Porão do Rock: anúncio oficial para a imprensa brasiliense

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcus Vinicius Leite, Fonte: Porão do Rock - site oficial, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Em coletiva realizada na manhã de quinta-feira (10/9), no Hotel Sonesta Brasília, a ONG Porão do Rock apresentou para a imprensa do Distrito Federal e bandas participantes a programação oficial da 12ª edição do Festival Porão do Rock, a ser realizado nos dias 19 e 20 de setembro (sábado e domingo), na Esplanada dos Ministérios, com entrada franca.

Religião: Top 10 citações sobre Deus e o DiaboCapas de álbuns: 30 das piores artes da história

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Serão 40 atrações divididas nos dois dias e por dois palcos - o Principal (giratório) será montado no gramado em frente ao Museu da República; e o Pílulas (fixo) ficará armado no piso de concreto ao lado do próprio Museu e da Biblioteca Nacional. A maratona de shows será precedida por dois dias (17 e 18 de setembro) de debates e conferências livres sobre mercado musical, fonográfico, políticas públicas e privadas de financiamento para eventos e outros assuntos relacionados à nova economia da música que acontecerão no audtiório da Biblioteca Nacional.

Participaram da mesa João Oliveira, presidente da Empresa Brasiliense de Turismo (BrasiliaTur), patrocinadora do Porão 2009; Gustavo Sá, diretor artístico do festival; Clausem Bonifácio, presidente da ONG Porão do Rock; e Alexandra Capone, coordenadora de produção e das conferências livres. "Ao colocar o Porão no guarda-chuva de ações que planejamos para abrir as celebrações dos 50 anos de Brasília, queremos chamar a atenção do país para o fato de nossa cidade ser o maior celeiro do rock no Brasil", ressaltou João Oliveira. "Brasília é reconhecida até internacionalmente como capital do rock e o Porão reúne essas 40 bandas, das quais, metade tem expressão nacional, o que por si só atrai muita gente para a cidade para desfrutar de evento cultural de alto nível e usufruir da nossa ótima rede hoteleira, sem falar nas belezas naturais, como nosso céu", elogiou o presidente da BrasíliaTur, garantindo que o Governo do Distrito Federal está preparado para colaborar com o Porão por meio das secretarias de Segurança Pública, Transporte e Saúde.

Gustavo Sá destacou que o apoio financeiro do GDF foi fundamental para que o festival fosse realizado sem cobrança de ingressos este ano. E explicou como funcionará a programação musical do evento. "O sábado (19/9) será uma mistura de vários nomes do Brasil e de fora. Já no domingo teremos um apanhado de quase 30 anos da história do rock de Brasília. Todas as bandas terão o mesmo aparato técnico de som, palco e iluminação. Queremos que os iniciantes recebam o mesmo tratamento dos veteranos e que o público de todo o Brasil possa ver que Brasília não é só o Congresso Nacional. Aqui há mais de 2,5 milhões de pessoas e que nosso hino é o rock", avisou, referindo-se ao slogan e à campanha publicitária do festival em 2009, na qual as pessoas são provocadas a dizer qual música as faz lembrar Brasília. No vídeo mostrado, todas os entrevistados fazem referência à clássica "Que país é esse?", da Legião Urbana.

Gustavo também explicou como funcionará o Palco Principal. "Será um só. Só que maior e giratório, o que vai possibilitar que, enquanto uma banda estiver se apresentando, a outra já esteja se posicionando do outro lado para logo em seguida entrar em cena". Sobre o Palco Pílulas, onde se apresentarão as bandas mais novas, o diretor artístico do Porão adiantou que será montado no piso de concreto localizado ao lado do Museu da República. "Foi a forma que encontramos de evitar que o som de um ambiente interfira no do outro, como ocorreu ano passado."

Alexandra Capone falou sobre as conferências que se realizarão antes do festival. "É uma maneira de nos manifestarmos em relação às políticas públicas para a música. Vamos formar mesas e debater sobre a Música na Pauta de Cultura do Congresso; Música, Internet e Comunicação; A nova Economia da Música e ainda faremos a 1ª Conferência Nacional da Música, quando discutiremos, por exemplo a regularização da profissão. As atividades são livres e no final vamos elaborar um documento a ser encaminhado ao Governo Federal." Alexandra destacou que a programação vai reunir secretários de Cultura, representantes do Ministério da Cultura, da Associação Brasileira de Festivais Independentes (Abrafin), promotores de justiça, pesquisadores e professores de música, além de artistas como Roberto Frejat, do Barão Vermelho.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias

Religião: Top 10 citações sobre Deus e o DiaboReligião
Top 10 citações sobre Deus e o Diabo

Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história


Sobre Marcus Vinicius Leite

Tentou ser guitarrista e baixista e viu que não era tão simples fazer acordes como o Malmsteen. Jornalista, trabalha em duas empresas ligadas à comunicação diária e se aventura na escrita e no trombone. Também escreve roteiros e assessora uma companhia de comédia.

Mais informações sobre Marcus Vinicius Leite

Mais matérias de Marcus Vinicius Leite no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336