Rob Zombie: vocalista detona Ozzy por roubar seus músicos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriel Costa, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

O músico e diretor de cinema ROB ZOMBIE contou à The Artisan News Service em 2010 o que ele pensa sobre OZZY OSBOURNE ter recrutado, em ocasiões separadas, o baixista Rob "Blasko" Nicholson e o baterista Tommy Clufetos, que tocavam com ZOMBIE, para sua banda de apoio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu acho que existem jeitos para se fazer as coisas e existem jeitos para não se fazer as coisas, e acho que o jeito que eles escolheram para fazer as coisas não é como eu as faria; acredito que tenha sido meio rude", disse ZOMBIE. "Quero dizer, se os meus caras querem tocar com outras, pessoas, está ótimo, eu não sou proprietário deles. Mas eu acho que existem formas para se fazer as coisas de um jeito respeitoso, e existem jeitos de ser simplesmente escroto, e eu acho que a forma pela qual as coisas têm sido feitas ultimamente tem sido bem escrota. Mas que seja... o que vai, volta. Mas eu só estou feliz porque toda vez que perdi alguém, eu consegui alguém dez vezes melhor, então estou grato por isso. Então se alguém quer uma banda formada pelos meus 'restos', que aproveite."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na entrevista, concedida no backstage do Rockstar Energy Drink Mayhem Festival, onde ZOMBIE tocava com sua banda, então composta pelo baterista Joey Jordison (SLIPKNOT, MURDERDOLLS), John 5 (ex-MARILYN MANSON, DAVE LEE ROTH) e Piggy D (WEDNESDAY 13, AMEN). O músico afirmou que, embora não seja a primeira vez que ele diz isso, este grupo atual é a mais harmoniosa banda em que ele já esteve.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Isso é totalmente verdade", disse ROB. "Quer dizer, eu amo esses caras. Eu achava que o meu baterista anterior [Tommy Clufetos] era um cara legal, mas você descobre que algumas pessoas são simplesmente falsas. Mas a melhor coisa que já aconteceu foi ele cair fora e Joey juntar-se a nós, porque é sempre ótimo substituir alguém por um baterista melhor. Mas não é só isso - é toda a vibe, e a pessoa, e tudo, realmente... Eu não sei. É difícil explicar. [Joey] foi a personalidade perfeita para juntar-se à banda e fazer com que os quatro de nós funcionemos."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rock Cristão: as principais bandas nacionaisRock Cristão
As principais bandas nacionais

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída


Sobre Gabriel Costa

Carioca, jornalista por profissão e roqueiro de nascença, Gabriel teve o primeiro contato direto com o rock and roll ao ouvir o álbum de estreia do Black Sabbath em um velho vinil de seu pai. Garoto do século 20, nascido em 1984, é absolutamente fascinado por tudo o que envolve o estilo, da música à mitologia. Canta na banda Six Pack Wonder, escuta de Backyard Babies a Strapping Young Lad, ama The Wildhearts e segue fielmente os ensinamentos de Lemmy e Danko Jones. Escreve no Twitter em http://twitter.com/gabrielccosta.

Mais matérias de Gabriel Costa no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336