Cronos: Henry Rollins não é um músico e sim um idiota

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Durante participação no programa One On One With Mitch Lafon, Cronos, do Venom, disse que Henry Rollins é um "idiota" e por isso não faz música e não está em uma banda, apenas escreve livros.

5000 acessosMustaine: por que ele perdeu seu emprego no Metallica?5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?

Tudo começou quando, nas suas memórias publicadas em 1994, Rollins falou sobre o show de 2 de abril de 1986 em New Jersey, em que o Black Flag abriu para o Venom: "Venom levou quase uma hora para subir ao palco. Os roadies ficaram afinando suas guitarras e coisas assim. Finalmente apareceram. Eram hilários. Era como ver o Spinal Tap. O baterista tinha um auxiliar que segurava um ventilador para mantê-lo enxuto. O vocalista/baixista se chamava Kronos (sic) e mandava bem. Ele convocava a plateia para gritar o que eu entendia como sendo 'Black Funky Metal' repetidas vezes, o que achei muito legal e até pensei que estivesse enganado sobre os caras, porém mais tarde descobri que era 'Black Fucking Metal'... Passei a esperar que emendassem com 'Sex Farm Woman' do Spinal Tap. O guitarrista era tão ruim que chegava a doer. Me diverti muito... o baixista era hilário. Ele enrolava a língua e virava os olhos. E também ajeitava o cabelo a cada quinze segundos. Venom é ruim. Tudo sobre eles é ruim. Não conseguem sequer tocar. Eles tem um batalhão de roadies para fazer tudo. Ruins, ruins, ruins. Adoraria tocar sempre com bandas de heavy metal assim mais vezes. Foi muito divertido. Era tudo baseado na pose e aparência. Quanta merda. Venom é um lixo. São cheios de merda, piada de mal gosto. Eles não transpiram e provavelmente não trepam".

E a resposta de Cronos veio agora, anos mais tarde: "Deixa eu contar a verdade sobre aquele show. A mãe de Henry Rollins nos ligou e disse que eles seriam a próxima grande banda de Nova Iorque e que tinham uma multidão de fãs blá blá blá. Mal sabíamos que eles eram apenas uma bandinha pequena que não tinha fãs".

"Quando chegamos, eles eram como crianças. Não tocavam, não tinham instrumento, tivemos que emprestar o backline para os caras. Eles chegaram para o show com praticamente nada a não ser alguns sanduíches e garrafas de sucos de laranja. Achava que os caras estivessem numa banda e fossem músicos. E eles reclamavam de tudo. Não conseguíamos parar de rir deles. Eles chegaram pra tocar junto com a mãe de Henry, e ela ficava dizendo a eles o que fazer. E ela tentava discutir com o nosso empresário, que mandou ela se fuder. Ela reclamava que tinha sido prometido um camarim e o que havia era apenas uma sala com três cadeiras. Nós não estávamos interessados nos bastidores, nosso negócio era o palco, estávamos lá para tocar. Por trás do palco havia algumas salas, banheiro, cadeira e mesas, isto era nosso backstage. Esta é a realidade do rock'n'roll".

Cronos finaliza: "Mas aqueles caras eram muito infantis. E não sei explicar como ele pode ter assistido o show do Venom e dado risada com seus amigos, pois assim que eles acabaram de tocar eles entraram na van e foram embora. Então não sei que show ele assistiu, mas certamento não foi o do Venom. E se você ler o livro, verá que ele marcou a data errada (gargalhadas). É por isso que Henry Rollins escreve livros e não toca mais em nenhuma banda. Ele não é um músico, é um idiota".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de março de 2015

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Venom"

Sexo é ProibidoSexo é Proibido
Capas censuradas por conteúdo erótico

VenomVenom
Cronos: "Eu não saio por aí assassinando virgens!"

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1981

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Venom"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Flag"0 acessosTodas as matérias sobre "Henry Rollins"

Dave MustaineDave Mustaine
Por que ele perdeu seu emprego no Metallica?

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

CultsCults
10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas

5000 acessosNirvana: Grohl fala como se sentiu ao reencontrar Frances Cobain5000 acessosBruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose5000 acessosRock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 19915000 acessosLinkin Park: Chamando a policia para apreender erva do Sublime5000 acessosMad Max: guitarrista explosivo rouba a cena em "Estrada da Fúria"5000 acessosIron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online