Stone Sour: guitarrista fala sobre o novo álbum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/03/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


O STONE SOUR foi para os Sound Farm Studios, nos arredores de sua terra natal Des Moines, Iowa, com o produtor David Bottrill (TOOL, MUSE, STAIND) para começar a gravar seu quarto álbum para lançamento no outono (primavera no hemisfério sul) via Roadrunner Records.
171 acessosStone Sour: "Hydrograd" estreia em 8° nas paradas dos EUA5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

"Esse álbum será mais uma progressão para a banda", declarou o guitarrista Josh Rand. "Musicalmente, sempre nos desafiamos a chegar nos nossos limites, e esse disco não é exceção". Rand também partilhou alguns detalhes sobre a narrativa lírica do álbum, dizendo, "Liricamente, o álbum segue um personagem até aquele momento complexo da vida dele, quando ele finalmente tem de decidir qual caminho seguir. É uma jogada espiritual e moral pelo controle do que esse homem será pelo resto da vida. Cada música contará a história de diferentes lados da personalidade do personagem, sendo que o ouvinte irá ao final decidir como a história termina."

O frontman do STONE SOUR Corey Taylor declarou o seguinte sobre a sequência ao álbum de 2010 "Audio Secrecy", "Não vejo a hora de me tornar basicamente um cientista louco no estúdio e criar um álbum que ninguém quer que façamos. Eu consegui permissão para fazer o que eu quisesse, o que significa que eu vou essencialmente ir contra a maré numa época onde as pessoas estão tentando apenas lançar singles. Estamos buscando fazer um álbum conceitual duplo e realmente fazê-lo destrutivo."

Ele acrescentou, "Imagine uma mistura do 'The Wall' «do PINK FLOYD» com o 'Dirt' «do ALICE IN CHAINS'» com anabolizantes e isso te dará uma mostra do que estou buscando nesse momento. O que temos agora é nuclear. É no limite. É obscuro pra caralho. Tem rock de primeira, umas partes de estourar os miolos e outras bem obscuras. Estou realmente empolgado. "

Taylor — que também é o frontman do SLIPKNOT — falou sobre o enredo do novo disco do STONE SOUR, "É basicamente a história de um homem que está tentando encontrar uma solução. Ele não consegue saber se ele está mais contente quando está infeliz ou se ele é infeliz por não estar contente. É quase como uma crise de meia idade de certa maneira. Ele é jovem o bastante para saber que ainda há muito a se viver, mas ele é velho o bastante para entender que ele não pode se prender ao romance da depressão adolescente e agressividade juvenil."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Corey TaylorCorey Taylor
O que ele pensa sobre o que pensa Corey Taylor?

171 acessosStone Sour: "Hydrograd" estreia em 8° nas paradas dos EUA146 acessosStone Sour: vídeo acústico para "Song #3"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Stone Sour"

Corey TaylorCorey Taylor
O amor do vocalista pelo Iron Maiden

Corey TaylorCorey Taylor
A geração atual é um bando de fedelhos

SlipknotSlipknot
Corey Taylor acha que o Grammy é ridículo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Stone Sour"

SarcófagoSarcófago
Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

Rolling StonesRolling Stones
A História Impopular; a mais completa bio em português

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"5000 acessosRobert Plant: vídeo da sensacional nova versão de "Black Dog"3864 acessosKiss: veja Gene Simmons em cosplay de Sidney Magal5000 acessosFutebol: conheça os times do coração de alguns rockstars

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online