Matérias Mais Lidas

imagemBruno Valverde diz que preconceito contra ele veio mais da igreja do que dos metaleiros

imagemRegis Tadeu se garante e não retira uma palavra do que disse sobre Di'Anno e Iron Maiden

imagemDez ótimas músicas do Iron Maiden escritas pelo agitado guitarrista Janick Gers

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA inesperada música do Whitesnake que serviu de inspiração para "Carry On" (Angra)

imagemA "traumática" e "desagradável" experiência de ser preso, segundo Arnaldo Antunes

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemEpisódio de Stranger Things 4 relembra Ozzy Osbourne e a "mordida do morcego"

imagemHelloween divulga vídeo de "Best Time", com participação de Alissa White-Gluz

imagemAC/DC: Angus Young recorda como fazia para ouvir rock em seus tempos de garoto

imagemA estratégia usada por Mille Petrozza, do Kreator, para "reaprender" músicas antigas

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemNando Reis: Como falta de luz e jogo de cartas inspiraram arranjo de "Malandragem"

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica


Lamentável: CBGB vai reabrir como reduto de roquistas coxinhas

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 23/12/15

Como já dizia Humberto Gessinger, ‘o pop não poupa ninguém’.

A icônica casa noturna nova-iorquina CBGB, referência primordial no surgimento da cena punk nos EUA, será reaberta – na forma de um restaurante. E pior: dentro de um aeroporto de NYC.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O clube, que foi à bancarrota em 2006, abrigou shows dos Ramones, Patti Smith, Television e Talking Heads, dentre centenas de outros nomes relevantes e milhares de outros sem tanta importância. A casa abrira originalmente em 1973.

Agora, quem não teve a oportunidade de visitar o endereço original, poderá ir ao CBGB LAB [Lounge And Bar], no aeroporto Newark Liberty [tecnicamente em Nova Jérsei, mas usado primordialmente por turistas entrando e saindo de Nova Iorque], e terá um chef comandando a cozinha.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lá, ‘roquistas’ abastados poderão comer batatas fritas ‘Disco’ ao custo de 40 reais a porção [fora gorjeta de 10 a 15%] ou degustar um filé de costela a 170 reais, postando tudo isso de pronto nas redes sociais, afinal, roquista que se preze bota o ovo e faz cocoricó!

Em breve, em algum check-in de Facebook na sua linha do tempo!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.