Matérias Mais Lidas

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Jon Schaffer: nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadoraJon Schaffer
Nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadora

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Metallica: veja o primeiro (e curioso) cartão de visitas da bandaMetallica
Veja o primeiro (e curioso) cartão de visitas da banda

Megadeth: Dave Lombardo quase entrou pra banda, mas percebeu a merda que ia darMegadeth
Dave Lombardo quase entrou pra banda, mas percebeu a merda que ia dar

Joe Lynn Turner: detonando gravadora por continuar projeto Sunstorm sem eleJoe Lynn Turner
Detonando gravadora por continuar projeto Sunstorm sem ele

Nervosa: Banda lança videoclipe de Under RuinsNervosa
Banda lança videoclipe de "Under Ruins"

Pantera: as cinco melhores músicas da banda, segundo leitores da RevolverPantera
As cinco melhores músicas da banda, segundo leitores da Revolver

Megadeth: Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiroMegadeth
Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiro

Iron Maiden: As faixas do clássico The Number Of The Beast, da pior para a melhorIron Maiden
As faixas do clássico "The Number Of The Beast", da pior para a melhor

Pearl Jam: exigindo que banda cover Pearl Jamm mude nome, sob ameaça de processoPearl Jam
Exigindo que banda cover Pearl Jamm mude nome, sob ameaça de processo

Lista: 10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hojeLista
10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hoje

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Loudwire: o melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020Loudwire
O melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate


Matérias Recomendadas

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

Lemmy: Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!Lemmy
"Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"

Power Metal: 10 álbuns essenciais do estiloPower Metal
10 álbuns essenciais do estilo

System of a Down: casamento vai abaixo com Toxicity, vídeo viraliza e Serj divulgaSystem of a Down
Casamento vai abaixo com "Toxicity", vídeo viraliza e Serj divulga

Freddie Mercury: 18 fotos espontâneas ao lado do namorado Jim HuttonFreddie Mercury
18 fotos espontâneas ao lado do namorado Jim Hutton

Tunecore
Malvada

Tom Fischer: "Hellhammer nunca será reformado"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O site PyroMusic.net entrevistou recentemente o frontman do CELTIC FROST, Tom Gabriel Fischer. Alguns trechos desse papo:

PyroMusic.net: Eu tenho ouvido muitos rumores de que você tem ensaiado músicas do HELLHAMMER e gostaria de esclarecer uma coisa: você já considerou reformar o HELLHAMMER ou talvez tocar algum cover do HELLHAMMER nos shows do CELTIC FROST?

Tom Gabriel Fischer: "O HELLHAMMER nunca será reformado. Eu não acho que o HELLHAMMER possa ser reformado agora e também não acho que o HELLHAMMER poderia ser, algum dia, reformado. Isso seria um sacrilégio. Se eu fosse reformar o HELLHAMMER, não seria mais uma banda de verdade. Isso aconteceria por razões comerciais e não acho que o HELLHAMMER deveria ser reformado dessa forma. Essa banda foi um projeto que existiu e soou daquela forma porque surgiu numa certa época e transmitiu uma certa filosofia, além do que éramos um bando de adolescentes, coisa que simplesmente não pode ser recriada. Foi uma época muito especial e não acho que eu deveria fazer o HELLHAMMER de uma forma que não fosse sincera. Seria ridículo".

PyroMusic.net: Você tem orgulho do que conseguiu com o HELLHAMMER?

Tom Gabriel Fischer: "Sim, muito orgulho. O fato de eu estar dizendo isso agora é o resultado de um processo muito longo. Martin [Ain, baixo e vocal] e eu nem sempre gostamos muito do que fizemos no HELLHAMMER. Durante um certo tempo, foi muito duro viver com o legado do HELLHAMMER mas, neste momento, nós percebemos que o HELLHAMMER mudou nossas vidas para sempre e não seríamos o que somos sem nosso trabalho com o HELLHAMMER".

PyroMusic.net: Você acha que algumas das bandas mais recentes influenciam sua música agora?

Tom Gabriel Fischer: "Na verdade não. Acho que, com o CELTIC FROST, evoluímos muito e não precisamos mais da influência de outras bandas. Sei muito bem como é o som do CELTIC FROST e conheço muito bem o que tenho dentro de mim. Tenho bastante interesse na música atual, mas não deixo que ela me influencie. Penso que, dentro de mim, tenho música suficiente para não precisar de influência alguma".

PyroMusic.net: O último álbum do CELTIC FROST soa bem diferente de seu material mais antigo, mas houve um intervalo de 16 anos entre os lançamentos, então isso é compreensível. Você está satisfeito com a reação dos fãs e da imprensa?

Tom Gabriel Fischer: "Sim, estou satisfeito. Este é, de longe, o álbum de maior sucesso do CELTIC FROST. Por outro lado, posso até soar arrogante, mas isso não importa muito. Martin e eu fizemos esse álbum pensando, em primeiro lugar, em nós mesmos. Foi muito importante para nós gravar um álbum do CELTIC FROST — um VERDADEIRO álbum do CELTIC FROST. Nós dois achamos que os dois últimos álbuns não honravam o nome da banda".

PyroMusic.net: Bem, não vou discordar disso.

Tom Gabriel Fischer: "Isso mesmo. Nós sentimos que precisávamos fazer um álbum que estivesse no mesmo nível dos três primeiros do CELTIC FROST, o clássico som do CELTIC FROST. Então gravamos este álbum pensando primeiramente em nós mesmos e trabalhamos nele por quatro anos e meio para chegar a um verdadeiro álbum do CELTIC FROST. Isso foi o mais importante para nós. O que os outros pensassem e a percepção que tivessem estavam em segundo plano".

PyroMusic.net: Bem, a próxima coisa a ser perguntada é se você já começou a trabalhar em um novo álbum e, se sim, como as coisas vão indo?

Tom Gabriel Fischer: "Eu já compus música para um novo álbum do CELTIC FROST, mas não sei se... Bem, esta é uma banda da qual é difícil fazer parte, em nível pessoal. Eu já tenho várias músicas e tenho certeza de que, se gravarmos mais um álbum, ele vai superar o ‘Monotheist’. Acho que a banda, musicalmente e artisticamente falando, apenas acabou de acordar. Mas não sei se as coisas vão funcionar em nível pessoal".

PyroMusic.net: Então um novo álbum do CELTIC FROST não está garantido no momento?

Tom Gabriel Fischer: "Sim. Estou trabalhando paralelamente. Também estou trabalhando num álbum solo, logo a música que estou compondo será lançada de qualquer forma mas, se for um álbum do CELTIC FROST, deverá ser feito de forma bem mais abrangente, artisticamente falando".

PyroMusic.net: Você acha que algum dia veremos um lançamento do CELTIC FROST em DVD?

Tom Gabriel Fischer: "Estamos trabalhando em vários projetos em DVD. Há um documentário sobre o CELTIC FROST sendo produzido. Uma equipe produtora do documentário nos acompanhou o tempo todo. Também estamos trabalhando num filme-concerto – um filme-concerto muito ambicioso, mas não sei se conseguiremos realizá-lo. É muito ambicioso e muito caro. Também temos outra idéia para um DVD. Todas essas coisas levarão muito tempo para serem feitas mas certamente teremos material do CELTIC FROST em vídeo".

Leia a entrevista completa no pyromusic.net.


Stamp
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fãFrances Bean Cobain
Assustada com tatuagem de fã


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.