Mais matérias de César Enéas Guerreiro.