Matérias Mais Lidas

Led Zeppelin: quanto eles conseguiam arrecadar por show no auge da bandaLed Zeppelin
Quanto eles conseguiam arrecadar por show no auge da banda

1984: 15 grandes discos lançados em um dos anos mais impressionantes da música pesada1984
15 grandes discos lançados em um dos anos mais impressionantes da música pesada

Michael Kiske: ouvi The X Factor do Iron Maiden com Adrian Smith e não entendemosMichael Kiske
"ouvi The X Factor do Iron Maiden com Adrian Smith e não entendemos"

Nita Strauss: com background atlético, guitarrista considera carreira na WWENita Strauss
Com background atlético, guitarrista considera carreira na WWE

Bruce Dickinson: viralizando ao cantar 4 segundos de Heaven and Hell, do SabbathBruce Dickinson
Viralizando ao cantar 4 segundos de "Heaven and Hell", do Sabbath

Lou Reed: Lenda do rock mandou banda brasileira apagar baseado (vídeo)Lou Reed
Lenda do rock mandou banda brasileira apagar baseado (vídeo)

Helloween: Andi Deris relembra Andre Matos e participação em DVD do ShamanHelloween
Andi Deris relembra Andre Matos e participação em DVD do Shaman

Kiss: ex-tecladista prestes a perder casa na luta contra o câncer no pulmão e cérebroKiss
Ex-tecladista prestes a perder casa na luta contra o câncer no pulmão e cérebro

Charlie Brown Jr: O Champignon contou que ficou armado na frente do AP do ChorãoCharlie Brown Jr
"O Champignon contou que ficou armado na frente do AP do Chorão"

Metallica: O Black Album mudou a nossa vida, diz James HetfieldMetallica
"O Black Album mudou a nossa vida", diz James Hetfield

Troca-troca: dez músicos que mudaram de instrumento ao longo da carreiraTroca-troca
Dez músicos que mudaram de instrumento ao longo da carreira

Judas Priest: banda de K.K. Downing com Tim Owens lança single Sermons of the SinnerJudas Priest
Banda de K.K. Downing com Tim Owens lança single "Sermons of the Sinner"

Vince Neil: após performance ruim, vocalista do Mötley Crüe cancela show seguinteVince Neil
Após performance ruim, vocalista do Mötley Crüe cancela show seguinte

Black Sabbath: quando Tony Iommi caiu em pegadinha épica de Dio e Vinny AppiceBlack Sabbath
Quando Tony Iommi caiu em pegadinha épica de Dio e Vinny Appice

Gojira: ator de Cobra Kai diz que ficou fora da casinha quando banda o seguiuGojira
Ator de "Cobra Kai" diz que ficou fora da casinha quando banda o seguiu


Pentral
Arte Musical

Guitarristas: e quando o virtuose canta mais que o vocalista?

Por Richard Navarro
Fonte: BMU / ASE Press Music
Em 24/02/15

Na história da música não é raro encontrarmos músicos que acumulam outros talentos além de seu instrumento principal, e outros que até abandonam seu posto original para se tornarem frontman. Este foi por exemplo o caso clássico de Phil Collins, que era o baterista do Genesis antes de assumir a função deixada por Peter Gabriel, e mais tarde consolidar uma grande carreira solo. Outros virtuoses, por mais que tenham o dom da voz, preferem se concentrar no seu instrumento e se limitam a fazer backings que, em alguns casos, torna-se quase um desperdício. Numa banda que tem ninguém menos que Jon Bon Jovi como vocalista, ter a atenção roubada pelos backings privilegiados de um certo guitarrista Ritchie Sambora, não é pouca coisa. O tão talentoso quanto polêmico guitarrista Timo Tolki é outro que merece citação. Além de exímio guitarrista e compositor, vale lembrar que ele foi responsável pelos vocais dos primeiros álbuns do Stratovarius, até ser "rendido" por Timo Kotipelto que, segundo o próprio alegou na época, "cantava bem melhor".

A lista de exemplos de instrumentistas que reúnem esse talento especial "extra" não é nada pequena. No cenário do Metal brasileiro isso não é diferente. Um dos exemplos mais impressionantes é de Danilo Lopes (Ceremonya/ex-Eterna) que, apesar de ser um dos bateristas mais técnicos e habilidosos da cena, também é conhecido pela sua bela e poderosa voz, que faz uma mescla perfeita de Dio com Geoff Tate. Tudo bem que ele tinha a frente um incrível Leandro Caçoilo (hoje no Seventh Seal) e ficava páreo duro, mas o dueto entre os dois era coisa linda de se ver, ou melhor, "ouvir". Outro exemplo próximo é o multi-instrumentista e produtor Tito Falaschi (hoje "baterista" do Zaltana), que na época que era baixista do Symbols impressionava nos duetos de voz com seu irmão Edu Falaschi, por sua incrível extensão vocal que, por vezes, remete a Glenn Hugles. Assim como no caso Danilo/Caçoilo (fase Eterna), o Symbols proporcionou outro dos mais incríveis duetos de voz da história do Metal brasileiro, somando a potência e alcance de Tito, com o belíssimo timbre e interpretação de Edu, que se completavam perfeitamente.

Mas não é raro encontrarmos bandas em que um dos músicos canta melhor que o próprio vocalista. Aliás, dependendo do gosto e ponto de vista, acontece até com frequência.

Porém, existem também os casos em que a banda tem um grande vocalista, e um guitarrista que, apesar de extremamente virtuoso em seu instrumento, também canta muito bem. Musicalmente, a banda só tem a ganhar em versatilidade e harmonia vocal. E claro, se um dia por acaso o vocalista estiver doente, tem um parceiro muito competente ali para segurar a bronca. E quero mencionar aqui pelo menos dois gratos exemplos de virtuosos que mandam muito bem nos vocais: Pedro Esteves e Guilherme de Siervi, respectivamente, guitarristas das bandas Liar Symphony (SP) e Skyrion (RJ).

O primeiro, reconhecido como grande produtor, compositor e instrumentista, com destaque em revistas como Burn e Young Guitar no Japão, segurou uma verdadeira bucha às vésperas das gravações de "Spirit Machine" (2004), o terceiro álbum de sua banda Liar Symphony. Na ocasião, o então vocalista Villo Nolasco resolveu abandonar a carreira no Metal para se dedicar a outros projetos. Diante de contratos que a banda precisava cumprir com a gravadora no Brasil e Japão, e a dificuldade de oficializar um vocalista à altura naquela situação, Pedro Esteves, que já era responsável pelas belas aberturas de voz nos discos e shows, acabou assumindo esse posto com muita competência.

Coincidentemente ou não, "Spirit Machine' é o disco mais vendido da banda, que inclusive está fora de catálogo. Logo depois que o álbum foi lançado, Pedro só teve tempo de fazer quatro shows como vocalista/guitarrista, até que Nuno Monteiro assumisse os vocais com maestria, para fazer a turnê de "Spirit Machine" e gravar os próximos álbuns do Liar Symphony, como o recém-lançado "Before the End" (2014), o quinto CD de estúdio da banda. "Na época eu gravei as vozes da demo do disco, apenas como guia, para mostrar as músicas para o dono da gravadora, enquanto a gente procurava um vocalista. Para minha surpresa, ele gostou e insistiu para que eu gravasse pra valer. Mas foi apenas por necessidade mesmo. Fico feliz que as pessoas tenham gostado, mas prefiro ficar só na guitarra. O Nuno é um vocalista muito superior", explica o modesto Pedro Esteves. Já seu companheiro de banda, levanta sua bola: "A diferença de se ter um guitarrista que também é um ótimo vocalista, são as harmonias vocais que fazemos nos CDs e nossos shows. Quem já foi num sabe do que estou falando!", comenta Nuno Monteiro. "O Savatage é uma banda que sempre admirei pelas harmonias de vozes, todos cantam muito bem. Acho que é o que busco para o Liar, e acho que contribuindo com os backings eu já estou feliz", conclui Pedro Esteves.

Confira a performance do guitarrista Pedro Esteves, como vocalista:

- "Spirit Machine" (Liar Symphony):

- "Tarot Woman" (Rainbow cover):

O segundo mencionado, Guilherme de Siervi, é guitarrista da banda carioca Skyrion, que está em meio aos últimos preparativos para o lançamento do segundo álbum do grupo, "The Edge", com os vocais da bela e excelente Clarissa Moraes.

Guilherme, apesar de ter uma preferência declarada por vocais femininos (vide sua banda), é outro instrumentista virtuoso agraciado por um privilegiado dote vocal. Um tempo atrás, ele chegou a gravar sem compromisso um vídeo cantando o clássico "We All Die Young" da banda fictícia Steel Dragon, do filme Rock Star, com uma segurança e pegada de fazer inveja a muito vocalista solo. O vídeo repercutiu muito bem, Guilherme gostou da "brincadeira" e mais recentemente foi além: gravou um segundo vídeo, cantando nada mais nada menos que "Carry On" do Angra, o desafio máximo para qualquer vocalista que almeja atingir as notas mais altas. Mesmo cantando de forma claramente descontraída, com direito até "air guitar" e outras brincadeiras nas partes instrumentais, Guilherme "fanfarrão" de Siervi novamente se saiu muito bem no hit imortalizado por Andre Matos.

Ambos vídeos repercutiram tão bem, que Guilherme já prepara material para lançar uma banda paralela ao Skyrion. No caso, um projeto solo onde, além de tocar todos os instrumentos, também irá explorar esse seu talento vocal. "Ainda não tem um nome definido. É um projeto bem eclético, engloba tudo no Metal: Hard Rock, Power, Prog...Mas eu estou gravando todos os instrumentos só na pré produção. Na gravação séria eu vou chamar um pessoal", explica Guilherme. Levando em consideração que o músico é um dos guitarristas mais virtuosos e respeitados da cena Metal do Rio de Janeiro, é impressionante a facilidade e qualidade com que exerce a arte de cantar.

Confira a performance do guitarrista Guilherme de Siervi como vocalista:

- "We all Die Young" (Steel Dragon cover):

- "Carry On" (Angra cover):

Estes são apenas alguns exemplos, em meio a inúmeros instrumentistas com talento vocal maior ou no mínimo, no nível de muitos bons vocalistas solo. Portanto, os vocalistas medianos que se cuidem: "Algum guitarrista pode tomar seu lugar!"

Sites relacionados:
www.liarsymphony.com
www.skyrion.net

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Covers: blog elege o Top 5 feitos por bandas brasileiras de Rock/MetalCovers
Blog elege o Top 5 feitos por bandas brasileiras de Rock/Metal

Lyric Video: por que cada vez mais as bandas aderem?Lyric Video
Por que cada vez mais as bandas aderem?


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Richard Navarro

Jornalista e Produtor de Eventos, responsável pelo festival ¨BMU¨ (Brasil Metal Union) e o antigo fanzine Heavy Melody. Foi co-fundador da Brasil Music Press, e por muitos anos colaborador oficial da revista Roadie Crew, onde se especializou em matérias com bandas nacionais.

Mais matérias de Richard Navarro.