Rammstein: "queríamos algo diferente, gravamos um pornô"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Metal Hammer, Tradução
Enviar Correções  

O guitarrista Richard Kruspe, da banda alemã RAMMSTEIN, concedeu uma entrevista ao site Metal Hammer (http://www.metalhammer.co.uk) na qual falou sobre "Pussy" o novo clipe da banda que contêm cenas de sexo explícito:

"Originalmente nós faríamos uma música como ‘Mein Teil’, uma música com coro. Mas estávamos cansados de fazer sempre a mesma coisa e eu disse ‘vamos fazer Pussy’. Se fôssemos fazer um vídeo, isso poderia ser realmente interessante. Entramos em contato com nosso diretor favorito, Jonas Åkerlund, e existia 50% de chance dele aceitar. Ele poderia amar ou odiar. Três horas mais tarde recebemos um e-mail dele dizendo: ‘eu ouvi a música, vamos fazer uma revolução, vamos fazer um pornô!’. E eu não esqueço a reação da banda. Eles tinham um sorriso enorme no rosto e disseram ‘sim!’".

publicidade

"Após fazer o vídeo, o que foi obviamente interessante, nós pensamos ‘você não pode exibir o vídeo em canais de TV ou na MTV’. Apenas encontramos um outro modo de fazer o vídeo acessível para as pessoas. Até o momento, em uma semana, 6.5 milhões já assistiram o vídeo. O que estou dizendo é que sempre há outras saídas."

"Eu me lembro como era horrível no início da nossa carreira estar dependente da MTV e de todas aquelas estações. Você tem de curvar-se tantas vezes para conseguir tocar, eu odeio isso.
Eu gosto do fato de que há sempre uma outra maneira, se você desejá-la e lutar por ela. Isso só mostra que há sempre uma outra maneira e isso satisfaz a minha mente, podemos fazer as coisas exatamente do jeito que achamos que devemos fazer."

publicidade

"Não tratou-se de algo consciente, só queríamos tentar algo diferente. Gravamos um vídeo pornográfico, então qual o melhor lugar para hospedá-lo? Em um site pornô!", declarou o guitarrista.

Houve algum ponto em que você pensou que tinha ido longe demais?

Kruspe: "Foi realmente muito profissional! Eu fiquei maravilhado, eu sempre pensei que a indústria pornográfica era cruel e suja. Tudo foi muito profissional, eu fiquei maravilhado."

publicidade

Para ler o artigo completo (em inglês) acesse este link.



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985Os Trapalhões
Uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin