Picture: TOP 10 da clássica banda Holandesa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor Kataóka, Fonte: H2R
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em surpreendente turnê pelo Brasil, o Picture é considerado por muitos como a melhor banda de Heavy Metal da Holanda.

Metal: por que os metalheads vivem presos no passado?Iron Maiden: os fãs mais insuportáveis em lista da MTV

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mais do que isso, saindo do campo do "achismo", é fato que o Picture fez história ao ser a primeira banda de rock pesado a ter um contrato de gravação. Nove discos depois, turnês com bandas de peso, clássicos eternizados e várias frustrações em uma carreira que poderia ter decolado... Também é fato dizer que o Picture se tornou uma das mais importantes bandas do cenário Cult do Heavy Metal.

A seguir, o H2R apresenta um TOP 10* dentre as 105 músicas gravadas pela banda Holandesa.

11º Bombers (Picture - 1981)

Tive que abrir espaço no TOP 10 para citar uma das mais conhecidas da banda, já que outros clássicos (como "Heavy Metal Ears") acabaram ficando de fora, visto que escolher 10 músicas para quem lançou 9 discos é cruel.

"Bombers" é a principal música do disco de estreia da banda. Metal na sua essência, com uma bela melodia, refrão e riffs matadores, além de um baixo que não só apareceu como também fez a diferença.

"Bombers" contem a maioria dos principais ingredientes do Heavy Metal Tradicional. Mais de 30 anos depois ela não soa datada.

10º The Hangman (Diamond Dreamer - 1982)

"The Hangman" tem riffs contagiantes e fala sobre um cara "durão", em mais uma interpretação fantástica de Shmoulik.

Existe uma certa sincronia dos riffs com os vocais que faria Angus Young dançar como poucas vezes ele fez... Heavy Metal Tradicional, direto, com uma gingada e a marca do Picture.

09º Battlecruiser (Every Story Needs another Picture - 1986)

O Picture teve uma sequencia de 3 discos que são rejeitados na discografia da banda. Nos anos de 85,86 e 87 o Picture deixou o Heavy Metal um pouco de lado, lançando Traitor, Every Story Needs another Picture e Marathon.

A tentativa da gravadora de conseguir um hit fez a banda gravar três discos bem irregulares, porém, em uma dessas músicas eles acabaram acertando.

Com Bert Heerink cantando de forma belíssima uma letra matadora (e que não combina com o disco), a banda conseguiu fazer mágica em "Battlecruiser".

Essa música tem uma atmosfera de farofa, o que é natural, mas a sua essência é pesada, a começar pela letra. O baixo de Rinus Vreugdenhil é uma delícia de se escutar, e o solo dessa música é o mais bonito na discografia da banda (podem chiar, mas não sou de fazer média, nem com lendas).

Comercial ou não, "Battlecruiser" é emocionante!

08ª Lousy Lady (Diamond Dreamer - 1982)

A bela "Lousy Lady" diminui a velocidade mas não o peso. Mais uma música a falar sobre uma figura feminina.

Essa música tem um dos melhores refrões do Picture. Quando eu escuto "Lousy Lady" fico imaginando a banda tocando a mesma em um estádio lotado, onde na hora do refrão a banda para e o público canta em uníssono!

07º Make You Burn (Eternal Dark - 1983)

Depois de dois petardos no começo de Eternal Dark, parece que as coisas vão esfriar nos riffs iniciais de "Make You Burn". Só parece. Pete Lovell rouba a cena novamente.

Com uma de suas melhores atuações, Lovell realmente fez mágica em "Make You Burn", sem contar que o solo também não está ali só tapando um buraco.

Ótima música de se cantar, vocais carregados de sentimento, e temos mais um clássico na conta.

06º Diamond Dreamer (Diamond Dreamer - 1982)

Deixando o Hard Rock de lado, mas sem acelerar muito, temos a música que nomeou um dos dois discos clássicos da banda.

"Diamond Dreamer" é mais uma a usar o riff mais famoso do Heavy Metal e é também mais um clássico da banda. Você nota isso no mesmo momento que Shmoulik começa a cantar. Apesar de ser mais uma letra curtinha (característica das composições da banda), essa composição extremamente positiva é muito bonita, sem dúvidas uma das melhores da banda.

O refrão também é marcante e temos aqui uma faixa que é outro exemplo de Heavy Metal Tradicional extremamente básico, mas ainda assim sensacional.

05º Flying In Time (Eternal Dark - 1983)

"Flying In Time" já entra emplacando mais um refrão clássico, algo inacreditável nessa altura do campeonato. Continua a série de atuações marcantes de Pete Lovell, mas tem como destaque uma vibe totalmente Judas Priest nas guitarras, sendo um dos grandes trabalhos de guitarra na discografia da banda, diga-se de passagem.

