Coldplay: "nós não plagiamos Cat Stevens", diz Will

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: NME, Tradução
Enviar Correções  

O baterista Will Champion, do COLDPLAY, negou que a banda tenha plagiado qualquer outro artista em suas músicas, seguindo o questionamento de Yusuf Islam (conhecido como Cat Stevens) de que eles teriam plagiado sua música "Foreigner Suite" em "Viva la Vida".

Mötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

Andre Matos: o que ele faria se fosse mulher por um dia?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Além disso, como já foi noticiado, Chris Martin e companhia estão sendo processados pelo guitarrista JOE SATRIANI, que os acusou de plagiar sua música "If I Could Fly" na mesma obra.

Porém, Champion reafirmou que o grupo é inocente em uma conversa com o site Hamptonroads.com, dizendo que a banda "não fez nada de errado".

"É duro quando as pessoas acusam você de roubar algo quando você sabe que não o fez. Aceitamos que isso faz parte do território (da música), e sabemos que é por alguma razão que as músicas de sucesso são sempre as que são acusadas de serem roubadas", disse ele.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baterista também adicionou acreditar que alguns cruzamentos musicais entre os artistas são inevitáveis. "Há elementos em nossa música que eu escutei em músicas de outras pessoas", disse ele, "mas é uma coisa muito difícil de se definir. Existem apenas oito notas em uma oitava, e ninguém é dono delas. Há provavelmente em torno de 12 mil músicas que apresentam as mesmas progressões nos acordes. Eu penso que o plágio nasce em um intento de roubar, o que nós certamente nunca fizemos e nunca faremos. É lamentável mas é a maneira que as pessoas são. É assim. Mas estamos confiantes de que não fizemos nada de errado".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à bandaMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

Andre Matos: o que ele faria se fosse mulher por um dia?Andre Matos
O que ele faria se fosse mulher por um dia?


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280