Judas Priest: os cinco melhores álbuns segundo o About.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: About.com, Tradução
Enviar Correções  

Segue abaixo uma lista com os cinco melhores álbuns do JUDAS PRIEST eleitos pelo site About.com em novembro de 2009.

1. British Steel (1980)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É difícil acreditar que já faz 25 anos desde que este álbum clássico foi lançado. Este é Priest de primeira, contendo sucessos como "Breaking The Law" e "Living After Midnight". Neste álbum a banda deixou o lado experimental para trás e fizeram hinos os quais Halford canta muito bem. Não há uma música ruim neste álbum.

2. Hell Bent For Leather (1979)

Não houve nenhum grande hit deste álbum, mas é um dos seus esforços mais intensos. Os vocais de Halford soam ótimos e existem algumas influências góticas e progressivas em seu som. Foi neste álbum que Halford adquiriu o look de couro que hoje é sua marca registrada. Eles também fizeram uma ótima versão de "Green Manalishi (With The Two-Pronged Crown)" do FLEETWOOD MAC.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3. Screaming For Vengeance (1982)

A música mais conhecida deste álbum é "You've Got Another Thing Comin", mas ele também possui outras ótimas músicas incluindo a faixa-título, "Electric Eye" e "Bloodstone". Halford soa ótimo, como de costume, e este é seu segundo melhor álbum da década de 80.

4. Defenders Of The Faith (1984)

Este é o primeiro álbum do JUDAS PRIEST do qual me lembro ter ouvido ainda em seu ano de lançamento. A música mais memorável de "Defenders Of The Faith" é "Love Bites". "Some Heads Are Gonna Roll" também tocou um pouco nas rádios e o vídeo passou algumas vezes. É um álbum repleto de hinos e uma ou duas baladas. As guitarras de K.K. Downing e Glenn Tipton estão sempre ótimas, mas neste álbum elas realmente brilham.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

5. Painkiller (1990)

Após o final dos anos oitenta com álbuns mal recebidos pela crítica ("Turbo", 1986 e "Ram It Down", 1988), o JUDAS PRIEST começou os anos 90 com nota máxima. "Painkiller" seria o último álbum de Rob Halford no Priest por mais de uma década, e o deus do metal fez um ótimo trabalho neste álbum. O novo baterista Scott Travis deu uma dose de energia ao Priest, e isto combinado com o trabalho estelar habitual das guitarras de Glenn Tipton e KK Downing fez deste o melhor álbum da banda por anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GooAdHor Goo336 Cli336 Goo336