Tarja Turunen: "Sinto que a Argentina é o meu país"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ferrr Barone, Fonte: Site da MSN Argentina, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 17/05/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


Casada com um argentino há vários anos, a ex-vocalista do Nightwish divide seus dias entre sua terra natal e o Rio da Prata, um lugar de que já se considera 'uma cidadã'.
637 acessosTarja Turunen: no palco com Sharon Den Adel do Within Temptation5000 acessosSteve Vai: as 10 melhores faixas de guitarra na opinião dele

Por isso, a soprano elegeu a cidade santafesina para registrar "Act I: Live in Rosario", um CD+DVD ao vivo que relembrou o melhor dos seus trabalhos como cantora solo.

"É o meu país, sinto que é assim, estou muito feliz, me encanta viver aqui. E queria mostrar às pessoas que não puderam vir aos meus concertos do que se trata e como são meus shows, enquanto às que vieram, de alguma forma precisava recordá-las do que aconteceu com eles."

"Queria ter em um só espetáculo meus dois discos de estúdio bem representados, por isso gravamos os dois dias com setlists diferentes. Queria um pacote mais completo para meus fãs. Hoje em dia é muito importante para os artistas em geral tratar de servir ao público, sempre temos que pensar muito no que mais podemos fazer e oferecer", disse.

Turunen adicionou que o contato com uma cultura local que adora lhe mudou para melhor como pessoa. "Tive muita sorte em conhecer um homem daqui, sinto que Buenos Aires é uma cidade linda, tem muita cultura, muitas cores na vida. Com meu marido muitas coisas se misturaram, eu era uma garota mais fechada, o que é próprio da cultura finlandesa. Hoje em dia posso falar das coisas, dos meus problemas, se não estiver bem; posso dizer as coisas cara a cara".

"Estou muito orgulhosa porque achei muita contenção, posso dizer que aprendi muito sobre a cultura daqui. Ainda que fique triste porque as pessoas sofrem muito, cada vez é pior e pior, ainda assim há muita eletricidade no ar", manifestou.

Além disso, a vocalista defendeu que não menospreza o Nightwish e que está feliz pela banda ter se separado dela em 2005, porque ela pôde seguir o próprio caminho. "Estou muito feliz com essa decisão; senão, hoje eu seria apenas uma cantora e nada além disso".

"Sinto que sou uma cantora, mas ao mesmo tempo sinto que hoje sou uma artista, com liberdade para tudo. Posso fazer coisas que me encantam, que amo, isso é muita liberdade. Posso escolher o que fazer e não dependo dos outros, porque, acima de tudo, ninguém me diz o que tenho que fazer", afirmou.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

637 acessosTarja Turunen: no palco com Sharon Den Adel do Within Temptation0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Tarja Turunen"

Tarja TurunenTarja Turunen
Fã de Jogos Mortais, A7x, Alice in Chains e Disturbed

NightwishNightwish
"Vendemos mais na minha época que na anterior"

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Nightwish e Tarja na pele dos fãs

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Tarja Turunen"

Steve VaiSteve Vai
As 10 melhores faixas na opinião do guitarrista

MetallicaMetallica
New Music Express elege as melhores músicas do grupo

SlipknotSlipknot
Veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuais

5000 acessosBruce Dickinson: sua coleção de clássicos do Metallica5000 acessosPink Floyd: o maior concerto de rock já produzido5000 acessosOs fãs mais chatos do mundo da música5000 acessosGuns N' Roses: comediante amigo dos caras diz que ajudou na reunião5000 acessosGuns N' Roses: Zakk Wylde conta como quase entrou na banda5000 acessosHard & Metal: dez músicas que soam melhor ao vivo

Sobre Ferrr Barone

Fernanda é jornalista, professora de inglês e amante de música. Começou a ouvir metal desde pequena, mas aos 11 anos se dirigiu mais ao estilo ouvindo Avantasia, Angra e Nightwish. Decidiu cantar sob a influência de Tarja Turunen. Estudou canto lírico e agora estuda belting. Já teve uma banda (que não deu certo). Ama escrever, ir a shows e ver filmes. É atualmente uma das mantenedoras do site FlooRocks, o fã-clube da Floor Jansen no Brasil.

Mais matérias de Ferrr Barone no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online