Al Pitrelli: "Mustaine me ajudou a superar várias coisas"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar Correções  

O guitarrista Al Pitrelli, conhecido por seu trabalho com a TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA, ALICE COOPER e MEGADETH, é destaque em uma nova entrevista com o New York Hard Rock Examiner. Um trecho está disponível abaixo:

Você pessoalmente tem um currículo bem impressionante. Alice Cooper, Savatage, Megadeth, você consegue escolher uma formação favorita em que você tocou?

Pitrelli: "Na verdade não, quer dizer, Alice foi realmente importante porque foi meu primeiro verdadeiro papel como diretor musical, foi onde eu realmente cresci e apareci. Eu acho que cada uma daquelas situações por que passei me ajudaram a ser um músico melhor, um melhor líder, eu aprendi muito com todos. Nem todas lições foram boas, algumas delas foram bem dolorosas, mas eu acho que trabalhar com essas bandas me ensinou muito, certamente Dave Mustaine foi uma influência significativa, sua ética de trabalho não fica atrás de nenhuma outra além dele ser realmente focado e determinado com o que está fazendo. Eu acho que algumas das outras coisas que fiz, trabalhar com algumas cantoras e artistas solo, como Celine Dion e Taylor Dayne, por mais bizarro que pareça mesclar isso com Savatage e Megadeth, tiveram grande influência em mim porque na Trans-Siberian Orchestra, a todo tempo temos quatro ou cinco moças que cantam conosco, e é uma dinâmica completamente diferente lidar com uma cantora na turnê. É só, como no vernáculo, saber falar com essas pessoas, como lidar com elas, eu acho que trabalhar com a Taylor certamente me ajudou um bocado com esse processo."

publicidade

Por falar em Dave Mustaine, eu tenho de fazer a pergunta obrigatória: Como foi trabalhar com ele no âmbito pessoal?

Pitrelli: "Eu achei que nos lidamos muito bem desde que eu sempre tivesse em mente que o trabalho dele era erudito, era a banda dele, a visão dele e ele é o chefe. Sabe, é como em qualquer coisa, você vai trabalhar, e goste você ou não do seu chefe, isso não importa, o que vale é se seu chefe gosta ou não de você. Eu fui lá, ele me tirou de uma vida pessoal muito atribulada e me ajudou a superar um monte de coisas assim, do que eu era muito grato, e ele era bem duro, ele é um cara duro de se trabalhar pra ele. Se você não der seu melhor todo dia, você vai enfrentar a ira dele, e isso é algo que provavelmente você não quer fazer mais de uma vez. Eu não tinha problema nenhum com isso, quando ele era rígido e me disciplinava, bem cara, é problema dele, sabe?! Quero dizer, ele foi chutado do Metallica e criou a segunda maior banda de metal do planeta, então sabe, o que quer que esteja fazendo parece estar funcionando. Sou todo ouvidos, deixe-me aprender com você porque você se deu muito bem. Tinha noites que ficávamos como irmãos, e tinha noites que ele queria me atirar pra fora do ônibus, então era assim.

publicidade

Acesse este link para a entrevista completa (em inglês).




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: dez músicas fraquinhas lançadas pela banda de Dave MustaineMegadeth
Dez músicas fraquinhas lançadas pela banda de Dave Mustaine

Megadeth: Dirk Verbeuren diz que Mustaine é um cara legal para trabalhar juntoMegadeth
Dirk Verbeuren diz que Mustaine é um cara legal para trabalhar junto

Em 01/11/1994: Megadeth lançava o excelente Youthanasia

Homônimas: Músicas com o mesmo nome (mas bem diferentes) - Parte 3Homônimas
Músicas com o mesmo nome (mas bem diferentes) - Parte 3

Megadeth: Steve Jobs salvou a indústria musical, diz David EllefsonMegadeth
Steve Jobs salvou a indústria musical, diz David Ellefson

Anthrax: Big Four foi um título criado pela imprensa, afirma Scott IanAnthrax
"Big Four foi um título criado pela imprensa", afirma Scott Ian

Lista: e se o rock e o metal fossem trilha sonora de uma novela?Lista
E se o rock e o metal fossem trilha sonora de uma novela?

Lista: do rock sapatênis ao black metal, álbuns que farão 20 anos em 2021Lista
Do rock sapatênis ao black metal, álbuns que farão 20 anos em 2021

Megadeth: chega ao Brasil livro que conta a história de Rust In PeaceMegadeth
Chega ao Brasil livro que conta a história de Rust In Peace

Lista: músicas extremamente irritantes do rock e do heavy metalLista
Músicas extremamente irritantes do rock e do heavy metal


Megadeth: Confira foto exclusiva de Dave Mustaine com KikoMegadeth
Confira foto exclusiva de Dave Mustaine com Kiko

A Flor da Pele: Mustaine vai às lágrimas vendo foto de LemmyA Flor da Pele
Mustaine vai às lágrimas vendo foto de Lemmy


Iron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo HorizonteIron Maiden
Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Metal Hammer: dez capas que provocam ânsia de vômitoMetal Hammer
Dez capas que provocam ânsia de vômito


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin