Matérias Mais Lidas

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemO dia que Digão assistiu ensaio da Legião Urbana sem saber que era a banda

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO malévolo King Diamond registra encontro com Michael Sweet, ícone do rock cristão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAerosmith cancela segundo show após Steven Tyler adoecer

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemAmazon: Smartphones, notebooks, CDS, Vinil, e livros em promoção e com frete grátis

imagem"Houve muita escuridão em minha vida", afirma James Hetfield

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemTimo Tolkki diz que novo álbum do Stratovarius é o melhor da banda após sua saída


Samael Hypocrisy
Stamp

O conselho do Michael Jordan que norteou a carreira do líder do Machine Head

Por Emanuel Seagal
Postado em 27 de setembro de 2022

Robb Flynn, vocalista, guitarrista e fundador do Machine Head, foi entrevistado por Gregory Adams, da revista Guitar World, e falou sobre os 30 anos de carreira do grupo e uma frase do Michael Jordan que o marcou e norteou sua carreira em momentos de incerteza.

Foto: Travis Shinn e Paul Harries - Nuclear Blast
Foto: Travis Shinn e Paul Harries - Nuclear Blast

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Nós celebramos recentemente 30 anos de carreira, e fizemos alguns dos nossos mais bem sucedidos álbuns e músicas nos últimos 5 a 10 anos, o que não faz sentido!" afirmou. Ele acrescentou: "Tive a sorte de ter grandes músicos. Não tivemos muitas mudanças de formação, mas todos os que tivemos foram ótimos."

"Eu me lembro de ouvir uma frase do Michael Jordan anos atrás: "Você não precisa amar a NBA; você só tem que amar o basquete.' É assim que você cresce. Entendi na época, mas eu realmente entendo agora. Assim, você não precisa amar a indústria da música; tens apenas que amar a música. Você não está competindo com outras bandas, você está competindo contra si mesmo; você está competindo contra suas habilidades na guitarra de um ano atrás, ou dez anos atrás. Você está constantemente tentando melhorar como guitarrista, letrista, ou vocalista. É muito fácil se deixar levar pelas merd*s na indústria da música — as drogas, a bebida de graça… outras pessoas famosas tentando puxar seu saco — mas você tem que ignorar isso. Parece meio hippie, mas eu me lembro quando estávamos começando, eu costumava dizer, 'Eu quero que sejamos o Grateful Dead do metal.' Eu queria que tivéssemos um grupo de fãs e uma cultura ao redor da banda que ficasse de fora de toda essa merd*. O Grateful Dead não precisava de rádio; eles não precisavam da MTV. Eles podiam lotar qualquer lugar e tinham esse grupo maluco de fãs leais, e nós fizemos isso! Criamos um grupo de fãs ao redor do que fizemos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Segundo Robb o Machine Head fez 120 edições da Electric Happy Hour, uma live semanal transmitida toda sexta-feira onde tocam álbuns na íntegra, e tentam aprender duas ou três covers. De acordo com ele quando o grupo cair na estrada novamente eles tocarão sets inspirados nestas lives, com hits, mas também covers e faixas menos conhecidas do público.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bandas de heavy metal que lançaram discos em quatro décadas diferentes

Rock And Run: 20 músicas para deixar sua corrida mais animada

Os 25 melhores álbuns de 2022, em lista da Revolver Magazine

Cinco músicas épicas do Machine Head que todos deveriam ouvir

Lista: 10 ótimas músicas lançadas no segundo semestre de 2022

Jovens, mas nem tanto: 10 discos de heavy metal que completarão 20 anos em 2023

Músicas imortais: "Slaughter The Martyr", o hino do Machine Head que já é um clássico

Maratona: músicas com mais de 10 minutos (e nenhuma é do Dream Theater)

Cinco músicas da banda emo My Chemical Romance para o metaleiro ouvir

Machine Head: 20 músicas que mostram a genialidade de Robb Flynn

Dia do Professor: dez discos que são verdadeiras aulas de heavy metal

Machine Head divulga filmagem profissional de show realizado em Lisboa

Robb Flynn tentou escrever disco com guitarrista e baterista de "Burn My Eyes"

O dia que Dimebag encheu a cara por 24 horas e quebrou guitarra de Robb Flynn

Robb Flynn queima o bumbum em sauna e tem que fazer curativo no traseiro; veja vídeo

Machine Head: frontman fala sobre depressão em blog

Cinco músicas épicas do Machine Head que todos deveriam ouvir

Machine Head: os álbuns da banda, do pior para o melhor

Históricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars

Raul Seixas: O clássico inspirado em Dylan que driblou censura e criticou Roberto Carlos


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.

Mais matérias de Emanuel Seagal.