04º The Blade (Eternal Dark - 1983)

Na sequencia, com um andamento delicioso, temos a atuação mais inspirada da cozinha do Picture. A clássica "The Blade". Tudo é hipnótico nessa música. Desde o baixo, a batida, o solo, riffs e aos marcantes vocais. Já vi muitas músicas parecidas, nos mais diversos estilos, mas poucas como "The Blade".

03º Griffons Guard The Gold (Eternal Dark - 1983)

De um riff clássico para outro. O bronze vai para "Griffons Guard The Gold", que aumenta a velocidade de músicas do disco "Metal Years" (que apesar de ser o mais rápido da banda, na teve nenhuma música incluida nesse TOP 10), e é melhor do que todas elas. Guitarras fulminantes, e o que eu disse sobre "Eternal Dark" pode ser aplicado aqui, com a diferença da velocidade.

Com outro refrão clássico, "Griffons Guard The Gold" parece ter saído diretamente de Hall Of The Moutain King, clássico do Savatage. Fico em dúvida se coloco como destaque as guitarras ou mais uma grande atuação de Pete Lovell. Fico encima do muro.

02º Eternal Dark (Eternal Dark - 1983)

Música que nomeia o disco e é a mais famosa na carreira da banda, "Eternal Dark" é daquelas músicas que já começam clássicas. Após sua famosa entrada, com 20 segundos já começa um dos principais riffs do rock pesado. Alicerce de toda a história do Heavy Metal é fato que muitos o tocaram, mas foram raros os que souberam emprega-lo com assombrosa autoridade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eternal Dark" com toda sua simplicidade pode facilmente ser nomeada como uma das músicas que definem o que é o Heavy Metal.

O instrumental é competente, mas o que marcou realmente foi os vocais sensacionais de Pete Lovell, juntamente com um dos refrões mais poderosos do metal oitentista. Mais do que justo o Hammerfall ter coverizado a mesma.

01º Lady Lightning (Diamond Dreamer - 1982)

Um som rasga o céu e entra em cena um dos maiores clássicos da banda, e porque não do Heavy Metal Oitentista.

Após típicos riffs heavys, Shmoulik manda logo o seu vozeirão e mostra o porquê da banda ter feito uma ótima escolha na primeira troca de vocalistas. Após uma boa sequencia de solos "Lady Lightning" não muda seu andamento e mantém do começo ao fim uma pegada que segue totalmente a trilha do Saxon.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Escutando "Lady Lightning" décadas depois, ela soa tão simples que se torna básica, ancorada nos alicerces mais primários do Heavy Metal. Os riffs cavalgados, os solos, as viradas e a batida, aparentemente não têm mágica, mas aí que está o engano... A mágica existe sim, e o maior responsável por ela foi o vocalista Shmoulik, que cantou soberbamente descrevendo um cenário fantástico, bem diferente das letras sobre relacionamentos presentes nos dois discos anteriores.
Melodia e energia, básica, mas arrepiante.

Fazer o feijão com arroz é fácil, mas extrair mágica do feijão com arroz não!

Observações Gerais

Foram mais de 100 músicas gravadas em uma discografia com 9 discos, sendo 3 irregulares. Os 2 discos mais novos da banda são sólidos e excelentes como o primeiro e o segundo, mas "Diamond Dreamer" e "Eternal Dark" são dois clássicos do rock pesado dos anos 80, e acabaram roubando a cena nesse TOP 10.

Para quem curte Heavy Metal Tradicional e não conhecia o Picture, essa é uma ótima oportunidade, e também torço para que pelo menos metade das músicas estejam presentes no TOP 10 daqueles que tem grande carinho pela discografia da banda Holandesa.

*Atenção: TOP 10 de credibilidade, com a discografia inteira tocada (muitas vezes), e tendo sido documentadas suas resenhas individuais, que se encontram no site.

Por: H2R - Hard & Heavy Reviews.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e MelhoresTodas as matérias sobre "Picture"


Metal: por que os metalheads vivem presos no passado?Metal
Por que os metalheads vivem presos no passado?

Iron Maiden: os fãs mais insuportáveis em lista da MTVIron Maiden
Os fãs mais insuportáveis em lista da MTV


Sobre Victor Kataóka

Kataóka representa aqueles que prezam por nomes como Saxon, Accept, Manowar, Judas, Virgin Steele, Alice Cooper, Queensryche, Warlock, Savatage, Budgie, Dio e etc. Trajando o manto do Fortaleza EC, conseguiu ver com muito sacrifício quase todas as suas bandas favoritas ao vivo, e acredita que acima do AC/DC, somente os Beatles. Com o H2R, resenha Heavy Tradicional, Hard Rock, e o seu vício: N.W.O.B.H.M, o que não o impede de prezar demais por rock progressivo e psicodélico. Apesar de ser de 88, dentre 500GB de mp3 em um HD de valor inestimável, 95% do conteúdo vem dos anos 60,70 e 80. Não resenha Melodic, industrial, extremo, sinfônico, Power, New, Grunge e vários outros etc...

Mais informações sobre Victor Kataóka

Mais matérias de Victor Kataóka no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280