RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemAs frases que Taylor Hawkins disse repetidamente para Ozzy Osbourne semanas antes de morrer

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemA inesperada opinião de Bell Marques (ex-Chiclete com Banana) sobre o rock progressivo

imagemSite chileno cita data do Iron Maiden no país e medalhões como possíveis bandas de abertura

imagemSammy Hagar sobre material inédito do Van Halen: "Eddie tinha uma tonelada"

imagemCristina Scabbia se queimou com óleo fervendo e ficou com "mapa da Europa" no rosto

imagemC.J. sobre seu primeiro show com os Ramones: "Foi Cuspe, moeda, garrafa, sapato…"

imagemAngra anuncia sua turnê "The Best Of 30 Years" com setlist renovado

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemPink Floyd: Nick Mason comenta as músicas que formam a trilha sonora de sua vida

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele


Exilio Angel

Korn: Reginald "Fieldy" Arvizu conta como aceitou Jesus

Por Samuel Coutinho
Fonte: Metal da Ilha
Postado em 18 de novembro de 2014

O baixista do KORN, Reginald "Fieldy" Arvizu, deu seu testemunho de fé durante uma aparição em um evento de evangelismo, intitulado "Shine", no dia 25 de setembro na Calvary Chapel Costa Mesa, na Califórnia. Você pode conferir um vídeo da ocasião logo abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Questionado sobre o que o levou a seguir Jesus, Fieldy respondeu: "Bem, honestamente, foi quando eu tive uma pequena amostra de Jesus, foi incrível. Esta foi a primeira vez.

"Chegou a um ponto que meu pai estava no seu leito de morte, e eu no Korn, fazendo sucesso, havia muita energia nisso. Então eu vivia com muito poder, dinheiro e orgulho. E eu era capaz de consertar qualquer coisa com isso - tudo funcionava. E era assim que eu vivia.

"Meu pai, ele estava ficando cada vez mais doente, e eu estava, tipo, 'eu vou trazer um médico melhor. Levá-lo para Los Angeles'. Eu nem me tocava que ele ia morrer. Eu estava, tipo, 'eu vou curá-lo'. Eu tinha todo o dinheiro que eu precisava. Nós vendemos milhões e milhões de discos. E eu levei ele, e ele estava ficando pior. E eu ainda não me ligava; Eu estava, tipo, 'Eu vou chamar um especialista. Vou levá-lo ao Philly. Eu vou fazer isso'. Foi, assim, o meu orgulho e meu dinheiro e poder e, em seguida, ele ficou cada vez mais doente, e eles o levaram para a UTI; eu nem sabia o que era uma UTI; Eu nunca sequer passei por isso eu pensei que era uma nova banda de hip-hop ou algo assim.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Então ele ficou lá, e então, de repente, eles tinham aquela coisa que emite um sinal sonoro (um monitor de batimento cardíaco), e então o sinal parou. E eu fiquei, tipo, 'O que está acontecendo?'. E eles vieram com aquelas coisas (desfibrilador) e colocaram em seu peito. E eu estava 'viajando'. Minha irmã Mandy estava lá e alguns de nossos entes queridos e sua esposa. E eles estavam todos, 'Vocês precisam ir para outro quarto'. E eu sabia o que isso significava. E então fomos para aquele quarto. E eu estava com o coração tão duro, por causa do poder e orgulho... que pra mim era o bastante, meu Deus. E eu fui para o outro quarto e minha irmã estava chorando, todo mundo estava chorando, mas eu não, porque eu não tenho essas emoções, porque eu estava com o coração tão duro que, tipo, eu estava apenas ofegante na pia - eu não conseguia fazer nada, nem mesmo vomitar. E então depois que eu peguei um pouco de ar até que eu pudesse suspirar, sua esposa veio e disse, 'Ei, você quer fazer uma oração comigo?'. E eu estava vulnerável, e abalado, eu nunca tinha sentido nada parecido. E eu disse, 'Sim, eu vou orar com você'. E eu fiz uma oração com ela, e ela me perguntou se gostaria de aceitar Jesus em minha vida, e eu respondi, 'Sim, com certeza'. Naquele momento não significou muito. Depois que eu fiz isso, ficou tudo meio estranho. E, em seguida, alguns dias se passaram, e eu me lembro de ir para casa com minha esposa, Dena, e ela (a esposa de meu pai) veio com a gente. Nós subimos para o andar de cima - temos algumas histórias em nossa casa, tipo umas quatro (risos) - e eu e minha esposa Dena e sua irmã Christy e a esposa do meu pai, Mindy, fomos orar juntos, e fizemos a oração de novo, mas desta vez eu prestei atenção. E o que realmente me tocou foi ela ter me pedido para deixar Jesus entrar em minha vida e perdoar os meus pecados - Todos os meus pecados. E eu já fui me deitar com um monte deles, e eu pensei, 'Todos os meus pecados? Todos eles? Uau!' E isso só aumentou o meu fardo. E quando eu aceitei o Espírito Santo em minha vida, foi, como... tipo, somente Ele pode entrar e é como se fosse um botão de 'reset' e ele me redefiniu e limpou a minha barra. E eu fiquei deslumbrado, deitado na cama, tipo, 'nem acredito!'. Então, eu tive essa pequena amostra de Jesus - simplesmente isso".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fonte original desta matéria:
http://www.blabbermouth.net/news/korns-fieldy-my-first-little-taste-of-jesus/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Metallica e Korn: trocando os vocais de "The Thing That Should" e "Freak On A Leash"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.
Mais matérias de Samuel Coutinho.