Pirataria: 70% dela ocorre offline, diz estudo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/07/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O FBI não tem como acabar com isso, na verdade, eles mal conseguem detectá-lo! A real é que a maioria dos fãs de música nem chama isso de pirataria, ainda que o COMPARTILHAMENTO OFFLINE seja ainda bem maior do que o feito online quando o assunto é a aquisição de música.

5000 acessosMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All5000 acessosLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

O slide apresentado aqui foi extraído de uma apresentação da RIAA [órgão que reúne as gravadoras estadunidenses] e que vazou para o site Torrentfreak, e ilustra uma pesquisa que discrimina as categorias. E mostra que a maioria da troca de faixas ocorre OFFLINE, com hard drives sendo trocados e gravação da coleção de outras pessoas em todo tipo de mídia. Tudo isso é tecnicamente crime, mas uma nuance legal para aqueles o praticando [basta perguntar para um amigo que não seja da indústria para confirmar tal tese].

Especificamente, o escambo ilegal é responsável por 65 por cento de toda a aquisição de música, então 46% desses 65 vem de mídias trocadas. O que representa 70.7 da pizza do compartilhamento ilegal.

E o compartilhamento através de P2P representa menos de 25 por cento das aquisições ilegais. E essa é uma quantidade que continua a diminuir, devido em parte ao crescimento constante do serviço Spotify, e muito mais ainda ao domínio do YouTube. De acordo com outra pesquisa apresentada no canal do Google, por volta de 40 por cento de todas as visualizações no YouTube são de vídeos de música, uma migração enorme em detrimento dos downloads.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 27 de julho de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias

MetallicaMetallica
Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

Lady GagaLady Gaga
"O Iron Maiden mudou a minha vida!"

Ozzy x SharonOzzy x Sharon
Conheça a mulher que supostamente causou a separação

5000 acessosMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond5000 acessosVelocidade: Top 10 de músicas de Metal para ser multado5000 acessosMegadeth: fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeo4229 acessosMetallica: Lars conta que o "Kill' Em All" influenciou novo álbum5000 acessosIron Maiden: Bruce não quer mais cantar Hallowed Be Thy Name?5000 acessosLoudwire: as capas de Heavy Metal mais assustadoras

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online