Exodus: a reação etílica dos membros quando Kirk Hammett saiu para entrar no Metallica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Metal Hammer
Enviar Correções  

O guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, falou sobre sua antiga banda, o Exodus, em entrevista à Metal Hammer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Hammett foi um dos fundadores do Exodus, criado em 1979. O guitarrista permaneceu na banda até 1983, quando foi chamado para ocupar a vaga de Dave Mustaine no Metallica. Por lá, permanece até os dias de hoje.

O convite para o Metallica aconteceu em um 1° de abril, o chamado Dia da Mentira. "Eu estava na privada. Recebi a ligação de Mark Whittaker (engenheiro de som do Metallica) e depois que desliguei, pensei que poderia ser uma pegadinha de 1° de abril. Alguns dias depois, recebi uma fita deles, mas eu já tinha a demo e sabia dois terços das músicas", afirmou Kirk.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico contou que os seus colegas de Exodus ficaram putos com a situação. "Lembro de Paul Baloff (vocalista) ter ficado tão puto que derramou uma cerveja na minha cabeça. Ele disse, com uma voz chateada: 'não acredito que você vai fazer isso, Kirk'. Daí, derramou a cerveja na minha cabeça. E eu apenas dizia: 'sim, sim, eu sei'", disse.

Durante o bate-papo, Kirk Hammett contou que se sentiu culpado, de início, por ter deixado o Exodus. "Porém, deixei muita música com aqueles caras. Muitas composições minhas entraram no primeiro álbum ('Bonded By Blood', de 1985) e eles gravaram outras canções minhas que não entraram. Nunca falei nada devido à forma como saí da banda. Sempre me sentia culpado por isso. Bem... não mais", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E como seria se Kirk continuasse no Exodus? "Não haveria pausa de 2 ou 3 anos entre os álbuns. E não haveria os problemas com drogas que eles tiveram. Não digo que sou um anjo, mas, às vezes, eu dou um passo para trás", respondeu.

Kirk Hammett e Metallica

Com relação ao Metallica, Kirk Hammett conta que seu primeiro contato aconteceu após Paul Baloff ter dito que foi ao primeiro show deles na Bay Area. "Ele disse que eles eram tão bélicos que deveríamos vê-los. Daí, acabamos tocando com eles. Abrimos o show e eles entraram e detonaram. Daí, veio uma banda local, Laaz Rockit, e todos foram embora", relembrou.

O guitarrista disse que sua primeira impressão sobre o Metallica não foi nada modesta. "Eu pensei: 'esses caras são ótimos, mas ficariam ainda melhores comigo'. Na época, o Exodus passava por mudanças na formação. A gente havia se livrado do baixista e trouxemos outro, com uma dinâmica diferente na banda. Não estávamos ensaiando por alguma razão, talvez Paul Baloff estava fazendo outra coisa. Havia uma espécie de hiato quando me juntei ao Metallica", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Fãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada umFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um

Nikki Sixx: transei com a mulher do Bruce DickinsonNikki Sixx
"transei com a mulher do Bruce Dickinson"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo728 Goo336