Regis Tadeu: "Alemães malucos, polêmicos e pesados"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: Yahoo Música
Enviar correções  |  Ver Acessos

Regis Tadeu, editor das revistas Cover Guitarra, Cover Baixo, Batera, Teclado & Piano e Studio, escreveu em sua coluna sobre o RAMMSTEIN. Confira abaixo alguns trechos do artigo.

Lindemann: ouça F & M, segundo álbum do projeto com vocais do Rammstein e HypocrisyDuff McKagan: "Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"A primeira vez que ouvi algo a respeito do Rammstein foi quando recebi da gravadora o disco Sehnsucht. Ao contrário de quase todo mundo que eu conhecia na época, achei espetacular a estranha mistura de heavy metal e aquilo que a gente conhecia na época como techno.

Depois, vi a banda abrir o show do Kiss em São Paulo, em abril de 1999 - que fez uma péssima apresentação, com Ace Frehley e Peter Criss tocando bêbados como dois gambás. Ao contrário da maioria dos fãs babões do quarteto americano presentes ao autódromo de Interlagos, vi que a banda alemã tinha roubado o show tocando apenas quatro músicas. A partir dali, passei a acompanhar a carreira do Rammstein com grande interesse.

Nos shows, o uso de recurso cênicos é primordial. Alguns bem chocantes para os mais puritanos, como quando os caras tocam "Büeck Dich", que fala sobre sadomasoquismo e inclui uma encenação de sodomia.

Mas o grande lance é que dentro dessa avalanche de peso há sempre alguma melodia memorável. Quem conhece o som dos caras muitas vezes se pega cantarolando as músicas sem entender patavina do significado das palavras - que, na maioria das vezes, fala sobre sexo, amores repletos de bizarrices e obsessões que beiram a pornografia, tudo com um senso poético maluco e interessante."

Para ler a matéria na íntegra, acesse o link abaixo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rammstein"Todas as matérias sobre "Regis Tadeu"


Lindemann: ouça F & M, segundo álbum do projeto com vocais do Rammstein e Hypocrisy

Guns N' Roses: e se Welcome to the Jungle fosse do Rammstein?Guns N' Roses
E se "Welcome to the Jungle" fosse do Rammstein?

Rammstein: confira o making of oficial do vídeo de "Ausländer"Lindemann: projeto do vocal do Rammstein lança um de seus clipes mais explícitosLindemann: ouça nova música do projeto que une Rammstein e Hypocrisy

Regis Tadeu: a experiência única de ouvir os álbuns do RammsteinRegis Tadeu
A experiência única de ouvir os álbuns do Rammstein

Rammstein: Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!, diz Till LindemannRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann


Duff McKagan: Justin Bieber é um roqueiro de verdade!Duff McKagan
"Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"

Courtney Love: Essa música é sobre minha vagina, sabia?Courtney Love
"Essa música é sobre minha vagina, sabia?"


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

adGoo336