Joel Gausten: "ódio de quem lucra sobre um músico morto"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Emanuel Seagal, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/06/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O autor e baterista Joel Gausten (Pigface, Electric Frankenstein, Effectionhate) falou sobre as farpas entre Wendy Dio, exposa de Ronnie James DIO, e o MANOWAR:

2 acessosHorns Up: Esposa de Dio comenta tentativa de registrar os chifres5000 acessosRolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy Metal

Como vocês já devem ter ouvido falar, a banda veterana Manowar e sua gravadora, Magic Circle Music, logo lançarão um CD tributo ao Ronnie James Dio. Previsivelmente o álbum conta com uma faixa do Manowar (que fez uma gravação respeitável de 'Heaven & Hell') e músicas de diversas bandas da gravadora. Além disso, a arte, criada pelo lendário Ken Kelly, é absolutamente estelar. Enquanto o Manowar pode não ser do gosto de todos, a longevidade e sucesso do grupo em uma indústria incrivelmente difícil é inegável e vale levantar a espada em respeito. Além disso, o quão legal é o Manowar honrando Dio?

Infelizmente eu não vou comprar este novo 'tributo' ao Dio.

Desde que vi pessoas da "indústria da música" vergonhosamente tirando proveito do memorial do baixista da minha banda em Los Angeles em 2005, eu tenho mantido um ódio pessoal de qualquer um que tem lucro de um músico morto. Enquanto escrevo isso, a Magic Circle não especificou se os lucros das vendas do álbum "tributo" ao Dio irão para a fundação Ronnie James Dio Stand Up and Shout Cancer Fund ou qualquer outra obra de caridade. Uma rápida pesquisa na internet revelou muitas opiniões da comunidade metálica sobre este assunto. Pessoalmente, eu não posso nem vou apoiar qualquer "tributo" ao Dio feito para ganhos comerciais. Estas pessoas podem ter direito de lançarem "tributos" como produtos comerciais, mas eu também tenho o direito de não dar um centavo.

Se, em algum momento, a Magic Circle e o Manowar afirmarem que estes lucros vão para caridade, eu desistirei de minha decisão e alegremente usarei toda minha capacidade promocional para apoiar eles e seu projeto. Até lá, ao invés disso eu darei o dinheiro que destinei ao álbum para a fundação da viúva do Dio.

Em um assunto não relacionado, aqueles que acompanham a Gausten Books devem ter ouvido falar de uma compilação produzida para coincidir com o aniversário da morte de alguém envolvido em um dos meus projetos. Se você sabe de tal compilação e se pergunta porque não mencionei aqui antes, fique tranquilo que minha falta de divulgação é intencional. Enquanto escrevo isso não recebi informações satisfatórias da gravadora envolvida com tal lançamento, em relação ao destino dos lucros. Além disso, até onde sei esta compilação não está sendo divulgada como um lançamento beneficente de qualquer forma. Devido a isso este projeto em particular não é merecedor do meu tempo ou apoio.

Deixem os abutres circularem em outro lugar. O resto de nós tem trabalhos de verdade a fazer neste mundo.

-Joel Gausten
Gausten Books
21 de Junho, 2010

“The less that you give, you’re a taker.” – Ronnie James Dio, Heaven & Hell


No dia 1º de março Gausten lançou seu último livro, "From Satan to Sabbath: The Metal Interviews 2000-2009", que coleta 16 conversas do mundo do Hard Rock e Metal.

O livro de 192 páginas inclui o texto completo do seu livro, fora de catálogo, "the Sabbath Interviews", seleções dos livros "Prong: The Early Years" e "Pandemonium: Inside Killing Joke", e entrevistas completas inéditas com membros do passado e presente das bandas AEROSMITH, PLASMATICS, CELTIC FROST, OPETH, THINLIZZY, BOLT THROWER, BENEDICTION, HADES, WATCHTOWER e NAPALM DEATH.

"From Satan to Sabbath" conta com entrevistas de:

Rick Dufay (AEROSMITH)
Bill Ward (BLACL SABBATH)
Eric Singer (KISS, BLACK SABBATH )
Bob Daisley (BLACK SABBATH / OZZY / RAINBOW)
Tommy Victor (PRONG / MINISTRY / DANZIG)
Ted Parsons (PRONG / KILLING JOKE / GODFLESH)
Troy Gregory (PRONG / KILLING JOKE / FLOTSAM & JETSAM)
Martin Atkins (KILLING JOKE / MINISTRY / NINE INCH NAILS)
Tom Gabriel Fischer (CELTIC FROST / HELLHAMMER / APOLLYON SUN)
Midge Ure (THIN LIZZY / ULTRAVOX)
Richie Stotts (PLASMATICS)
David Ingram (BOLT THROWER / BENEDICTION)
Nic Bullen (NAPALM DEATH / SCORN)
Dan Lorenzo (HADES / NON-FICTION / THE CURSED)
Alan Tecchio (HADES / NON-FICTION / WATCHTOWER)
Mikael Akerfeldt (OPETH)

Ao explorar a vida anterior nas ruas do baterista Bill Ward (BLACK SABBATH) e revelar a história real por trás da passagem do guitarrista Rick Dufay no AEROSMITH, o livro deixa de lado a propaganda e vai direto à "carne, sangue e alma do real mundo do metal, direto das bocas de quem o viveu".

Joel Gausten é um premiado jornalista e autor de seis livros, incluindo: "Tales Of Horror: The History of The Misfits & The Undead" e "Words From The Third Side: Essays on Sex, Satan & Success". Como baterista há cerca de 25 anos ele trabalhou com diversos nomes como Pigface, Electric Frankenstein, The Undead e Effectionhate. Ele iniciou na música como promoter do MISFITS.

O livro "From Satan to Sabbath" pode ser adquirido nos links abaixo:

http://www.lulu.com/content/8355113
http://www.lulu.com/content/8355260

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

DioDio
Os álbuns com o vocalista, do pior para o melhor

2 acessosHorns Up: Esposa de Dio comenta tentativa de registrar os chifres387 acessosHeavy Lero: a segunda parte da história do Black Sabbath com Dio1258 acessosSteven Adler: clássicos do GNR em evento beneficente de Dio0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dio"

Ronnie James DioRonnie James Dio
As boas memórias e os últimos dias da lenda

Anos 90Anos 90
Bandas de hard e metal que decepcionaram

TatuagensTatuagens
Existe algo errado nesta tatuagem do Dio?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Dio"0 acessosTodas as matérias sobre "Manowar"

Rolling StoneRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site é um site lucrativo?

Black MetalBlack Metal
O lado mais negro da cena brasileira

5000 acessosKiss x Secos & Molhados: o fim da polêmica5000 acessosMMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal5000 acessosMetal Progressivo: os dez melhores álbuns do estilo5000 acessosCeltic Frost: Sombrio, brutal e revolucionário5000 acessosEric Clapton: Guitarrista está colocando suas guitarras à venda5000 acessosSlash: não tocamos mais inéditas ao vivo por causa da internet

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online