Dave Grohl: ele tornou-se músico por influência dos Beatles

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Classic Rock Magazine, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/02/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Dave Grohl nunca escondeu sua admiração pelo Fab Four – após tocar ‘Hey Bulldog’ dos BEATLES durante uma apresentação de TV para a banda, o frontman do FOO FIGHTERS afirmou que nunca estaria no palco se não fosse por Lennon, Macca e companhia.

743 acessosPipocando Música: 10 músicas impossíveis de cantar5000 acessosRefrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

Sua admiração chegou forte para o Grammy, quando Grohl definiu Paul McCartney como “Um visionário inovador.”

O cover que Grohl tocou juntamente com Jeff Lynne da Electric Ligh Orchestra, foi tocado em frente a McCartney, Ringo e Yoko Ono, que pareceram gostar da performance.

Falando após o show à Rolling Stone, Grohl afirmou: “Se não fossem pelos BEATLES, eu não seria um músico. Desde muito novo, eu adorava seu ritmo, seu estilo, sua graça e sua beleza, seu lado sombrio e sua luz. Os BEATLES sabiam seus limites e nesta liberdade, eles pareceram definir o que agora sabemos ser o rock and roll, para meus pais, para mim e para minha filha também.”

“Estou orgulhoso de tocar esta música da trilha sonora de Yellow Submarine com estes grandes músicos, não é nenhum dos grandes hits do BEATLES, mas para mim é um rock quintessencial dos BEATLES. As linhas de baixo de Paul, a característica bateria de Ringo, a guitarra distorcida de George e o som que somente a única voz de John Lennon poderia produzir.”

“Isto é para a banda preferida da minha mãe, minha banda preferida e agora a banda preferida da minha filha.” Adicionou.

A performance de Grohl foi parte de uma tarde chamada “A Noite que mudou a América: O Grammy saúda os BEATLES”, enquanto eles celebravam os 50 anos da primeira performance do Fab Four nos Estados Unidos.

Em adição a cantar, o frontman do FOO FIGHTERS também fez uma participação na bateria, com Joe Walsh e Gary Clark Jr em “While My Guitar Gently Weeps”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Lars UlrichLars Ulrich
O impacto do movimento grunge no Metallica

743 acessosPipocando Música: 10 músicas impossíveis de cantar959 acessosNirvana: detalhes sobre a intervenção final de Kurt Cobain799 acessosNirvana: show no Rock Hall só teve cantoras pois Kurt era feminista1313 acessosSmashing Pumpkins: "Gente no 'mundo' do Nirvana queria me boicotar"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nirvana"

Top 10Top 10
Bandas importantes com menos de 10 discos lançados

Dave GrohlDave Grohl
10 vezes em que ele foi o cara mais legal do rock

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Dave Grohl muito antes da fama

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Foo Fighters"0 acessosTodas as matérias sobre "Nirvana"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"


RefrãosRefrãos
Alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

MegadethMegadeth
"Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine

Renato RussoRenato Russo
A história do maior nome do rock nacional

5000 acessosBlack Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock5000 acessosLed Zeppelin: Perguntas e Respostas sobre a banda5000 acessosCenografia: os pedestais mais bizarros do Rock e Metal5000 acessosIron Maiden: Eddie lutando contra a corrupção4111 acessosBlaze: a música do Maiden que ele mostraria pra quem não conhece Metal5000 acessosMike Portnoy: não ligo para a técnica, sou da escola Keith Moon/Lars Ulrich

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 13 de fevereiro de 2014
Post de 14 de fevereiro de 2014


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online