Matérias Mais Lidas

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemO dia que Cazuza pagou justo esporro para Sandra de Sá ao ver atitude da cantora em festa

imagemFãs não perdoam e reclamam da bateria de Lars Ulrich em novo single do Metallica

imagemMotörhead lança a música inédita "Bullet In Your Brain"; ouça aqui

imagemMorre, aos 79 anos, Christine McVie, integrante do Fleetwood Mac

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemO clássico do Rock Brasileiro com erro gramatical que foi parar em curso pré-vestibular

imagemCharlie Benante não sabia de tour do Metallica com o Pantera

imagemA importância da ex-esposa de James Hetfield em sua luta contra o alcoolismo

imagemTim Ripper Owens diz que nunca voltaria ao Iced Earth

imagemTitãs e o integrante que era visto como um líder mas saiu por estar em outra

imagemA incrível canção do "Black Album" que James Hetfield tocou anos antes em São Paulo

imagemO álbum clássico do Rush que Rafael Bittencourt não gostava nada

imagemMetallica: e se "Lux Aeterna" estivesse no "... And Justice For All"?

imagemKirk Hammett sobre o Metallica: "Masculinidade tóxica alimentou essa banda"


Samael Hypocrisy
Stamp

Eis a verdade: seis razões pelas quais o vinil é um lixo

Por Nacho Belgrande
Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Postado em 11 de agosto de 2011

Por Paul Resnikoff, traduzido por Nacho Belgrande.

Existe um outro lado pra euforia em torno do vinil, particularmente por parte dos fãs de música que simplesmente enxergam os LPs como um formato inferior. E, alguém majoritariamente motivado por nostalgia ao invés de superioridade do som e fatores como ‘calor’. Tal como o leitor que escreveu essas bem delineadas razões pelas quais o vinil é um lixo... e uma razão pela qual não é.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vinil é um lixo por que:

1 - Os cliques e estalos causados pela estática arruínam o som, e eu nunca vi um aparelho que não os tivesse. Isso supera de longe qualquer pressuposta ressonância que o formato possa ou não possa ter. A estática torna o vinil inaudível.

2 - Ele é extremamente frágil e se degrada a cada vez que você o toca mesmo se você tomar perfeito cuidado com ele.

3 – É grande, volumoso e pesado, tal como o equipamento necessário para tocá-lo.

4 – Você tem que virar o disco para ouvir o lado 2.

5 – As faixas não são fáceis de se pular de uma para a próxima.

6 – É mais difícil de ripar pro seu computador.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A única vantagem pro vinil que eu consigo pensar é a capa, com a arte e o texto do encarte, tudo muito maior e mais legal.

Então eu acho que simplesmente não entendo todo esse lance com o vinil, e sou velho o suficiente para ter comprado vinil nos anos 70 quando era tudo que existia no mercado.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

O hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.