Soul Asylum: banda lança novo disco batizado de "Hurry Up And Wait"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Dane Souza, Fonte: Dane Souza, Press-Release
Enviar Correções  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

A banda norte-americana SOUL ASYLUM está com um disco novo no mercado. 'Hurry Up And Wait' é o 12º álbum de estúdio lançado pelo grupo de Mineápolis que estourou internacionalmente no início da década de 90 com o videoclipe de "Runaway Train". Composta atualmente por DAVE PIRNER (voz e guitarra), RYAN SMITH (guitarra), WINSTON ROYE (baixo) e MICHAEL BLAND (bateria), a banda que está na estrada desde o começo dos anos 80 preparou uma série de aparições para a data.

Soul Asylum: assista guitarrista e vocalista tocando "Make Her Laugh", nova músicaReb Beach: "Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bosta"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Chamada de 'Hurry Up And Watch: Album Release Party", a festa começou às 14h30 (horário de Brasília) com uma apresentação ao vivo no Facebook e Instagram da Star Tribune. Às 16h, o encontro foi no site TheCurrent.org com entrevista e uma breve performance acústica. Meia hora depois, a rádio SiriusXM colocou no ar uma entrevista com EDDIE TRUNK e às 17h o vocalista e o guitarrista estiveram ao vivo no canal do YouTube da Guitar World. Às 17h30, o Instagram da clássica casa de shows First Avenue disponibilizou mais um pouco de música ao vivo e a programação seguiu com depoimentos e aparições nas páginas do Facebook da American Songwriter Magazine, Valley Virtual Happy Hour e no canal de YouTube da Kare11 em caráter beneficente na guerra contra o Coronavirus. Para encerrar, o Instagram da Spin Magazine transmitiiu mais música ao vivo às 22h. Porém, não acabou por aí. Depois disso a 'festa' foi nos canais da banda, com apresentação das novas músicas e a execução de alguns pedidos, encerrando de vez às 23h30 com um trivia para o público sobre curiosidades do grupo valendo brindes.

Aliás, a première do disco aconteceu semanas depois do lançamento do primeiro livro escrito pelo vocalista DAVE PIRNER. Batizado de 'Loud Fast Words' (em analogia ao primeiro nome da banda, LOUD FAST RULES), a obra é uma extensa análise das letras escritas pelo compositor ao longo de quatro décadas de atividade.

Outra atração a parte que vem entretendo os fãs do SOUL ASYLUM são as 'lives' nominadas de "The Quarantine Sessions", onde o vocalista e o guitarrista conversam com o público, contam algumas anedotas e tocam algumas canções em formato acústico. Até essa semana foram cinco apresentações com nenhuma música repetida em nenhuma delas. E pasmem, o maior sucesso comercial deles, "Runaway Train", ainda não foi executado. Parenteses para afirmar que os verdadeiros fãs do grupo sequer fazem questão que essa música seja tocada. É como se fosse uma "Anna Júlia" do LOS HERMANOS, mas sem o propósito social e desconsiderando totalmente o tempo de carreira do quarteto brazuca.

Antes de entrar nas faixas do novo álbum vale a pena dizer que a qualidade musical da banda não decaiu depois que eles saíram da Sony/Columbia Records. Desde então, foram 4 discos lançados (incluindo este último) com canções que facilmente seriam um "hit da MTV" se ela ainda existisse no formato antigo. Aliás, um dos pontos que poderia ser melhor explorado pelo quarteto nos últimos anos são justamente os videoclipes. Nos últimos 20 anos, apenas dois foram lançados. "Gravity" em 2012 para 'Delayed Reaction' (que tem músicas ótimas como "By The Way", "The Juice" e "Let's All Kill Each Other") e "Supersonic" para 'Change Of Fortune', gravado em 2016 e lançado através de um financiamento coletivo, onde faixas como "Doomsday", "Morgan's Dog" e "Don't Bother Me" poderiam tranquilamente render um pouco mais de atenção ao disco. Citando ainda que 'The Silver Lining' (2006) não teve nenhum clipe produzido e o projeto solo de DAVE PIRNER ('Faces And Names', de 2002) idem.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre o novo disco, quem esteve nos shows da banda com o L7 em São Paulo no fim de 2018 já ouviu do próprio vocalista que um novo álbum estaria a caminho. Na ocasião, eles tocaram "Hopped Up Feeling", uma pequena amostra do que estaria por vir. Em dezembro do ano passado, o primeiro single foi lançado: "Dead Letter" deu nome à futura turnê, mas trazia uma versão da banda que jamais havia sido vista antes. Achei ela particularmente melancólica, mas interessante. "If I Told You", o segundo single, já representa mais o som em que o quarteto costuma navegar e quem já ouviu a banda em outros tempos facilmente reconheceria a voz de DAVE PIRNER nessa faixa. "Got It Pretty Good", que foi mostrada semanas depois, é um rock clássico possivelmente inspirado em antigas referências do grupo. E o último single, "Social Butterfly", é uma canção tranquila que você certamente não se incomodaria de escutar na rádio, caso ela ainda desse espaço para bandas como o SOUL ASYLUM. Das demais faixas, "The Beginning" abre o álbum e chegou a ser apresentada em uma das 'sessões de quarentena'. É outra música bastante radiofônica que deixa uma boa impressão do que vem na sequência. "Make Her Laugh" é outra agradável surpresa, que só não surpreende mais que "Here We Go", uma verdadeira pérola que sequer deve ser trabalhada pelos caras, mas que tem tido um bom retorno do público nas vezes onde foi apresentada ao vivo. Ambas mostram que a capacidade da banda em criar hits continua firme e forte, resta apenas um meio de comunicação em massa para contar isso para o mundo inteiro. "Busy Signals" também é uma boa pedida e mostra uma leve inovação na sonoridade do grupo. "Landmines" caminha novamente na direção de um 'classic rock' com uma forte pegada ´blues´ e "Freezer Burn" talvez seja a faixa mais pesada do novo lançamento. "Silent Treatment" dá a impressão de que pode ser uma faixa mais insossa, mas o refrão coloca essa teoria abaixo. "Silly Things" encerra o disco com chave de ouro, uma doce balada que vale o investimento de comprar o disco para quem ainda curte o formato físico. Falando nisso, quem adquiriu o álbum antecipadamente recebeu por e-mail duas faixas bônus: uma versão da banda para "Borstal Breakout", do SHAM 69, e uma acapella de "Mercedes Benz", que eles até já costumaram tocar em shows, mas aqui apenas na voz de DAVE PIRNER repaginando essa música imortal de JANIS JOPLIN.

Tracklist:
01. The Beginning
02. If I Told You
03. Got It Pretty Good
04. Make Her Laugh
05. Busy Signals
06. Social Butterfly
07. Dead Letter
08. Landmines
09. Here We Go
10. Freezer Burn
11. Silent Treatment
12. Hopped Up Feeling
13. Silly Things
14. Borstal Breakout (bônus)
15. Mercedes Benz (bônus)

Deixamos de fora do texto alguns capítulos importantes da carreira do SOUL ASYLUM, como o Grammy conquistado em 1994 pela música "Runaway Train", cujo videoclipe mostrava fotos de crianças desaparecidas e com o tempo fez com que mais de 20 delas fossem encontradas e voltassem para suas famílias. O vocalista DAVE PIRNER já namorou a atriz WINONA RYDER, chegou a ser cogitado para o vocal do VAN HALEN antes da escolha por GARY CHERONE do EXTREME e foi chamado pelo diretor KEVIN SMITH para compor e conduzir a trilha sonora do filme 'Procura-se Amy' (1997). O grupo já veio para o Brasil três vezes (1994, 2001 e 2018), o baixista Karl Mueller faleceu de câncer em 2005, o guitarrista e fundador DAN MURPHY deixou a banda em 2012 e o baterista atual, MICHAEL BLAND, fez parte da NEW POWER GENERATION, que gravou discos históricos ao lado de PRINCE. Em conversa com ele por mídias sociais, o baterista afirmou que o disco nasceu despretensiosamente depois que o grupo se juntou para gravar algumas demos. Os custos da gravação foram pagos por ele e pelo vocalista e a gravadora não investiu na gravação de nenhum videoclipe.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se você não conhece a banda, a dica está dada. E se você já ouviu falar de SOUL ASYLUM em algum momento da sua vida, não desperdice a chance de escutar o novo álbum, que é no mínimo um novo gás para o gênero em tempos de sertanejo universitário e mostra que o grupo, na estrada desde 1981, ainda tem muito a entregar pro público.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Soul Asylum: assista guitarrista e vocalista tocando "Make Her Laugh", nova músicaEm 16/04/1964: nascia Dave Pirner, do Soul Asylum

Reb Beach: Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bostaReb Beach
"Não me importo de dizer que Kirk Hammet é um bosta"

Separados no nascimento: Joe Satriani e Lord VoldemortSeparados no nascimento
Joe Satriani e Lord Voldemort


Sobre Dane Souza

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280