Halestorm: cover avassalador para "Out Ta Get Me" do GN'R

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Halestorm
Enviar Correções  

Conforme divulgado pelo WHIPLASH! nessa mesma semana, a banda da Filadélfia HALESTORM formada por Lzzy Hale (vocal/guitarra), Joe Hottinger (guitarra), Arejay Hale (bateria) e Josh Smith (baixista) acaba de lançar um EP só de covers, ‘ReAnimated: The Covers EP’, cuja track list traz uma impressionante versão para ‘Slave To The Grind’, originalmente do SKID ROW de Rachel Bolan, cujo vídeo «ao vivo» poder ser visto aqui.

Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos

Hair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesado

publicidade

Agora, com o CD lançado, o track list completo se revela ainda mais ousado e peculiar. As seis faixas são, na ordem cronológica:

1. Slave to the Grind – SKID ROW
2. Bad Romance – LADY GAGA
3. Hunger Strike – TEMPLE OF THE DOG
4. Out Ta Get Me – GUNS N’ ROSES
5. All I Wanna Do Is Make Love To You - HEART
6. I Want You (She’s So Heavy) – BEATLES

Amostras colocadas no canal do YouTube da própria banda demonstram bem o esmero posto na gravação das faixas, além da avassaladora potência vocal de Lzzy Hale. Os links para três das faixas de estúdio no site de vídeos seguem abaixo:

‘Out Ta Get Me’

‘Slave To The Grind’

‘I Want You (She’s So Heavy)’

publicidade

‘ReAnimated: The Covers EP’ pode ser comprado diretamente em versão digital para download, CD simples e CD em encarte de luxo autografado no site da banda:

http://www.halestormrocks.com/




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixosTamanho é documento?
Os Rock Stars mais altos e baixos

Hair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesadoHair Metal
Os maiores cabelos da história do rock pesado


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin