Great White: banda pede desculpas por show para aglomeração, mas já tem outro marcado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

O Great White divulgou um comunicado em que pede desculpas pelo show realizado, na última quinta-feira (9), em Dickinson, cidade do estado americano de Dakota do Norte. Na ocasião, a banda se apresentou em um local aberto para uma plateia que não respeitava qualquer recomendação das autoridades de saúde em meio à pandemia do novo coronavírus.

Great White: banda faz show para aglomeração sem distanciamento e sem máscaras

Nirvana: a história por trás da música "Smells Like Teen Spirit"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em fotos e vídeos, é possível perceber que havia uma aglomeração, sem distanciamento social ou mesmo máscaras, acompanhando a performance musical. A apresentação fez parte de um festival chamado "First on First: Dickinson Summer Nights", que será realizado na cidade, sempre às quintas-feiras, até o dia 12 de agosto. Entre outras atrações que tocaram ou ainda vão tocar no festival, estão Black 'N Blue, Eskimo Bros, Brandon Jones, Southern Drawl e Zeona Road.

Great White: banda faz show para aglomeração sem distanciamento e sem máscarasGreat White
Banda faz show para aglomeração sem distanciamento e sem máscaras

O único "cuidado" tomado foi a realização do show em um espaço a céu aberto. "Não temos restrições, acredite ou não, não temos nenhuma. É uma daquelas situações em que caso as pessoas se sintam confortáveis para vir e se misturar, é uma escolha pessoal delas. Estamos deixando a decisão para todos que quiserem participar", disse April Getz, um dos organizadores, em entrevista ao veículo local The Dickinson Press.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após a repercussão negativa, o Great White enviou uma nota ao site Blabbermouth onde declara: "Entendemos que algumas pessoas se chatearam por termos feito esse show durante esse período difícil. Garantimos que trabalhamos com o promotor do evento. O governo de Dakota do Norte recomendam uso de máscaras, mas não estamos em posição de impor as leis".

O texto completa: "Gostaríamos de pedir desculpas àqueles que discordam de nossa decisão de cumprir o contrato. O promotor do evento e a equipe foram muito profissionais e nos garantiram as precauções de segurança. Nossa intenção era apenas fazer um show em uma cidade pequena e acolhedora. Valorizamos a saúde e a segurança de todos os fãs, bem como de nossa comunidade americana e global. Estamos longe de ser perfeitos".

Apesar do pedido de desculpas, o Great White tem outro show confirmado para o próximo dia 7 de agosto. A apresentação será em um festival chamado Riverfest, em Fort Madison, Iowa, também nos Estados Unidos.

O evento acontece entre os dias 5 e 8 do mês em questão e reúne outras bandas como Fozzy, Enuff Z'Nuff e Autograph, entre outras. O Black Stone Cherry também estava confirmado, mas o nome do grupo saiu do flyer, o que indica que desistiram de se apresentar.

Ex-vocalistas se pronunciam

Os dois antigos vocalistas do Great White, Jack Russell e Terry Ilous, se manifestaram após a polêmica e reforçaram que não estão mais na banda. Atualmente, o grupo traz Mitch Malloy como cantor.

Jack Russell, que usa o nome de sua antiga banda no projeto Jack Russell's Great White, esclareceu que não tocou no show em Dakota do Norte. "Não toco com o nome Great White há quase 11 anos. Aqui é Jack Russell, do Jack Russell's Great White. Se não estiver escrito dessa forma, não sou eu, nem minha banda. Estamos levando essa coisa do Covid muito a sério e todos deveriam estar usando máscaras e em distanciamento social. Se não estão fazendo isso, não estão fazendo a parte deles. Cumpra seu papel e use uma máscara", afirmou, em vídeo.

Terry Ilous, por sua vez, saiu do Great White em 2018, mas uma foto da banda em que ele ainda aparecia como vocalista foi usada para ilustrar a notícia de alguns sites, como Entertainment Weekly, People e Fox Carolina News. "Um artigo está circulando com minha foto anexada sobre o Great White. Incrível como tantos veículos podem compartilhar sem checar os fatos. Não estou associado ao Great White desde 2018", declarou, pelo Twitter.

Tragédia em 2003

Nas redes sociais, internautas relembram que em 20 de fevereiro de 2003, o nome do Great White esteve ligado a uma tragédia: um incêndio ocorrido ao se apresentar na casa de shows The Station, em West Warwick, Rhode Island, também nos Estados Unidos. O local pegou fogo após o uso de pirotecnia em um espaço fechado, que não suportaria um recurso desse tipo.

Cem pessoas morreram, incluindo o guitarrista da banda na época, Ty Longley. Outras 230 pessoas se feriram e 132 conseguiram escapar sem ferimentos. Muitos dos sobreviventes desenvolveram transtorno de estresse pós-traumático.

Daniel Biechele, empresário do Great White, foi julgado e condenado a 10 anos de prisão pelo incêndio. Ele acabou solto em 2008.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Great White: banda faz show para aglomeração sem distanciamento e sem máscarasGreat White
Banda faz show para aglomeração sem distanciamento e sem máscaras


Guns N' Roses: ex-empresário admira Cobain, mas acha Nirvana superestimadoGuns N' Roses
Ex-empresário admira Cobain, mas acha Nirvana superestimado

Nu Com a Mão no Bolso: blog elege as melhores capas com nudezNu Com a Mão no Bolso
Blog elege as melhores capas com "nudez"


Nirvana: a história por trás da música Smells Like Teen SpiritNirvana
A história por trás da música "Smells Like Teen Spirit"

Slayer: é melhor não mexer com a família do Tom Araya...Slayer
é melhor não mexer com a família do Tom Araya...


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin